Pneumologistas alemães afirmam que o fumo do gasóleo “não causa uma única morte”

Mais de 100 médicos alemães da área da pneumologia assinaram um documento que põe em causa os alegados riscos para a saúde provocados ​​pelo fumo causado pelo gasóleo, onde defendem que o limite atual de dióxido de nitrogénio (NO2) e as partículas de poeira existentes no fumo “não causam uma única morte”.

Segundo avançou o Observador, na terça-feira, um dos pneumologistas em causa é ex-presidente da Sociedade de Pneumologia Alemã Dieter Köhler, para quem a maioria dos estudos sobre os perigos causados ​​pelas emissões de gasóleo “são questionáveis”.

Essa mesma organização emitiu, no final de novembro do ano passado, um comunicado onde alertava para os riscos que as partículas de NO2 representam para a saúde. Os avisos baseavam-se em pesquisas do Instituto Helmholtz de Medicina Ambiental, que assegura que o dióxido de carbono (CO2) causa “invariavelmente grandes riscos para a saúde, mesmo que concentrado em doses relativamente baixas”.

Numa entrevista recente a uma rádio alemã, Dieter Köhler contrariou a posição atual da sua antiga organização, referindo que “o limite atual de NO2 e poeira de partículas é completamente inofensivo e não causa uma única morte“.

Esta tomada de posição dos parte dos especialistas que redigiram o documento ganha uma relevância particular depois de se ter instalado um debate sobre o tema na Alemanha, com a cidade de Hamburgo no epicentro da discussão, devido a ter aprovado legislação que proíbe a circulação de veículos a gasóleo anteriores a 1998, lê-se no Observador.

O documento destes especialistas alemães, continua o artigo, pode ser “mais um argumento para um debate que acontece agora um pouco por toda a Europa”.

No seguimento da medida tomada por Hamburgo, a cidade de Estugarda adotou uma regra semelhante, promovendo a utilização de carros amigos do ambiente, penalizando aqueles que utilizem os carros a diesel e impedindo a circulação dos mais antigos.

Esta medida, contudo, não é apoiada por todos. O médico-diretor da Cruz Vermelha de Estugarda, Martin Hetzel, partilha da opinião de Köhler: “No hospital, nunca se vêem doentes com problemas do pulmão ou do coração causadas por poeiras ou por NO2. Não é plausível que estejam a causar os danos para saúde que têm sido publicados ultimamente”.

De acordo com a TVI24, a ministra do Ambiente alemã, Svenja Schulze, indicou que o documento não traz “nada que realmente mostre novas descobertas”. A mesma terá alertado o titular da pasta dos Transportes, Andreas Scheuer, que aplaudiu a documento dos pneumologistas.

Segundo a ministra do Ambiente, Dieter Köhler não apresentou novas respostas científicas que mostrem que poluentes como o dióxido de nitrogénio não prejudicam a saúde, tendo apenas negado as descobertas existentes. Ao Berliner Morgenpost, Svenja Schulze indicou que “os factos estão a ser distorcidos” e que “as incertezas não devem ser base para políticas irresponsáveis”.

O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, disse esta segunda-feira que o executivo vai procurar esclarecimentos científicos para os factos defendidos pelos pneumologistas.

Em Portugal também há polémica. Na segunda-feira, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse ao Jornal de Negócios e à Antena 1 que “é muito evidente que quem comprar um carro diesel muito provavelmente daqui a quatro ou cinco anos não vai ter grande valor na sua troca”.

De acordo com o Observador, a “frase não caiu bem no setor automóvel mas agradou aos ambientalistas”. A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) falou de uma tirada “infeliz” do governante, ao passo que a associação ZERO apoiou a visão de Matos Fernandes.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …