Desvendado o mistério das formigas que coleccionam crânios das inimigas

Adrian Smith

Exemplar de Formica archboldi, a formiga coleccionadora de crânios da Florida, junto a crânios de Odontomachus

Uma espécie de formigas inofensivas, chamada Formica archboldi, que habita nas florestas da Florida, é afinal um cruel “caçador de cabeças”, que mata formigas maiores com “escarros” ácidos e colecciona os seus crânios nos formigueiros.

Adrian Smith, autor de um novo estudo publicado esta sexta-feira na Insectes Sociaux, desvendou o enigma do comportamento das misteriosas formigas Formica archboldi, que vivem nas florestas da Flórida e noutras regiões dos EUA.

Em 1958, quando as Formica archboldi foram descobertas, os cientistas repararam em algo muito estranho: as redondezas dos formigueiros desta espécie até então desconhecida estavam sempre cobertas de cabeças de temíveis Odontomachus, grandes formigas das quais até as aranhas têm medo.

Ninguém sabia por que havia estes ‘restos mortais’ de Odontomachus nas colónias dos seus modestos primos ruivos”, explica Smith, entomologista da Universidade da Carolina do Norte, em Raleigh, nos EUA.

As formigas e outras espécies de animais sociais, tais como as abelhas e térmitas, surgiram ainda nos tempos dos dinossauros, e têm construído, ao longo das últimas centenas de milhões de anos de evolução, vários modos de vida – alguns dos quais bastante extravagantes.

Por exemplo, há formigas que cultivam há milhões de anos os mesmos cogumelos para comer. Alguns dos seus primos da Amazónia, por seu lado, abandonaram completamente as habituais colónias permanentes e passaram ao modo de vida nómada.

Inicialmente, Adrian Smith estava interessado nos sinais químicos usados por estas formigas para comunicar. O cientista descobriu que as Formica archboldi emitiam um conjunto de cheiros completamente diferente em comparação com outras representantes da espécie Formica.

Na maior parte dos casos, percebeu Smith, as feromonas das Formica archboldi eram parecidas com as das enormes Odontomachus, cujos crânios se encontravam armazenados nos formigueiros das primeiras. É uma coincidência estranha, do ponto de vista da evolução.

Normalmente, os insectos usam sinais para distinguir os membros da sua espécie, mas não tentam assemelhar a outros – excluindo, claro, as espécies parasitas. Além disso, as Odontomachus são consideradas predadores perigosas, pelo que seria mais lógico evitar encontros com elas.

Este dado levou Smith à ideia paradoxal de que as Formica archboldi poderiam caçar de propósito as suas temíveis primas gigantes, usando o seu cheiro como “camuflagem”. Então, os crânios deveriam ser não “decoração” casual das colónias de formigas ruivas, mas vestígios das suas “refeições”.

Para comprovar a sua teoria, Smith apanhou várias Odontomachus, colocou-as nas colónias de Formica archboldi, e descobriu a arma mortífera das “caçadoras”. As Formica matam as suas primas gigantes atirando-lhes jactos ácidos.

Um só “disparo” de ácido é suficiente para causar sérios traumas à Odontomachus, explica Smith. Em 70% dos casos, a predadora gigante fica paralisada — tornando-se presa fácil para a sua prima ruiva. Depois disso, o autor do “disparo” leva a sua vítima para a colónia, onde no dia seguinte é devorada pelos seus habitantes.

O que é interessante é que as espécias mais próximas da Formica archboldi não se comportam da mesma forma, apesar de a sua acidez também poder provocar a paralisia das Odontomachus.

Isso parece indicar que as formigas das florestas da Flórida evoluíram — de insetcos omnívoros para “caçadores de cabeças” especializados em devorar um dos mais perigosos invertebrados da floresta.

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 1-0 Boavista | “Leão” bate “Pantera” e é campeão!

O Sporting é campeão nacional. Dezanove anos depois e à boleia de um golo de Paulinho, os leões conquistaram o seu 19.º campeonato. O Sporting é o campeão nacional época 2020/21. A formação de Alvalade conquistou …

Nave da NASA começou a viagem de regresso à Terra (e vem com a barriga cheia de amostras do asteróide Bennu)

Osiris-Rex, a nave espacial da NASA que tem voado em redor do asteróide Bennu desde 2018, iniciou a sua viagem de regresso à Terra (e vem carregada de amostras espaciais). A nave espacial da NASA coletou …

Negacionistas ponderam vir a usar máscara (para se protegerem dos vacinados)

Uma nova teoria da conspiração argumenta que os vacinados vão "verter" certas proteínas prejudiciais para os não vacinados. A solução passa por usarem máscara e cumprirem o distanciamento social. Embora o uso de equipamento de proteção …

Falcon 10 X: o jato executivo com a maior cabine do mundo

Na semana passada, a Dassault Aviation anunciou mais um elemento da família Falcon, que tem a ambiciosa meta de ser a nova referência no mercado de aviação executiva. O Falcon 10X está agora entre os jatos …

Pandemia "roubou" habitantes a Nova Iorque, mas a cidade está a renascer novamente

A pandemia de covid-19 "esvaziou" cidades norte-americanas, que mostram agora possíveis sinais de renascimento, de acordo com uma análise que sugere que os deslocamentos do ano passado terão sido temporários. Os dados da Unacast, uma empresa …

"100% confirmado". Naufrágio perto de Malta é do submarino HMS Urge

Mergulhadores confirmaram a identidade de um submarino britânico que foi afundado por uma mina alemã perto de Malta, em 1942, pondo fim às especulações de que tinha naufragado por culpa de aviões de guerra italianos, …

Confrontos entre polícia e adeptos do Sporting junto ao estádio

Na noite da festa leonina, viveram-se momentos de grande tensão. Polícia e adeptos envolveram-se em confrontos junto ao Estádio de Alvalade, esta terça-feira. Adeptos do Sporting e elementos das forças de segurança entraram em confronto nas …

Tribunal não encontra credores do Banif no estrangeiro

Alguns credores do Banif que estão no estrangeiro ainda não foram notificados, segundo o anúncio de citação de credores residentes no estrangeiro, datado de 06 de maio. Caso não seja possível encontrá-los, em breve todos …

Novas reações nucleares nas ruínas de Chernobyl. São como "brasas numa churrasqueira"

Nas profundezas das ruínas da Central Nuclear de Chernobyl, 35 anos após o pior acidente nuclear da História, as reações de fissão nuclear começaram a surgir novamente. Uma equipa de cientistas do Safety Problems of Nuclear …

A moeda digital da China pode ser o futuro do dinheiro, mas levanta preocupações

A moeda digital da China pode ser o modelo do futuro do dinheiro, mas levante preocupações relativamente à estabilidade da economia mundial. A China está a registar um progresso promissor com os testes do yuan digital. …