Fósseis mostram que as borboletas são bem mais antigas do que pensávamos

Fósseis recentemente descobertos na Alemanha mostram que as borboletas estão no planeta há pelo menos 200 milhões de anos – mais tempo do que se pensava.

Uma equipa de investigadores descobriu restos microscópicos destes animais no interior de uma rocha antiga na cidade de Hannover, na Alemanha.

Tratam-se de escamas do tamanho de um grão de poeira, que cobriam as suas asas, explicou o professor Bas van de Schootbrugge, da Universidade de Utrecht, na Holanda.

Os cientistas usaram ácido para dissolver estas rochas, deixando pequenos fragmentos, que incluíam essas escamas “em perfeito estado de preservação”.

Esta descoberta afasta o período até então utilizado como referência para a origem dos Lepidópteros, um dos grupos de insetos mais estudados e no qual se incluem as borboletas e as traças.

A partir desta pesquisa, publicada na revista científica Science Advances, os investigadores acreditam que vão poder aprender mais sobre a conservação destes animais a partir do estudo da sua evolução primitiva.

Vida antes das flores

Durante esta investigação, a equipa descobriu algo surpreendente. Segundo os cientistas, algumas das traças e borboletas daquele tempo pertenciam a um grupo vivo até hoje, com línguas compridas que funcionam como tubos para sugar o néctar das flores.

“Estas descobertas fazem a evolução deste grupo – que tem línguas em formato de longos tubos – recuar aproximadamente 70 milhões de anos”, disse van de Schootbrugge. “E mostram que este espécime, que supostamente se desenvolvia juntamente com as flores, é, na verdade, muito mais antigo“, acrescenta.

No período Jurássico, o mundo era dominado por plantas gimnospérmicas, tal como as coníferas, que produziam um néctar adocicado para capturar o pólen presente no ar. Os insetos primitivos podem ter-se alimentado desse néctar antes de as plantas com flores surgirem, há cerca de 130 milhões de anos.

Russell Garwood, da Universidade de Manchester, no Reino Unido – e que não tem relação com o estudo -, afirmou que sempre se presumiu que a parte da boca usada para sugar o néctar se tinha desenvolvido com as flores que esses animais polinizam.

“Esta nova descoberta sugere que essa parte da boca talvez tenha tido outro papel antes de as plantas com flores se desenvolverem”, declara.

Presença global

O estudo dá pistas de como as borboletas e traças se espalharam pelo mundo, chegando a todos os continentes, com exceção da Antártida. Por exemplo, os Lepidópteros primitivos sobreviveram à extinção em massa registada no período Triássico, que eliminou muitos outros seres vivos.

Segundo Timo van Eldijk, também da Universidade de Utrecht e principal investigador do estudo, o conhecimento obtido a partir destas novas descobertas vai ajudar a atualizar os esforços modernos de conservação.

A informação é “crucial para nos ajudar a reconstituir como as mudanças climáticas causadas pelo Homem poderão afetar os insetos e a sua evolução no futuro”, explica.

As borboletas são criaturas frágeis e, por isso, torna-se muito difícil encontrar fósseis. Para quebrar essa dificuldade, os cientistas têm usado como base amostras de ADN de exemplares modernos, que podem ser usados para criar uma árvore evolutiva.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas captam "cantar" de plataformas de gelo na Antártida

A União Americana de Geofísica publicou um vídeo da plataforma de gelo Ross, na Antártica, a "cantar". Os tons sísmicos podem ser usados para monitorizar as alterações nas plataformas de gelo. Exploradores polares registaram sons extraordinários …

Misterioso raio cósmico detetado incrivelmente perto da Terra

Uma estranha rajada de ondas de rádio detetada no espaço foi rastreada até uma galáxia a 120 milhões de anos-luz do nosso planeta - a nível astronómico, esta é uma distância incrivelmente curta da Terra. …

Primeira missão europeia a Mercúrio lançada com cientista e tecnologia portuguesas

A primeira missão europeia que vai estudar Mercúrio, o planeta mais pequeno e mais próximo do Sol, vai ser lançada no sábado, e nela participa uma cientista e uma empresa portuguesas. A astrofísica Joana S. Oliveira …

Sertanense vs Benfica | Águias passam sem dificuldade

O Benfica venceu hoje o Sertanense, do Campeonato de Portugal, por 3-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, em que Jonas voltou a ser titular e a marcar ao fim …

Quase todo o património da UNESCO no Mediterrâneo ameaçado pela subida das águas

O aumento da erosão costeira devido à subida do nível das águas está a pôr em risco quase todos os monumentos reconhecidos como Património da Humanidade que se localizam na zonas baixas da costa do …

Carne podre e cadáveres que explodem por falta de eletricidade na Venezuela

Em Maracaibo, na Venezuela, a energia elétrica falha constantemente. Nos mercados, há carne podre à venda, mas ainda assim a procura aumenta. Porquê? "O que fazer, se é mais barato?" A Venezuela atravessa, desde 2014, uma …

Ministro da Administração Interna não emitiu despacho de alerta para a Leslie

Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna, não emitiu o despacho de alerta que podia reforçar os meios de proteção e socorro durante a tempestade que atingiu Portugal. A decisão poderia ter tido impacto junto das …

Trump ameaça fechar fronteira com o México

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta quinta-feira fechar a fronteira entre os Estados Unidos e o México, numa altura em que milhares de migrantes atravessam a pé vários países da América Central na esperança …

Rendas vão ter duração mínima de um ano

Apresentada pelo PS, a medida já foi aprovada e prevê que contratos de arrendamento tenham um prazo mínimo de um ano e que se renovem por mais três anos, não havendo dados em contrário. O Parlamento …

Mais de 12 mil jovens vão viajar gratuitamente pela Europa

Os jovens escolhidos vão poder viajar de comboio até 30 dias e visitar entre um a quatro destinos. Os requisitos: ter completado 18 anos este ano e ser cidadãos europeus. A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, …