Físico checo criou uma versão quântica do hotel esgotado com quartos infinitos

Em 1924, para demonstrar a natureza contra-intuitiva da ideia de infinito, o matemático David Hilbert propôs a ideia de um hotel com um número infinito de quartos que estão todos ocupados, e demonstrou que o hotel, mesmo estando completamente ocupado, poderia sempre acomodar mais hóspedes.

Embora não na forma de um verdadeiro hotel, feito de tijolo e cimento, o físico checo Václav Potoček, investigador do departamento de Teoria Quântica da Universidade de Glasgow, recriou agora um Hotel de Hilbert em versão quântica, usando um feixe de luz.

Na experiência de Hilbert, o matemático explica que, num hotel esgotado, mas com um número infinito de quartos, podem sempre ser criados quartos novos, e podem sempre ser alojados mais hóspedes, porque o gerente do hotel poderia simplesmente “mudar” todos os convidados atuais para um quarto novo e colocar mais hóspedes nos quartos que ficam vagos.

Hilbert propõe mesmo duas regras para a mudança dos hóspedes.

Com uma das regras, cria-se um quarto novo e todos os hóspedes mudam-se para o quarto com o número acima do quarto em que estão, deixando livre o quarto número 1 para receber mais hóspedes.

Com a outra regra, os hóspedes mudam-se para o quarto que tenha o número que seja o dobro do número do quarto em que estão, criando um número infinito de novos quartos e deixando livres os quartos ímpares.

No seu estudo, publicado na revista Physical Review Letters, a equipa de Václav Potoček propôs agora duas formas de modelar este paradoxo – uma teórica e uma experimental.

Ambas usam o número infinito de estados quânticos de um sistema quântico para representar o infinito número de quartos em um hotel.

A proposta teórica de Potoček usa o número infinito de níveis de energia de uma partícula num sistema quântico, conhecido como poço de potencial, enquanto a demonstração experimental usa o número infinito de estados de momento angular orbital da luz.

Václav Potoček, et al. / American Physical Society

O paradoxo de Hilbert por Potoček: quando as "pétalas" de luz na fila de cima (com um número infinito de valores) são multiplicadas por 3, o número de pétalas na fila de baixo triplica também (infinitamente).

O paradoxo de Hilbert por Potoček: quando as “pétalas” de luz na fila de cima (com um número infinito de valores) são multiplicadas por 3, o número de pétalas na fila de baixo triplica também (infinitamente).

Nó quântico no cérebro

O estudo de Potoček mostrou que, mesmo que não haja inicialmente um número infinito desses estados (salas), a amplitude dos estados (números de quartos) pode ser remapeada para o dobro dos valores originais, produzindo um número infinito de outros estados.

O fenómeno é contra-intuitivo: se duplicarmos um número infinito de coisas, obtemos infinitamente muito mais coisas.

Mas mesmo assim, como os físicos explicam, ainda faz sentido, porque a soma dos valores de um número infinito de coisas pode na verdade ser finita.

“Mesmo que haja uma quantidade infinita de ‘algo’, pode fazer sentido físico que as coisas que podemos medir ainda sejam finitas”, explica – ou tenta explicar –  Filippo Miatto, investigador da Universidade de Waterloo, no Canadá, e co-autor do estudo.

“Por exemplo, o estado coerente de um modelo de laser é obtido com um número infinito de estados, mas à medida que o número de fotões em cada um dos estados aumenta, as amplitudes diminuem”, explica Miatto à Phys.org, “e ao fim do dia, quando somamos tudo, a energia total é finita“.

“O mesmo pode acontecer para todas as outras propriedades quânticas, o que não é estranhar” para quem está habituado a lidar com os conceitos da física quântica, conclui o investigador.

Para todos os outros, um pequeno nó quântico no cérebro.

Aplicação prática

Os físicos mostraram também que este remapeamento pode ser feito não apenas duplicando, mas também triplicando, quadruplicando, etc., os valores dos estados.

Na experiência com o laser, estes procedimentos produziram “pétalas” de luz visíveis, que correspondem ao número dos estados que foram multiplicados.

A capacidade de mapear novamente os estados de energia deste modo poderia ter extraordinárias aplicações no processamento de informação clássico ou quântico.

Por exemplo, poderia ser usada para aumentar o número de estados produzidos, ou para aumentar a capacidade de informação de um canal de comunicação.

Brevemente, a sua internet e televisão chegará lá a casa em fibra… quântica.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E assim se deu origem aos sistemas de armazenamento infinitos que mais tarde vieram a permitir o “download” instantâneo da mente humana num suporte físico… infelizmente, atrasados durante séculos devido a interesses da industria tecnológica na altura.

    In Museu de Engenharia Quântica 2415

RESPONDER

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …

Centro Hospitalar Lisboa Norte vai alargar uso de medicamento para fibrose quística a mais cinco doentes

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), Luís Pinheiro, disse hoje que a instituição já usa há cerca de um mês um novo medicamento para a fibrose quística, que poderá chegar em …