Fósseis mostram que as borboletas são bem mais antigas do que pensávamos

Fósseis recentemente descobertos na Alemanha mostram que as borboletas estão no planeta há pelo menos 200 milhões de anos – mais tempo do que se pensava.

Uma equipa de investigadores descobriu restos microscópicos destes animais no interior de uma rocha antiga na cidade de Hannover, na Alemanha.

Tratam-se de escamas do tamanho de um grão de poeira, que cobriam as suas asas, explicou o professor Bas van de Schootbrugge, da Universidade de Utrecht, na Holanda.

Os cientistas usaram ácido para dissolver estas rochas, deixando pequenos fragmentos, que incluíam essas escamas “em perfeito estado de preservação”.

Esta descoberta afasta o período até então utilizado como referência para a origem dos Lepidópteros, um dos grupos de insetos mais estudados e no qual se incluem as borboletas e as traças.

A partir desta pesquisa, publicada na revista científica Science Advances, os investigadores acreditam que vão poder aprender mais sobre a conservação destes animais a partir do estudo da sua evolução primitiva.

Vida antes das flores

Durante esta investigação, a equipa descobriu algo surpreendente. Segundo os cientistas, algumas das traças e borboletas daquele tempo pertenciam a um grupo vivo até hoje, com línguas compridas que funcionam como tubos para sugar o néctar das flores.

“Estas descobertas fazem a evolução deste grupo – que tem línguas em formato de longos tubos – recuar aproximadamente 70 milhões de anos”, disse van de Schootbrugge. “E mostram que este espécime, que supostamente se desenvolvia juntamente com as flores, é, na verdade, muito mais antigo“, acrescenta.

No período Jurássico, o mundo era dominado por plantas gimnospérmicas, tal como as coníferas, que produziam um néctar adocicado para capturar o pólen presente no ar. Os insetos primitivos podem ter-se alimentado desse néctar antes de as plantas com flores surgirem, há cerca de 130 milhões de anos.

Russell Garwood, da Universidade de Manchester, no Reino Unido – e que não tem relação com o estudo -, afirmou que sempre se presumiu que a parte da boca usada para sugar o néctar se tinha desenvolvido com as flores que esses animais polinizam.

“Esta nova descoberta sugere que essa parte da boca talvez tenha tido outro papel antes de as plantas com flores se desenvolverem”, declara.

Presença global

O estudo dá pistas de como as borboletas e traças se espalharam pelo mundo, chegando a todos os continentes, com exceção da Antártida. Por exemplo, os Lepidópteros primitivos sobreviveram à extinção em massa registada no período Triássico, que eliminou muitos outros seres vivos.

Segundo Timo van Eldijk, também da Universidade de Utrecht e principal investigador do estudo, o conhecimento obtido a partir destas novas descobertas vai ajudar a atualizar os esforços modernos de conservação.

A informação é “crucial para nos ajudar a reconstituir como as mudanças climáticas causadas pelo Homem poderão afetar os insetos e a sua evolução no futuro”, explica.

As borboletas são criaturas frágeis e, por isso, torna-se muito difícil encontrar fósseis. Para quebrar essa dificuldade, os cientistas têm usado como base amostras de ADN de exemplares modernos, que podem ser usados para criar uma árvore evolutiva.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Vem aí chuva de poeiras vindas do Norte de África

Este fim de semana, o sul de Portugal pode enfrentar uma chuva carregada de poeiras vindas do Norte de África. O IPMA explica que se trata apenas de uma deposição. Uma chuva de poeiras pode atingir …

Marcelo deverá vetar mudança de género aos 16 anos

O Presidente da República deverá vetar a lei que permite a mudança de género no registo civil aos 16 anos, por questionar não ser necessário um relatório médico. Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar a lei …

Nacionalidade automática para filhos de imigrantes há 2 anos em Portugal

Os filhos de imigrantes que vivam em Portugal há dois anos vão ser considerados portugueses originários, a não ser que declarem que não querem ser portugueses. Esta alteração vai "inverter a atual regra" e irá encurtar …

Eleições de 2019 com plano europeu para travar perturbações nas redes sociais

Em 2019, o objetivo central dos técnicos da "sala de situação" é proteger as infraestruturas de apoio ao processo eleitoral, nas europeias e as legislativas, ainda sem data marcada. O cenário internacional tem sido marcado pela …

PSD dá a Costa espaço para reformar o SNS sem o Bloco

O ministro-sombra da saúde de Rui Rio, Luís Filipe Pereira, está a preparar um documento estratégico sobre o SNS. O PSD pretende, assim, ir a jogo na discussão sobre o futuro do Serviço Nacional de Saúde. A …

O Benfica criou um plano para mandar no futebol português

Emails revelados pelo blogue do "Mercado de Benfica" mostram que os quadros do clube debateram entre si uma estratégia a cinco anos para influenciar e dominar as "diferentes áreas do poder da indústria" do futebol português, …

Governo admite baixar portagens para SUVS e crossovers

O ministro Pedro Marques admite passar carros SUV e crossover de classe 2 para 1 nas portagens, afirmando que a atual classe 2 "pode ser um bloqueio a viaturas mais eficientes". O ministro do Planeamento, Pedro …

Portugal continua no caixote do lixo da Moody’s

A Moody's não se pronunciou sobre a notação de crédito de Portugal. Nos próximos seis meses, continuará a ser a única agência a manter o país abaixo do "grau de investimento". A agência de notação financeira …

Consultor Constantino Sakellarides demite-se em divergência com ministro da Saúde

O consultor do ministro da Saúde, Constantino Sakellraideser, entregou, na quinta-feira, uma carta de demissão a Adalberto Campos Fernandes devido a divergências de pensamento. Constantino Sakellarides, o consultor do ministro da Saúde que, há dois anos, …

Kim Jong-un anuncia suspensão de testes nucleares e balísticos

O regime norte-coreano anunciou a suspensão dos testes nucleares a partir de sábado e o desmantelamento da base de Punggye-ri. Este gesto foi bem recebido pelos EUA e aliados, embora não dê indicação de que …