Ford encomenda 12 frigoríficos ultrafrios para distribuir vacinas aos funcionários

Numa altura em que já são conhecidas algumas vacinas no combate à covid-19, a empresa americana antecipa-se e já encomendou 12 frigoríficos ultrafrios para armazenar as injeções e depois distribuí-las aos seus funcionários.

Neste sentido, a Ford espera pela disponibilidade da vacina ao público para se antecipar na prevenção de focos no local de trabalho. As medidas visam agilizar a vacinação aos funcionários que assim a desejarem.

Devido à necessidade de armazenar milhões de doses, a decisão da empresa automóvel, divulgada pela agência Reuters, veio em linha com os esforços dos estados norte-americanos e das empresas para se prepararem para receber as vacinas da Pfizer e da Moderna, que implicam temperaturas de armazenamento negativas. No caso da vacina da Pfizer, a temperatura de armazenamento é de -70º.

Ainda assim, e apesar dos funcionários das linhas de montagem serem considerados essenciais na maior parte dos estados, estes não se encontram na linha da frente no plano de vacinação, que prioriza os profissionais de saúde e a geriatria.

À Reuters, o representante da Ford não adiantou a que empresa foram adquiridos os frigoríficos ultrafrios. Ainda assim, os fabricantes destas arcas frigoríficas especiais já referiram à imprensa que existem já listas de encomendas com meses de espera.

Kelli Felher, representante da empresa, adiantou que a empresa está a “fazer isto para que possa disponibilizar a vacina aos funcionários que voluntariamente a desejem”.

A logística em torno da utilização dos frigoríficos ultrafrios, que irão ser recebidos pela empresa até ao final do ano, ainda está a ser trabalhada, mas a Ford já monitoriza nos locais de trabalho outras formas de prevenção do vírus.

Atualmente já estão implementadas parcerias com os serviços de saúde locais.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.