Finanças e Banco de Portugal deram luz verde às vendas do Novo Banco

António Cotrim / Lusa

O Fundo de Resolução, gerido pelo Banco de Portugal com nomeado pelas Finanças, acredita que a análise ao comprador evita dúvidas na venda de ativos.

As Finanças e o Banco de Portugal aprovaram a venda das casas pelo Novo Banco a preço de saldo. A edição deste sábado do Expresso dá conta de que o Fundo de Resolução validou as operações até março, opondo-se apenas a 12% das 194 transações propostas pela instituição, tendo em metade das restantes recomendado alterações às condições.

No caso dos dois pacotes de vendas de imóveis, o Fundo de Resolução aprovou os termos e as condições da transação, tendo-se pronunciado, ainda que apenas uma parcela dos ativos (cerca de 20%) estivesse sob o mecanismo que arrisca 3,89 mil milhões de euros.

A Comissão Diretiva do Fundo de Resolução é presidida pelo vice-governador do Banco de Portugal, e inclui ainda um membro nomeado pelo Ministério das Finanças e outro em comum acordo entre o ministro e o governador.

Apesar disto, o Governo tem levantado dúvidas sobre as transações e, pela mão de António Costa, quer que sejam investigadas pela Procuradora-geral da República.

“Quando os adquirentes dos ativos são fundos de investimento ou fundos de private equity, o que se procura apurar é se o fundo em causa é um adquirente credível, nomeadamente tendo em conta as suas credenciais e o seu historial”, respondeu o Banco de Portugal ao semanário.

Dentro do banco, as operações foram aprovadas pelo Conselho de Administração executivo, encabeçado por António Ramalho, e pelo Conselho Geral e de Supervisão, sob o comando de Byron Haynes, segundo a carta enviada pela administração do Novo Banco ao grupo parlamentar do PSD.

Os imóveis vendidos por valores muito baixos estão no mercado ao dobro do preço, segundo o jornal Público, que avaliou um dos lotes do projeto viriato. Todos os imóveis foram negociados abaixo da avaliação do fisco, sendo que uma das casas valorizou num ano 72%.

Há casos em que o preço chegou a aumentar 34 vezes. Todos os imóveis que constam da lista publicada pela instituição bancária foram vendidas ao fundo das Caimão por preços muito inferiores aos da avaliação patrimonial da Autoridade Tributária.

O Novo Banco respondeu que “não contraditará comentários recentes até à divulgação dos resultados da auditoria em curso”, mas lembrou que, “num processo de venda em bloco de mais de oito mil fracções, haverá garantidamente inúmeras avaliações tributárias acima do valor de venda, como também haverá imensos casos que são abaixo. Faz parte do modelo de venda em bloco”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O Bosão de Higgs foi apanhado a fazer algo inesperado

Uma equipa de cientistas do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN) observou o Bosão de Higgs, a fazer algo inesperado: à medida que caía, esta parecia decompor-se numa combinação inesperada de partículas. De acordo com …

Feitos de estrelas. Os nossos ossos são compostos por estrelas que explodiram

Uma nova investigação concluiu que metade do cálcio do nosso Universo é oriundo de uma supernova rica em cálcio, que explodiu há milhões de anos. O novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista …

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …