Fernando Pimenta é campeão do mundo em K1 1.000 (e aponta a “mais medalhas” do que os golos de Ronaldo)

1

Paulo Novais / Lusa

O canoísta português Fernando Pimenta

O canoísta Fernando Pimenta sagrou-se campeão mundial de K1 1.000 metros, ao bater o húngaro Balint Kopasz na final, nos Mundiais de Copenhaga, aumentando para dois os pódios de Portugal na Dinamarca.

Na pista quatro, Pimenta completou a prova em 3.25,82 minutos, superando o campeão olímpico Balint Kopasz por 67 centésimos.

O bielorrusso Aleh Yurenia conquistou o bronze, gastando mais 4,65 segundos do que o português numa “corrida de loucos”, como referiu Fernando Pimenta no final da prova.

Esta época, Fernando Pimenta foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos em Tóquio, no Japão, e foi vice-campeão da Europa.

Em Mundiais, em K1 1.000 metros, Fernando Pimenta foi campeão em 2018, em Montemor-o-Velho, ‘vice’ em 2017 na República Checa, bronze em 2015, em Itália, e em 2019, na Hungria.

Este é o segundo pódio de Portugal nos Mundiais, depois do bronze conquistado na canoagem adaptada, em VL2 200, por Norberto Mourão, que foi igualmente bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Em entrevista à SIC, Fernando Pimenta diz que ainda tem “potencialidade e força para conseguir mais algumas medalhas“.

Em entrevista recente à Rádio Renascença, o canoísta de Ponte de Lima deixou “o recado” de que vai “tentar ter mais medalhas do que o Cristiano Ronaldo tem golos“.

  ZAP // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.