Fumar um maço de cigarros por dia danifica o ADN dos pulmões

-

Fumar um maço de cigarros por dia provoca, em média, 150 mutações por ano nas células pulmonares, revela um estudo que identifica vários mecanismos através dos quais o tabaco danifica o ADN.

Publicada na revista americana Science, esta investigação analisou e comparou vários tumores, medindo com precisão, pela primeira vez, os efeitos genéticos devastadores do fumo, não só nos pulmões, mas também noutros órgãos que não estão directamente expostos.

Os estudos epidemiológicos mostravam que o tabagismo contribui para, pelo menos, 17 tipos de cancro, mas até agora nunca se conseguiu determinar como é que o cigarro provocava esses tumores, apontaram os investigadores do Instituto britânico Wellcome Trust Sanger e do Laboratório Nacional de Los Alamos, nos Estados Unidos.

O maior número de mutações genéticas provocadas pelo tabaco foi observado nos tecidos pulmonares, mas outras partes do organismo registaram também alterações de ADN, que explicam como o fumo provoca vários tipos de cancro.

Evidências que ligam o tabaco ao cancro

O cigarro contém mais de sete mil substâncias químicas diferentes, entre as quais 70 são conhecidas por serem cancerígenas, revelam os investigadores, apontando para a complexidade das interacções com o organismo.

Segundo um dos principais co-autores da investigação, Ludmil Alexandrov, do Laboratório Nacional de Los Alamos, o estudo procura novos elementos sobre os diferentes mecanismos através dos quais o tabaco provoca um cancro.

“Descobrimos que as pessoas que fumam um maço de tabaco por dia têm, em média, 150 mutações genéticas adicionais por ano nos pulmões, o que explica que os fumadores tenham um risco acrescido de desenvolver cancro do pulmão”, adiantou.

O mesmo responsável acrescentou que encontraram um grande número de evidências epidemiológicas que ligam o tabaco ao cancro, tendo conseguido observar e determinar o número de alterações moleculares no ADN provocadas por fumar.

Nesta primeira análise extensiva de ADN cancerígeno ligado ao tabagismo, os investigadores analisaram cerca de cinco mil tumores, comparando cancros de fumadores com cancros semelhantes de pessoas que nunca fumaram.

A mutação prematura das células

Os cientistas encontraram características moleculares específicas no ADN dos pulmões dos fumadores e determinaram o número nos diferentes tumores.

No que diz respeito ao impacto nos restantes órgãos, a investigação revelou que um maço de cigarros por dia provoca, em média, 97 mutações por ano no ADN da laringe, 39 na faringe, 23 na boca, 18 na bexiga e seis no fígado.

O estudo mostra, pelo menos, cinco processos distintos através dos quais o ADN é danificado pelo hábito de fumar, sendo que o mais comum é encontrado na maior parte dos cancros. Trata-se de uma aceleração do pêndulo celular que provoca a mutação prematura das células.

Na opinião do investigador Mike Stratton, do instituto Wellcome Trust Sanger, este estudo poderá ajudar no avanço da investigação e ajudar a melhor prevenir todas as formas de cancro.

O tabagismo, a maior causa de mortalidade evitável, é responsável por pelo menos seis milhões de mortes por ano em todo o mundo e se a tendência actual se mantiver, estima-se que serão mais de mil milhões de pessoas que morrem por causa do tabaco, no século XXI, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Veja o vídeo no qual o investigador Ludmil Alexandrov explica as conclusões deste estudo:

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Corrida aos combustíveis. Ciberataque a oleoduto provoca pânico nos EUA

Quase dois terços dos postos de gasolina do sudeste dos Estados Unidos registam escassez de combustível, depois de um ciberataque à maior rede de oleodutos do país ter obrigado a suspender as operações desde sexta-feira. A …

Cecília Meireles sente "enorme tristeza" por ver CDS com 1% nas sondagens

A deputada centrista abordou vários temas numa entrevista, publicada esta quinta-feira, desde a queda do CDS nas sondagens ao seu lugar de deputada na Assembleia da República. Numa entrevista à rádio Renascença e ao jornal Público, …

"Chernobyl do século XXI." Pandemia de covid-19 poderia ter sido evitada, dizem especialistas

A pandemia de covid-19 podia ter sido evitada e o mundo deve aprender com os erros que não permitiram travar a disseminação do vírus, conclui um novo relatório, divulgado esta quarta-feira. A pandemia de covid-19 poderia …

"Estamos a ver a patologia da banca. Uma patologia triste", diz CEO do Novo Banco

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, tem visto, nos últimos tempos, grandes devedores da instituição financeira a explicarem-se na comissão de inquérito, classificando o que assiste como "triste". "Estamos a ver a patologia da …

Maduro aceita conversar com Guaidó sobre "acordo de salvação" da Venezuela

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou estar disposto a reunir-se quando a oposição quiser, um dia depois de o líder opositor Juan Guaidó propor um "acordo de salvação" da Venezuela, entre as "forças democráticas" e …

No Brasil, os "velhos" goleadores estão em destaque (e na Europa, ainda dão cartas)

Os goleadores de quase metade das equipas brasileiras que disputam a Copa Libertadores e a Sul-Americana têm mais de 30 anos. Aos olhos do futebol podem ser "velhos", mas preenchem o vazio dos jovens que …

Morreu Maria João Abreu. Atriz tinha 57 anos

Maria João Abreu morreu esta quinta-feira, após ter sofrido dois aneurismas. A atriz tinha apenas 57 anos. Maria João Abreu estava internada no Hospital Garcia de Orta, em Almada. A atriz, de 57 anos, foi submetida …

Um óbito e 436 novos casos registados nas últimas 24 horas

Esta quinta-feira, Portugal regista mais um óbito e 436 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

O "palheiro" de Vieira é agora um jardim (foi comprado pela Câmara de Vila Franca de Xira)

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, já não é dono do "palheiro" que foi entregue como aval pessoal no âmbito de empréstimos concedidos pelo Novo Banco. O dirigente vendeu o imóvel à Câmara de Vila …

Fim das moratórias. Banco de Fomento está a trabalhar com outros bancos

O Banco Português de Fomento está a trabalhar com vários stakeholders, nomeadamente os bancos, para ter o fim das moratórias em conta com a perspetiva para este e o próximo ano. Nos próximos tempos, o Banco …