Fóssil de árvore com 10 milhões de anos revela uma drástica mudança ambiental

(dr) Rodolfo Salas Gismondi / STRI

O fóssil de árvore gigante descoberto no Altiplano, no Peru

Investigadores a trabalhar no Altiplano, no Peru, descobriram um fóssil de árvore gigante enterrado nas planícies. Os 10 milhões de anos de história revelados não combinam com o que os cientistas achavam saber sobre o clima antigo.

De acordo com o site Science Alert, o fóssil desta árvore gigante revelou que, na altura em que esta morreu, em meados do período Neogeno, o clima da América do Sul era muito mais húmido do que se pensava.

“Esta árvore e as centenas de amostras fósseis de madeira, folhas e pólen que recolhemos durante a expedição revelam que, quando estas plantas eram vivas, o ecossistema era mais húmido – ainda mais do que os modelos climáticos do passado previam”, declarou Camila Martinez, paleobotânica do Instituto de Pesquisa Tropical Smithsonian (STRI), localizado no Panamá.

“Provavelmente, não existe um ecossistema moderno comparável, porque as temperaturas eram mais altas quando estes fósseis foram depositados há 10 milhões de anos“, acrescentou a investigadora, uma das autoras do estudo publicado, a 28 de agosto, na revista científica Science Advances.

Segundo o mesmo site, muita coisa mudou ao longo desses 10 milhões de anos para transformar a área de um ecossistema húmido e diverso no estado árido e esparso em que se encontra hoje – pelo menos uma mudança na elevação de cerca de dois mil para quatro mil metros.

E os fósseis de plantas recuperados com apenas cinco milhões de anos sugerem que a maior parte da mudança já havia ocorrido naquela época. Estas mostram evidências de gramíneas, samambaias, ervas e arbustos, sugerindo um ecossistema semelhante ao de Puna dos dias de hoje, ao invés de um que poderia ter sustentado o crescimento de árvores enormes.

Na escala da história da Terra, essa é uma mudança rápida num curto espaço de tempo, causada por movimentos na litosfera da Terra sob a América do Sul ao longo de muitos milhões de anos.

“O registo fóssil da região diz-nos duas coisas: tanto a altitude como a vegetação mudaram dramaticamente num período relativamente curto de tempo, apoiando a hipótese que sugere que a elevação tectónica dessa região ocorreu em pulsos rápidos”, disse o paleobotânico do STRI, Carlos Jaramillo, e outro dos autores da pesquisa.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • A questão é que as alterações climáticas drásticas (como as que estão a ocorrer actualmente) dão origem à extinção de espécies em massa, e a espécie humana não é imune a essa extinção, tanto porque depende enormemente da biodiversidade e da saúde do ecossistema para sobreviver, como pode ver-se directamente afectada e ser ela própria extinta devido a possíveis condições ambientais incompatíveis com a sobrevivência da nossa espécie…

  1. Segundo o artigo, as alterações drásticas deveram-se a uma súbita mudança na altitude dessa zona devido a uma elevação tectónica de 2000 para 4000 metros.
    Nada tem a ver com as alterações climáticas originadas pelo Homem.

  2. Como é possível afirmar que o fóssil tem 10 milhões de anos? O carbono 14 não está preparado para discutir estes assuntos, de datas tão díspares. Em minha opinião é mais um artigo para entreter.

RESPONDER

Cotrim Figueiredo diz que "foi um excelente arraial". PCP diz que IL "mordeu a língua"

O líder da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, não acata as críticas feitas ao arraial do partido, que diz ter sido "excelente". Aliás, até já está a pensar no próximo. "Vou dizer aqui uma coisa …

Portugal vai seguir a "lógica da escada" no Euro 2020?

Há 25 anos, a seleção nacional iniciou uma sequência curiosa em fases finais de Europeus de futebol. Se prolongar essa sequência, não vai passar dos quartos-de-final neste torneio. Ou só chegará aos oitavos-de-final. Portugal participou até …

Há pelo menos 8.700 alunos em isolamento por causa da covid-19

Há pelo menos 8.700 alunos em isolamento profilático por causa da covid-19. Só na região de Lisboa e Vale do Tejo são 6.407. Há, neste momento, pelo menos 8.700 alunos de quarentena, dos quais mais …

Sporting: equipa de futsal disputou 48 jogos e perdeu...zero

Turma de Alvalade recuperou o título nacional, na época em que foi campeão europeu e em que também venceu a Taça da Liga. Em 40 minutos, nunca perdeu. O Sporting é o novo campeão nacional de …

Produtos químicos presentes em alimentos e cosméticos reduzem fertilidade

As taxas de natalidade estão a diminuir no mundo inteiro. Em todos os países europeus, estão a cair os chamados "níveis de reposição populacional", ou seja, o número de filhos necessários por mulher para manter …

"Surreal". Problema informático na DGS atrasa resultados dos eventos-teste

Para já, ainda não foram tiradas conclusões dos quatro eventos-piloto de abril e maio, organizados pelo Governo em articulação com a DGS. Um problema informático pode estar na origem do atraso. Há uns meses foi avançado …

Costa contraria Marcelo, mas este avisa que o "Presidente nunca é desautorizado pelo primeiro-ministro”

O Presidente da República disse na segunda-feira que “por definição, o Presidente nunca é desautorizado pelo primeiro-ministro”, depois de António Costa ter dito que ninguém pode garantir que não se volta atrás no processo de …

Um em cada quatro portugueses deixou de recorrer ao SNS por receio da pandemia

Um em cada quatro portugueses deixou de recorrer ao Serviço Nacional de Saúde no ano passado, por medo de contagio com o novo coronavírus, e mais de dois terços consideram que o SNS tem respondido …

Evolução genética pode estar a tornar-se cada vez mais obsoleta

Um novo estudo sugere que a evolução humana já não está estritamente ligada aos genes e supõe que a cultura pode estar a conduzir a evolução mais rápido do que as mutações genéticas podem funcionar. Tendo …

ALMA descobre a primeira gigantesca tempestade de buracos negros

O telescópio Atacama Large Millimeter Array (ALMA) detetou um forte vento galático impulsionado por um buraco negro supermassivo há 13,1 mil milhões de anos. Os investigadores salientam que este é o exemplo mais antigo alguma vez …