“Física do espirro” explica por que motivo usar viseira não chega

As viseiras não oferecem proteção suficiente contra a covid-19, principalmente se forem usadas sem máscara. No entanto, cientistas da Universidade de Fukuoka, no Japão, estão a tentar criar protetores faciais suficientemente seguros para serem usados sozinhos.

De acordo com o Phys, a equipa da Universidade de Fukuoka, no Japão, está focada em analisar o que acontece como fluxo do ar ao redor das viseiras quando alguém espirra perto da pessoa que a está a utilizar.

Os espirros são particularmente interessantes nesta investigação porque produzem um fenómeno conhecido como anéis de vórtice. Em comunicado, Fujio Akagi explicou que estes redemoinhos são “produzidos por uma ejeção instantânea de fluido a partir de um orifício circular”.

Quando uma pessoa espirra, os anéis de vórtice podem capturar partículas microscópicas, que também são geradas pelo jato. Se alguém estiver a cerca de 1 metro de quem espirrou, acabará inevitavelmente por entrar em contacto com as gotículas emitidas, mesmo se estiver a usar uma viseira.

“As partículas são transportadas para as bordas superior e inferior da viseira”, explicou Akagi, acrescentando que estas viajam pelo espaço muito rapidamente, entre 0,5 a 1 segundo após o espirro. “Se esse tempo de chegada estiver sincronizado com a inalação, a pessoa que estiver a usar a viseira inalará as gotas”, constatou o investigador.

(dr) Fujio Akagi, Isao Haraga, Shin-ichi Inage, and Kozaburo Akiyoshi

Os investigadores acreditam que esta investigação, cujo artigo científico foi publicado na Physics of Fluids, prova que as viseiras, por si só, não são eficazes na proteção contra a covid-19. Neste sentido, a equipa pretende estudar formas de aprimorar o acessório.

“Queremos contribuir para manter as pessoas protegidas contra infeções. Acreditamos que um dia, no futuro próximo, os profissionais da área médica serão capazes de prevenir a infeção usando apenas um protetor facial e uma máscara comum ou, idealmente, apenas uma viseira”, disse Akagi.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Tanta complicação, quando tudo isto se resolve com um braço à frente quando se espirra.

    Espirrar com viseira nem é possível evitar a propagação. Se for com a máscara, ainda dá para colocar o braço, mas é este último que evita a propagação, e não a máscara….

RESPONDER

Mais de 246 mil eleitores vão hoje às urnas. Lisboa é o concelho com mais inscritos para voto antecipado

Os portugueses começam este domingo a deslocar-se às urnas, uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para o qual se inscreveram mais de 246 mil eleitores. Lisboa é …

Profissionais de saúde começam hoje a receber segunda dose da vacina

Até sexta-feira, tinham sido vacinadas 106 mil pessoas em Portugal continental, incluindo utentes e funcionários de lares de idosos. Os primeiros profissionais de saúde que foram vacinados contra a covid-19 no final do ano vão começar …

Garcia de Orta alerta para risco de pré-catástrofe. Hospital de Loures com doentes ventilados na urgência

O Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, apresentava, este sábado, um total de 169 doentes com covid-19 internados, dos quais 18 em cuidados intensivos. Já o Hospital de Loures tinha 187 doentes com covid-19 …

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …