Há uma enorme probabilidade de estarmos sozinhos no Universo

(dr) STScI / NASA / ESA

Há milhares de milhões de galáxias no Universo e cada uma delas contém milhares de milhões de estrelas e muitos milhares de milhões de planetas. Portanto, é comum pensarmos que a existência de outras formas de vida pode ser bastante plausível.

Apesar disso, ainda não foi encontrada nenhuma outra forma de vida no Universo. Este facto levou o astrofísico italiano Enrico Fermi a questiona em 1950 onde estariam todos os seres alienígenas. A teoria, conhecida como Paradoxo de Fermi, ainda não tem solução.

Agora, um grupo de investigadores do Instituto do Futuro da Humanidade da Universidade de Oxford, no Reino Unido, têm procurado responder a esta questão.

Através do uso da famosa Equação de Drake – que tenta prever a possibilidade de civilizações inteligentes existirem no Universo -, os cientistas obtiveram uma probabilidade de outra forma de vida inteligente existir. Os resultados da pesquisa foram disponibilizados em pré-publicação no passado dia 8 de Junho no ARVIX.

“Encontrámos uma probabilidade substancial de estarmos sozinhos na nossa galáxia, e talvez até no nosso universo observável”, escreveram os pesquisadores liderados por Anders Sandberg. “‘Onde estarão?’ – provavelmente extremamente longe, muito além do horizonte cosmológico, impossíveis de alcançar algum dia”.

Os investigadores chegaram a esta conclusão reduzindo ao máximo as incertezas na busca por outras formas de vida, incluindo na pesquisa a “fatorizarão de mecanismos químicos e genéticos plausíveis”, como nota a revista Cosmos.

A equipa observou as correntes científicas de incerteza atuais que produzem valores para fatores na Equação de Drake, analisando depois os resultados.

De acordo com os investigadores, “o problema em ligar números à Equação de Drake, mesmo usando “o melhor palpite”, implica sempre utilizar certezas, resultando em estimativas enganosas“, explicaram à Motherboard.

“Por outro lado, distribuições de probabilidades permitem que o fator da incerteza esteja presente na própria equação”, acrescentaram.

Esta equação, formulada pelo astrónomo americano Frank Drake em 1961, tenta colocar uma estrutura analítica na afirmação de Fermi, estimando o número de civilizações inteligentes que podem existir no Universo, independentemente do facto de não as conseguirmos ver.

Esta operação matemática levou os investigadores a concluir que há uma probabilidade de 53% a 99,6% de estarmos sozinhos na nossa galáxia. E, dentro do Universo observável, as probabilidades variam entre 38% e 85%.

Mas, não podemos perder já as esperanças de encontrar outras formas de vida. Segundo os cientistas, esta conclusão “não significa que estamos sozinhos – na nossa galáxia ou universo -, apenas significa que é cientificamente muito plausível e isso não nos devia surpreender”, concluíram.

Caso nunca consigamos encontrar vida alienígena inteligente, não fique muito chateado. Afinal, as probabilidades nunca estiveram do nosso lado.

ZAP // IFLScience

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Este estudo (bem como o carácter afirmativo do VOSSO título na notícia) só revela a pequenez e egolatria tão abundante no ser humano atual.
    Só para contrastar um pouco, e como sei tanto (ou nada) como os pseudo inteligentes que fizeram o estudo, proponho o meu alternativo título: “A probabilidade de sermos os únicos seres (inteligentes e não inteligentes) no Universo é demasiado absurda”.

  2. Eu vejo a vida na terra como vida inteligente não quer dizer que seja o homem a vida inteligente mas sim toda a vida na terra é vida inteligente,o homem vai ao meio que o rodeia copiar, porque se não fosse a natureza o homem não era nada,é um bom copiador só isso.

  3. Claro que existe !
    As coisas são divulgadas e nem se apercebem.
    Os grandes é que mandão,
    Esses conhecimentos servem para existir novos produtos e mais sofisticados.
    Ontem não havia nada ,, hoje existem milhares de coisas a serem feitas no mundo inteiro sofisticadas.
    Metade é desenvolvida pelo homem e a outra tem de vir de algum lado.
    E digo mais….esse conhecimento extra veio dos estados Unidos .

  4. Talvez um pouco desfasado no tempo, porque só agora encontrei esta publicação, mas também gostaria de opinar.
    O estudo apontado é muito pertinente e, embora essa eventual realidade fosse deitar por terra um outro universo – o dos negócios associados ao tema – eu acho de uma pequenez também absurda o pensamento de que “imperativamente” tem de haver outras vidas, inteligentes ou não.
    A pequenez só resultante de uma forma de pensamento ligeira e que não se detém perante a infinidade e grandeza dos eventos que foram necessários para que, aqui na Terra se chegasse ao ponto em que estamos.
    De facto é muito mais confortável alimentar a certeza de que tudo é muito simples e que a vida abunda pelo cosmos e que, mais dia menos dia lá virão as grandes naves com tripulações em pele de lagarto e novos conceitos para nos distrair dos nossos erros.

RESPONDER

Tubarões reúnem-se todos os anos em Israel (e não se sabe porquê)

Um grupo de investigadores iniciou a quinta temporada de um estudo de um fenómeno incomum: uma concentração de tubarões num lugar na costa mediterrânea de Israel. Os funcionários da Estação de Investigação Mrina Morris Kahn, da …

Casa Pia 0-3 FC Porto | Jogo desbloqueado na segunda parte

O FC Porto venceu hoje o Casa Pia por 3-0, na segunda jornada do Grupo D da Taça da Liga, mas precisou de 50 minutos para fazer o primeiro golo ao penúltimo classificado da II …

Quanto vale a vida do seu cão (e a importância que isso tem)

Quanto vale a vida do seu cão? A resposta a esta pergunta pode ser mais importante do que aquilo que pensa e pode mudar drasticamente o preço que pagamos pela sua saúde e bem-estar. Os norte-americanos …

Asteróide passará esta sexta-feira pela Terra a 27.000 km/hora

Um asteróide de grandes dimensões passará pela Terra, atingindo o seu ponto mais próximo do nosso planeta esta sexta-feira, dia 6 de dezembro. O corpo celeste, importa frisar, não representa qualquer perigo para o Homem. …

Banco de França vai testar moeda digital em 2020

O governador do Banco de França anunciou na quarta-feira o lançamento de testes no próximo ano para uma moeda digital, que pode servir de precedente para uma iniciativa do mesmo tipo à escala da zona …

Atlético de Madrid na corrida por Gabigol

O Atlético de Madrid entrou na corrida pela contratação de Gabigol, o artilheiro que está ao serviço do Flamengo por empréstimo do Inter de Milão. A notícia é avançada pelo jornal italiano Gazzetta Dello Sport, …

Australiana condenada a prisão por ter mentido no currículo

Uma australiana de 45 anos foi condenada a um ano de prisão efetiva por ter mentido no seu currículo para conseguir uma vaga no Governo regional, conta esta quinta-feira a ABC Australia. Veronica Hilda Theriault foi …

Homem da comunicação de Rui Rio pertence à maçonaria

João Tocha, o homem que o líder do PSD escolheu para fazer parte da sua comunicação, é maçon, avança a revista Visão esta quinta-feira. Em declarações à Visão, João Tocha, iniciado no Grande Oriente Lusitano …

Marco Silva despedido do Everton

O treinador português Marco Silva foi hoje despedido pelo Everton, clube da Primeira Liga inglesa de futebol, um dia depois do desaire por 5-2 no reduto do rival da cidade, o campeão europeu Liverpool. “O Everton …

Líder Supremo do Irão aprova medidas para reconhecer como "mártires" os mortos dos recentes distúrbios

O líder supremo do Irão aprovou as recomendações de um relatório oficial propondo o reconhecimento como "mártires" dos mortos nos recentes distúrbios no país sem que tenham "desempenhado qualquer papel", indicou esta quinta-feira o seu …