Filhos de divorciados vão poder ter dois encarregados de educação

A lei vai passar a contemplar de forma explícita que podem existir dois encarregados de educação no caso das crianças filhas de pais separados.

A mudança resulta da alteração do Código Civil, proposta pelo PS e apoiada pelo PSD, e vai estabelecer como regra a residência alternada. “O que a lei terá de fazer é incluir um princípio que mande a administração pública adaptar-se, nomeadamente havendo espaço para dois encarregados de educação ao mesmo nível”, explica ao Expresso Fernando Rocha Andrade, deputado do PS e autor do projeto de lei que será votado até junho.

Tanto o pai como a mãe já têm igual direito a receber as informações sobre a situação escolar dos filhos e a serem recebidos pelo diretor de turma ou da escola. Porém, a interpretação mais comum da lei e a sua aplicação prática traduzem-se na indicação de um único encarregado de educação, com quem as escolas estabelecem a comunicação mais oficial, convocatórias ou envio de avaliações.

O Estatuto do Aluno define as responsabilidades e deveres do encarregado de educação. O diploma indica o que deve acontecer em caso de divórcio ou separação: “Na falta de acordo dos progenitores, o encarregado de educação será o progenitor com quem o menor fique a residir”. No caso de a criança ou jovem viver em regime de residência alternada, deverão os pais decidir, “por acordo ou, na falta deste, por decisão judicial, sobre o exercício das funções de encarregado de educação”.

Para o presidente da Associação Nacional de Diretores de Escolas Públicas, o problema é que nos casos que terminam em conflito, muitas vezes não é claro nos acordos de regulação quem é o encarregado de educação. “Acabam por reclamar os dois e isso cria um problema para as escolas”, relata Filinto Lima.

Sem colocar objeções à possibilidade de serem nomeados dois encarregados de educação, o presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais desvaloriza a questão. “Não é uma preocupação que afete os pais, pois estes mantêm todos os direitos a serem informados da situação dos seus filhos.”

A argumentação é partilhada por Ricardo Simões, presidente da Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos, que entende que, tal como está redigido, o Estatuto do Aluno não impede a aceitação de dois encarregados de educação. O problema está nas escolas que “não cumprem nem a lei nem adotam boas práticas”, a maioria das vezes discriminando o pai.

Esta não é a única alteração pretendida pelo PS. O projeto de lei pretende garantir que, em todos os casos de regulação das responsabilidades parentais, seja aplicado por defeito o regime da residência alternada.

A lei atual prevê que seja este o modelo a adotar, mesmo não havendo acordo entre os progenitores. “Acreditamos que é um passo no sentido correto, garantindo que as crianças têm um envolvimento parental igualitário”, referiu o presidente da APIPDF.

Os especialistas dizem que este está longe de ser o modelo mais aplicado pelos tribunais. O mais comum é as crianças ficarem a residir com a mãe e passarem fins de semana alternados com o pai. Atualmente, a esmagadora maioria dos filhos de pais separados vive com um dos progenitores (por regra a mãe) e mais de metade dizem raramente ou nunca ver o outro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PS adia negociações com partidos de esquerda

Os socialistas vão adiar todas as reuniões com os partidos sobre as medidas para o Orçamento do Estado. O encontro com o BE estava marcado para amanhã e foi cancelado. O mesmo acontecerá com o …

Protestos continuam em Londres. Ativistas invadem centro financeiro

Centenas de ativistas pelo clima do grupo Extinction Rebellion invadiram esta segunda-feira o centro financeiro de Londres para manifestarem repúdio por as grandes corporações financiarem os combustíveis fósseis. Muitos manifestantes, protegidos da intensa chuva com lonas …

"Tenho muitas dívidas, muito financiamento por pagar"

Isabel dos Santos explicou em entrevista à Lusa a origem dos seus investimentos, salientando serem totalmente privados, o que a levou a criar muitas dívidas. Disse ainda que os empresários têm dificuldade em trabalhar e …

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …

Discurso da Rainha. Entre crime, saúde e imigração, o Brexit foi destaque

Várias propostas de lei relacionadas com o Brexit destacam-se no programa do governo britânico para os próximos meses apresentado esta segunda-feira pela rainha Isabel II no parlamento, o qual inclui a implementação de um eventual …

Conservadores polacos vencem legislativas com maioria absoluta

Os conservadores nacionalistas no poder na Polónia venceram as eleições legislativas com 45,16% dos votos, de acordo com os resultados oficiais que se referem à contagem de 82,79% das circunscrições. O partido conservador eurocético Lei e …

Ambulâncias rejeitadas no Hospital de Setúbal por sobrelotação das urgências

Ambulâncias que chegavam ao Hospital de São Bernardo, em Setúbal, durante a tarde de domingo, foram encaminhadas para outros hospitais. As urgências do centro hospitalar estavam sobrelotadas. Entre as 12h e as 16h30 deste domingo, o …

Professores regressam à greve ao trabalho extraordinário

A paralisação poderá comprometer as avaliações intercalares dos alunos, alertam os sindicatos que pedem o cumprimento do horário de 35 horas semanais. A greve dos professores ao trabalho extraordinário regressa esta segunda-feira às escolas, sem data …