Fiéis da IURD dizem-se vítimas de perseguição

jeso.carneiro / Flickr

Edir Macedo, fundador da IURD, terá montado um rede de adoção ilegal em 1990

Os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus dizem que estão a ser vítimas de humilhações públicas, insultos e ameaças físicas e verbais depois da reportagem da TVI, sobre os processos de adoção desta igreja.

Quem professa a fé na IURD diz sofrer na pele o impacto das reportagens da TVI que revelaram um alegado esquema de adoções ilegais levado a cabo na década de 90 pelo líder da Igreja.

Segundo o Diário de Notícias, após a divulgação da reportagem, um professora disse a uma criança de 7 anos, praticante da religião que a IURD é a “igreja dos tolinhos”.

De acordo com o pai da criança, “a professora tinha conhecimento de que professo a minha fé na IURD e terá feito comentários relacionados com a religião de forma crítica. Vivíamos no Centro do país quando surgiram estas reportagens e uma criança questionou a professora: “Existe uma Igreja que está a roubar os meninos?” E a professora dirigiu-se ao meu filho dizendo: “O teu pai pertence a essa Igreja?“. Quando ele disse que sim, os colegas passaram a tratá-lo de forma indiferente. Deixou de ter vontade de ir à escola”.

A família apresentou queixa à direção da escola, mas acabaram por se mudar para Lisboa. Os pais pretendem agora falar com a nova professora para evitar que a situação se repita.

Num outro caso relatado, duas mulheres de Almada receberam folhas com ameaças na caixa de correio.

“Pessoas da minha família que já não concordavam, agora com isto… deviam ter a coragem de pôr o nome. Tenho esta fé há 26 anos, provavelmente querem desviar-me da minha fé”, diz uma das vítimas. Tem a certeza de que nada na questão das adoções é ilegal.

Para mim são boatos. Conheço a Igreja há muito tempo, são pessoas que dizem a verdade”, cita a outra vítima. Também recebeu cartas ameaçadoras e garante que muitas pessoas que tinha convencido a frequentar a igreja deixaram de o fazer. “Sou uma pessoa muito ativa a defender a minha fé e toda esta situação prejudica-me pois sou muito conhecida em Almada”, denuncia.

O caso mais traumático é o do pai Paulo e a filha. Numa visita a um bairro onde estavam a divulgar a sua fé depois de uma troca de palavras com um habitante, Paulo foi agredido com um murro. Não fizeram queixa, mas também não voltaram o bairro.

À semelhança da maioria dos outros fiéis, Paulo não acredita nas notícias: “Há lá pessoas que conheço, já trabalhei com algumas. Conheço alguns dos jovens que foram adotados e não acredito que aquilo seja assim“.

Mas, quando se diz que também não tem provas do contrário, responde: “Quantos milhões de pessoas há na Igreja? E somos todos burros? E como é que alguém está 20 anos à espera para denunciar? Se fosse comigo ia logo à polícia”.

As histórias de dúvidas e humilhações são muitas mais, conta o DN, – como a de uma mãe e filha do Norte do país que foram agredidas pela família que as tentaram denegrir junto dos vizinhos. Ou de uma mulher do Porto que se diz insultada pelo marido e que saiu do trabalho onde estava porque a chefe a humilhava por integrar a Igreja.

Nenhum apresentou queixa às autoridades, mas todos apelam à liberdade religiosa.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Liberdade religiosa é uma coisa a que todos têm direito. Liberdade para enganar e extorquir o próximo em nome de Deus, é outra. A IURD refinou essa forma de ladroagem sem vergonha querendo depois passar por santinhos. Assistir a uma “cerimonia” no canal de TV desta canalha, é a coisa mais confrangedora que se possa imaginar. Os pastores fazem “milagres”á fartazana, e enquanto o rebanho joga as mãos ao céu, em baixo, no roda pé das imagens vai rolando o numero da conta bancária onde os “fiéis” podem depositar o dizimo.
    Ha anos atrás, venderam cornetas por um preço bem acima do plástico de que eram feitas. Quem não tivesse uma para soprar no dia do juízo final, estava tramado e ía direitinho para as brasas do inferno, e fico por aqui no que respeita este tipo de estratagemas “comerciais”.
    A verdade é que só “tolinhos”, e pobres de espirito se deixam aldrabar voluntariamente, e no fim esperam o quê? não ser “ridicularizados” por vizinhos e família ? … A coisa é simples. Se não querem ser lobos (parvos), não lhes vistam a pele…
    Só mais uma coisinha. Este tipo de vigarices, não foi inventado pela IURD. Ha muitos séculos que a coisa vem dando lucros.

  2. E são mesmo vítimas de perseguição – são perseguidos pela sua própria estupidez e ignorância!!
    Sao os crentes da IURD e os de qualquer outra religião/seita, mas realmente a IURD abusa mesmo dos seus palermas, perdao, crentes e só falta lhes falta chamar imbecis mesmo de caras, enquanto lhes sacam o dízimo!!

  3. A Dona Branca engavetaram-na logo que começou a ameaçar o sistema bancário. Este crápula do edir como está a esmifrar os pobres diabos de espirito, disse bem porque essa corja é diabólica, já o Estado nada faz para engavetar esse charlatão que tem desgraçado muitas famílias com promessas de atrasado mental!?Não há ninguém que mova um processo a esse escroque vendedor de lotaria que atravessou o atlântico trazendo o inferno aos portugueses que infelizmente se comovem com as patranhas desse impostor que nem impostos paga!?

RESPONDER

Há uma pequena galáxia a orbitar a Via Láctea (e ninguém sabe como foi lá parar)

Segue 1 é o nome da pequena galáxia que orbita muito perto da Via Láctea. O corpo celeste é fraco e de pequenas dimensões, tendo surpreendidos os cientistas - pois ninguém sabe ao certo como …

Morreu o virtuoso guitarrista português Phil Mendrix

Filipe Mendes, mais conhecido por Phil Mendrix, faleceu esta segunda-feira. A notícia foi confirmada pela página oficial do músico português no Facebook. Phil Mendrix, um dos mais virtuosos guitarristas nacionais, morre com apenas 70 anos. O …

Finalmente, a Matemática desvendou quem escreveu "In My Life" dos Beatles

Mais de 50 anos depois da criação da música "In My Life", um dos sucessos dos Beatles, a Matemática concluiu quem foi o autor da canção, depois de tanto John Lennon como Paul McCartney reclamarem …

Com 14 anos Ethan ainda não pode votar, mas já é candidato a governador nos EUA

Ethan Sonnebord ainda não pode votar, mas, aos 14 anos, é candidato do Partido Democrata ao cargo de governador do estado de Vermont, nos Estados Unidos. Ao contrário do que acontece na grande maioria dos estados …

China tenta travar divórcios com “período de reflexão”

Tribunais em toda a China estão a começar a impor aos casais que se querem divorciar um período de espera, de entre duas semanas e três meses, visando travar o aumento no número de separações. Segundo …

Descobertos novos geóglifos que podem reescrever história da Amazónia

Novos geóglifos descobertos no estado brasileiro do Acre reforçam a ideia de que havia uma numerosa população milenar e hierarquizada na Amazónia 2.500 anos antes da chegada dos europeus. Estes dados podem “reescrever” a história …

Ministro da Noruega demite-se após violar regras de segurança em viagem ao Irão

Per Sandberg foi obrigado a demitir-se por ter infringido as regras de segurança do Governo ao não informar sobre uma viagem privada ao Irão e por ter levado o telemóvel profissional. O ministro das Pescas norueguês, …

Bomba de 220 quilos da Segunda Guerra Mundial desativada em França

Uma bomba inglesa de 220 quilos, datada da Segunda Guerra Mundial, encontrada no fim de junho em Rouen, no noroeste de França, foi neutralizada neste domingo, anunciaram as autoridades locais. A operação foi realizada por agentes …

Agência do Ambiente pondera aplicar multas por ruído

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) está a analisar a aplicação de multas para o incumprimento das regras do ruído, obrigando as grandes cidades e infraestruturas de transportes a ter mapas e planos estratégicos para …

Pelo menos dois mortos e um milhão de pessoas afetadas por inundações nas Filipinas

Pelo menos duas pessoas morreram e uma desapareceu nas Filipinas devido a inundações que afetam mais de um milhão de pessoas após a passagem da tempestade tropical Yagi, informaram esta segunda-feira as autoridades. O centro e …