Fim dos debates quinzenais aprovado. 28 deputados do PS e 5 do PSD votaram contra

Inácio Rosa / Lusa

PS e PSD aprovaram esta quinta-feira sozinhos o artigo que põe fim aos debates quinzenais com o primeiro-ministro no parlamento, que passa a ter presença obrigatória para responder sobre política geral apenas de dois em dois meses.

Apesar da aprovação, a votação dividiu as bancadas socialistas e social democrata: No PS, votaram contra 28 deputados e abstiveram-se outros cinco parlamentares, incluindo o próprio coordenador do grupo de trabalho de revisão do regimento, Pedro Delgado Alves.

Já no PSD votaram contra cinco deputados e vários outros anunciaram que apresentarão declarações de voto. A líder da JSD Margarida Balseiro Lopes, o deputado Pedro Rodrigues e o candidato à JSD Alexandre Poço já tinham manifestado que votariam contra.

Os restantes partidos – BE, PCP, PEV, PAN, IL, Chega – e as duas deputadas não inscritas votaram também contra a iniciativa, detalha o semanário Expresso.

O artigo alterado no Regimento da Assembleia da República que substitui os debates quinzenais por debates mensais com o Governo foi avocado para plenário pelo BE e PAN e mereceu o voto contra dos restantes partidos e deputadas não inscritas.

Não participaram nesta votação o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, nem o presidente do PSD, Rui Rio, por se encontrarem a participar, por videoconferência, na reunião do Conselho de Estado.

Pouco antes da votação, a direção da bancada parlamentar do PSD informou os deputados entender que se aplica a disciplina de voto nas votações sobre a redução dos debates com o primeiro-ministro, embora haja “o direito de discordar”.

“A matéria em apreço – a redução da frequência dos debates em exclusivo com o primeiro-ministro – é matéria sobre a qual existe o direito de discordar, mas não é matéria que justifique a não aplicação da disciplina de voto”, indicou o PSD num e-mail enviado aos deputados a que a agência Lusa teve acesso.

Também nesta quinta-feira, o antigo líder do PS José Sócrates reagiu à decisão, considerando “absolutamente inesperado” o fim dos debates quinzenais.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É uma pouca vergonha. Por isso é que o Livre, o Iniciativa Liberal e o Chega vão subir imenso nas próximas eleições. Os que existem estão todos combinados.

  2. Mas é exactamente por preverem que isso possa acontecer que lhes tiraram já a possibilidade de intervirem de 15 em 15 dias… Agora só de 2 em 2 meses.

  3. Não percebi esta iniciativa do PSD… o que terá passado pela cabeça do Rui Rio para quer diminuir o escrutínio ao Governo??

    • Isto é o Rio a precaver-se de ter de ir à Assembleia da República de 15 em 15 dias, caso alguma vez venha a ser primeiro-ministro. Quando era presidente da CMP era conhecida a sua aversão às assembleias municipais e às tropelias à democracia que por lá fez. Por exemplo, os moradores na Baixa que se fossem lá queixar do insuportável ruído nocturno causado pela horrorosa “movida” que ele lá instalou, tinham de levar com o seu cinismo, acusando-os ainda por cima de serem comunistas. O povo que se cuide e que pense duas vezes antes de alguma vez elegerem este sonsinho para chefe do governo. Vão lá pôr um tiranete…

      • Duvido que ele chegue a PM, mas, como lider da oposição, a sua obrigação é escrutinar o trabalho do governo; se nem isso faz!…

RESPONDER

PSD disse "não" ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme "impacto nacional"

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio. Na quarta-feira, quando …

Dezenas de pessoas estiveram presentes no último adeus do "sempre fundamental" Jorge Coelho

Várias dezenas de pessoas compareceram este sábado de manhã na Basílica da Estrela para a missa de corpo presente do antigo dirigente e ministro socialista Jorge Coelho, "um elemento sempre fundamental nos momentos mais difíceis …

Desconfinamento já se faz sentir nos internamentos. R(t) já está acima de 1

O número de casos está a aumentar e este efeito já se começa a sentir nos internamentos. Esta foi a segunda semana consecutiva com aumento de casos, com uma média de 495 novos casos diários. De …

Plano contra o racismo. Bloco de Esquerda é o único partido a favor de quotas no ensino superior

O Governo colocou em consulta pública o Plano de Combate ao Racismo e Discriminação, que prevê que alunos socialmente desfavorecidos poderão aceder ao Ensino Superior através de contingente especial. O Bloco de Esquerda é o …

Novo Banco vendeu carteiras ao melhor preço (e só depois avaliou conflitos de interesses)

A venda das três carteiras de crédito do Novo Banco em 2019 foi feita pelo preço mais alto e em conformidade com o Acordo de Capitalização Contingente (CCA), segundo a auditoria da Deloitte às operações. “Nos …

UE investiga possível ligação entre tromboses e vacina da Johnson&Johnson nos EUA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou esta sexta-feira ter iniciado uma investigação sobre casos de coágulos sanguíneos após toma da vacina da Johnson & Johnson/Janssen contra a covid-19, antes de o fármaco estar disponível …

Cabras

"É um terror. Nunca vi disto". Relâmpago matou 68 cabras no Alto Minho

Um relâmpago matou 68 cabras na freguesia de Gondoriz, em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo. O pastor que perdeu os animais, Dário Silva, diz que, em "40 anos de serra", nunca viu …

Placa de pedra da Idade do Bronze poderá ser o mapa mais antigo da Europa

Uma placa de pedra da Idade do Bronze, redescoberta em 2014 em França, poderá ser o mapa tridimensional mais antigo já conhecido da Europa. De acordo com a BBC, a laje de pedra, conhecida como placa …

TAP conclui programa de rescisões (e lança nova ronda de medidas para evitar despedimento coletivo)

A TAP concluiu o programa lançado para redimensionar o corpo de trabalhadores da companhia e ficou com 750 postos de trabalho preservados e 690 adesões ao programa voluntário de medidas laborais. Num comunicado interno assinado pelo …

Segunda fase da vacinação. Peritos propõem extensa lista de novas (e raras) doenças

A segunda fase de vacinação contra a covid-19 já arrancou em alguns centros de saúde. Os peritos estão a propor uma nova e extensa lista de doenças de maior risco que passam também a ser …