Físicos conseguiram criar o primeiro cristal do tempo

JanDerChemiker / Wikimedia

-

Cientistas dos EUA conseguiram construir um cristal do tempo que funciona, algo que nunca tinha sido observado na prática.

Simplisticamente, um cristal do tempo é um objeto que parece ter movimento enquanto está no seu estado fundamental, o estado de mais baixa energia. A ideia foi proposta em 2012 por Frank Wilczek, Nobel da Física em 2004, mas desde então o cristal só permaneceu possível na teoria.

A experiência dos investigadores da Universidade de Maryland (EUA) envolveu a criação de um sistema quântico, onde um grupo de iões forma uma estrutura em forma de anel no seu estado fundamental.

Para observar a movimentação, os investigadores usaram um sistema que muda com o tempo. Eles usaram iões de itérbio, prendendo-os num estado fora do equilíbrio que os mantinham num determinado local, com spins a interagir entre si. Em seguida, um laser foi usado para mudar o spin de alguns iões, criando oscilações contínuas.

Os resultados foram surpreendentes: depois de observar e permitir que o sistema quântico se desenvolvesse, as interações contínuas estavam a acontecer com o dobro da frequência original.

Uma vez que não havia nenhuma força em ação naquele período, a única explicação é que a simetria de translação do tempo foi quebrada, permitindo esses períodos mais longos. Por outras palavras, eles criaram um cristal do tempo.

O curioso sobre o cristal do tempo é que este não consome energia para produzir movimento, mas também não produz nenhuma energia. Não é possível extrair energia dessa movimentação, já que qualquer perturbação interromperia esse movimento.

A experiência, publicada no arXiv, precisa ainda ser reproduzida por outros laboratórios para confirmar a reprodutibilidade da pesquisa, mas ainda assim é notável que, em pouco anos, algo que parecia impossível passou a ser provável de acordo com a teoria e agora foi comprovado na prática.

Os cristais do tempo podem ser úteis no problema da memória quântica, impulsionando a pesquisa com computadores quânticos.

HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Algo tem de evoluir, até a terminologia.
    Cristal do tempo, faz o “spin” entre um “cluster” de iões, está provado, mas não produz energia.
    Moto continuo foi procurado exaustivamente desde há mais de 60 anos, mas mesmo as máquinas que aparentemente conseguiam ter vida ela resume-se a meses ou anos pois sempre havia uma razão externa para parar. Nunca delas então, tal como agora, foi possível extrair um nano-watt de energia. Mesmo a cold fusion nunca foi, para além de caça metais, uma miragem cientifica.
    Mas devemos encorajar todos aqueles que de forma séria buscam obter energia do “nada”.

    • Não me parece que fosse intenção produzir energia do nada.
      Se for verdade, teremos uma célula de memória autoalimentada para usar nos computadores ópticos.

RESPONDER

Casaco e guitarra de Kurt Cobain vão a leilão (e valem milhares de euros)

O casaco que o líder dos Nirvana usou no lendário concerto MTV Unplugged in New York vai ser leiloado, com um preço de venda estimado em 270 mil euros. Uma guitarra de Cobain pode ficar …

"50 sombras" da Idade Média. Páginas censuradas de um livro francês encontradas nos EUA

As páginas de um romance medieval foram descobertas nos arquivos da Diocese de Worcester, no estado norte-americano de Massachusetts.  Investigadores descobriram uma versão perdida de um romance medieval, que contém cenas eróticas. O poema francês - …

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …