Pneumologistas alemães afirmam que o fumo do gasóleo “não causa uma única morte”

Mais de 100 médicos alemães da área da pneumologia assinaram um documento que põe em causa os alegados riscos para a saúde provocados ​​pelo fumo causado pelo gasóleo, onde defendem que o limite atual de dióxido de nitrogénio (NO2) e as partículas de poeira existentes no fumo “não causam uma única morte”.

Segundo avançou o Observador, na terça-feira, um dos pneumologistas em causa é ex-presidente da Sociedade de Pneumologia Alemã Dieter Köhler, para quem a maioria dos estudos sobre os perigos causados ​​pelas emissões de gasóleo “são questionáveis”.

Essa mesma organização emitiu, no final de novembro do ano passado, um comunicado onde alertava para os riscos que as partículas de NO2 representam para a saúde. Os avisos baseavam-se em pesquisas do Instituto Helmholtz de Medicina Ambiental, que assegura que o dióxido de carbono (CO2) causa “invariavelmente grandes riscos para a saúde, mesmo que concentrado em doses relativamente baixas”.

Numa entrevista recente a uma rádio alemã, Dieter Köhler contrariou a posição atual da sua antiga organização, referindo que “o limite atual de NO2 e poeira de partículas é completamente inofensivo e não causa uma única morte“.

Esta tomada de posição dos parte dos especialistas que redigiram o documento ganha uma relevância particular depois de se ter instalado um debate sobre o tema na Alemanha, com a cidade de Hamburgo no epicentro da discussão, devido a ter aprovado legislação que proíbe a circulação de veículos a gasóleo anteriores a 1998, lê-se no Observador.

O documento destes especialistas alemães, continua o artigo, pode ser “mais um argumento para um debate que acontece agora um pouco por toda a Europa”.

No seguimento da medida tomada por Hamburgo, a cidade de Estugarda adotou uma regra semelhante, promovendo a utilização de carros amigos do ambiente, penalizando aqueles que utilizem os carros a diesel e impedindo a circulação dos mais antigos.

Esta medida, contudo, não é apoiada por todos. O médico-diretor da Cruz Vermelha de Estugarda, Martin Hetzel, partilha da opinião de Köhler: “No hospital, nunca se vêem doentes com problemas do pulmão ou do coração causadas por poeiras ou por NO2. Não é plausível que estejam a causar os danos para saúde que têm sido publicados ultimamente”.

De acordo com a TVI24, a ministra do Ambiente alemã, Svenja Schulze, indicou que o documento não traz “nada que realmente mostre novas descobertas”. A mesma terá alertado o titular da pasta dos Transportes, Andreas Scheuer, que aplaudiu a documento dos pneumologistas.

Segundo a ministra do Ambiente, Dieter Köhler não apresentou novas respostas científicas que mostrem que poluentes como o dióxido de nitrogénio não prejudicam a saúde, tendo apenas negado as descobertas existentes. Ao Berliner Morgenpost, Svenja Schulze indicou que “os factos estão a ser distorcidos” e que “as incertezas não devem ser base para políticas irresponsáveis”.

O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, disse esta segunda-feira que o executivo vai procurar esclarecimentos científicos para os factos defendidos pelos pneumologistas.

Em Portugal também há polémica. Na segunda-feira, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse ao Jornal de Negócios e à Antena 1 que “é muito evidente que quem comprar um carro diesel muito provavelmente daqui a quatro ou cinco anos não vai ter grande valor na sua troca”.

De acordo com o Observador, a “frase não caiu bem no setor automóvel mas agradou aos ambientalistas”. A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) falou de uma tirada “infeliz” do governante, ao passo que a associação ZERO apoiou a visão de Matos Fernandes.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Reclusos do Arizona ficaram presos após datas de libertação. A culpa foi de um bug do software

Uma falha na atualização do software de gestão de prisões manteve centenas de pessoas encarceradas no estado norte-americano do Arizona durante mais tempo do que deveriam. De acordo com o relato de um denunciante, citado pela …

"Dia histórico". Espanha remove a última estátua pública do ditador Franco

A última estátua pública do ditador Francisco Franco foi removida de Melilla. A cidade situa-se na costa noroeste de África, mas está sob a soberania espanhola desde o século XVII. Na terça-feira, um grupo de trabalhadores …

Governo altera excecionalmente limite de idade para tratamentos de fertilidade

O Governo está a rever a norma para alterar, de forma excecional, o limite de idade das mulheres que querem aceder aos tratamentos de fertilidade no setor público. Na segunda-feira, o Jornal de Notícias tinha avançado …

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …

Polícias que prestam serviço no 112 não recebem subsídio desde setembro

Os agentes e militares que fazem a triagem das chamadas do 112 não auferem a gratificação mensal pelo serviço prestado ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) desde setembro do ano passado. Segundo o Jornal de Notícias, …