França investe oito mil milhões de euros para aumentar profissionais de saúde

Ian Langsdon / EPA

O primeiro-ministro francês, Jean Castex

O Governo francês anunciou, esta segunda-feira, que vai disponibilizar quase oito milhões de euros para que os profissionais de saúde possam ter aumentos salariais. 

De acordo com a rádio Renascença, a medida foi anunciada pelo novo primeiro-ministro, Jean Castex, tendo referido que este aumento salarial “representa o reconhecimento perante todos aqueles que lutaram contra a epidemia”.

O investimento é superior a oito mil milhões de euros e representa um aumento médio de 183 euros para enfermeiros e cuidadores. Os médicos que trabalham apenas no setor público também vão beneficiar de um investimento de cerca de 450 milhões de euros.

Esta terça-feira, em entrevista aos meios de comunicação franceses, o Presidente francês, Emmanuel Macron, também anunciou que vão ser disponibilizados mais 100 mil milhões de euros para estimular a economia do país.

“Vamos pôr neste plano de relance da economia, para além do que já pusemos [cerca de 460 mil milhões de euros], pelo menos 100 mil milhões para a indústria, o ambiente, as regiões, a cultura e a educação”, revelou.

A “prioridade” da crise económica causada pela covid-19 são, segundo o líder francês, os jovens. Assim, Macron anunciou que as empresas vão ser incentivadas a assinar contratos com os jovens que saem do ensino profissional em vez de estágios, a criação de 100 mil novos postos no serviço cívico e ainda a exoneração de encargos sociais para os jovens com salários até 1,6 vezes o salário mínimo.

O Presidente assegurou ainda que os impostos não vão ser aumentados, que um novo dispositivo vai ser criado para acompanhar a atividade parcial de longa duração de forma a permitir aos franceses manterem os seus postos de trabalho e ainda a “moderação da distribuição de dividendos” nas empresas ajudadas pelo Estado.

Macron também revelou que o uso de máscara vai passar a ser obrigatório em França. “Temos sinais de que o vírus está a ganhar novamente um pouco de força e é preciso prevenir e preparar. […] Logo, temos de continuar a aplicar os gestos barreira e aí temos algumas fraquezas. Nas próximas semanas vamos tornar obrigatório o uso de máscara em todos os lugares públicos fechados”, disse o Presidente, acrescentando que a medida entra em vigor a partir de 1 de agosto.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Liliana Cá termina no quinto lugar do lançamento do disco

Liliana Cá terminou esta segunda-feira no quinto lugar o concurso do lançamento do disco dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, a melhor classificação de sempre de uma portuguesa na disciplina, com 63,93 metros no segundo ensaio, que …

Ordem dos Médicos apela a rápida revisão da norma sobre vacinação dos jovens

O bastonário da Ordem dos Médicos considerou esta segunda-feira que a decisão da Direção-Geral da Saúde sobre a vacinação dos jovens cria desigualdades e contribui para entropia no processo de vacinação, apelando a uma "rápida …

Repressão em Hong Kong. Cantor e ativista detido por "conduta corrupta"

O ativista pró-democracia e cantor Anthony Wong foi detido esta segunda-feira em Hong Kong, sob acusações de violar a lei ao atuar num comício, há três anos. O órgão anticorrupção de Hong Kong disse que, no …

Empresa de vestuário Dielmar sucumbiu à covid-19 e pediu insolvência

A empresa de vestuário Dielmar, com sede em Alcains, Castelo Branco, e cerca de 300 trabalhadores, pediu a insolvência ao fim de 56 anos de atividade, uma decisão que a administração atribui aos efeitos da …

Viajantes de UE e EUA vacinados isentos de quarentena em Inglaterra

Os viajantes oriundos da União Europeia e dos Estados Unidos com vacinação completa contra a covid-19 deixaram esta segunda-feira de ter de cumprir quarentena ao entrar em Inglaterra, Escócia e País de Gales. A medida entrou …

Israel ameaça "enviar uma mensagem" ao Irão após ataque contra petroleiro

O Governo de Israel ameaçou "enviar uma mensagem ao Irão" em resposta ao ataque contra um petroleiro de uma empresa israelita, na quinta-feira, na costa de Omã, no qual morreram um segurança britânico e um …

Primazia masculina nas autárquicas. Partidos cumprem lei da paridade "porque são obrigados"

O estudo "Eleitos locais em Portugal: os perfis e a questão de género", do CIES, ISCTE-IUL, analisou a questão de género nas eleições autárquicas de 1974 a 2017. O Diário de Notícias, que cita o estudo …

UE aplica sanções contra primeira-dama do Nicarágua

A União Europeia (UE) aplicou sanções esta segunda-feira à primeira-dama e vice-Presidente da Nicarágua, Rosario Murillo, e a sete outras autoridades por violações dos direitos humanos e por minarem a democracia, durante uma ofensiva contra …

Exames nacionais. Média da maioria das provas desce (e Matemática cai quase 3 valores)

As médias nos exames nacionais desceram a 20 disciplinas, num ano em que o grau de dificuldade das provas aumentou ligeiramente. Português manteve-se igual — média de 12 valores — e só Física e Química …

Presidente tunisino denuncia migração ilegal de jovens e justifica detenção de deputados

O Presidente da Tunísia disse, este domingo, que muitos jovens desesperados são pagos para abandonar ilegalmente o país em direção à Europa, num dia em que foram reveladas detenções de deputados críticos após o golpe …