Fósseis mostram que as borboletas são bem mais antigas do que pensávamos

Fósseis recentemente descobertos na Alemanha mostram que as borboletas estão no planeta há pelo menos 200 milhões de anos – mais tempo do que se pensava.

Uma equipa de investigadores descobriu restos microscópicos destes animais no interior de uma rocha antiga na cidade de Hannover, na Alemanha.

Tratam-se de escamas do tamanho de um grão de poeira, que cobriam as suas asas, explicou o professor Bas van de Schootbrugge, da Universidade de Utrecht, na Holanda.

Os cientistas usaram ácido para dissolver estas rochas, deixando pequenos fragmentos, que incluíam essas escamas “em perfeito estado de preservação”.

Esta descoberta afasta o período até então utilizado como referência para a origem dos Lepidópteros, um dos grupos de insetos mais estudados e no qual se incluem as borboletas e as traças.

A partir desta pesquisa, publicada na revista científica Science Advances, os investigadores acreditam que vão poder aprender mais sobre a conservação destes animais a partir do estudo da sua evolução primitiva.

Vida antes das flores

Durante esta investigação, a equipa descobriu algo surpreendente. Segundo os cientistas, algumas das traças e borboletas daquele tempo pertenciam a um grupo vivo até hoje, com línguas compridas que funcionam como tubos para sugar o néctar das flores.

“Estas descobertas fazem a evolução deste grupo – que tem línguas em formato de longos tubos – recuar aproximadamente 70 milhões de anos”, disse van de Schootbrugge. “E mostram que este espécime, que supostamente se desenvolvia juntamente com as flores, é, na verdade, muito mais antigo“, acrescenta.

No período Jurássico, o mundo era dominado por plantas gimnospérmicas, tal como as coníferas, que produziam um néctar adocicado para capturar o pólen presente no ar. Os insetos primitivos podem ter-se alimentado desse néctar antes de as plantas com flores surgirem, há cerca de 130 milhões de anos.

Russell Garwood, da Universidade de Manchester, no Reino Unido – e que não tem relação com o estudo -, afirmou que sempre se presumiu que a parte da boca usada para sugar o néctar se tinha desenvolvido com as flores que esses animais polinizam.

“Esta nova descoberta sugere que essa parte da boca talvez tenha tido outro papel antes de as plantas com flores se desenvolverem”, declara.

Presença global

O estudo dá pistas de como as borboletas e traças se espalharam pelo mundo, chegando a todos os continentes, com exceção da Antártida. Por exemplo, os Lepidópteros primitivos sobreviveram à extinção em massa registada no período Triássico, que eliminou muitos outros seres vivos.

Segundo Timo van Eldijk, também da Universidade de Utrecht e principal investigador do estudo, o conhecimento obtido a partir destas novas descobertas vai ajudar a atualizar os esforços modernos de conservação.

A informação é “crucial para nos ajudar a reconstituir como as mudanças climáticas causadas pelo Homem poderão afetar os insetos e a sua evolução no futuro”, explica.

As borboletas são criaturas frágeis e, por isso, torna-se muito difícil encontrar fósseis. Para quebrar essa dificuldade, os cientistas têm usado como base amostras de ADN de exemplares modernos, que podem ser usados para criar uma árvore evolutiva.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Primeiro não flutuava. Agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …