No confronto de titãs, Félix desiludiu e ainda encostou cabeças com Messi

(cv)

 

João Félix e Lionel Messi desentenderam-se na vitória do Atlético de Madrid sobre o Barcelona. A imprensa espanhola criticou a exibição do internacional português.

O Atlético de Madrid derrotou o Barcelona, por 2-3, e eliminou os catalães nas meias-finais da Supertaça espanhola. Os ‘colchoneros’ protagonizaram uma grande reviravolta nos últimos minutos do encontro, mas o jogo acabou por ficar marcado por um desentendimento entre dois dos nomes mais badalados do futebol mundial.

Em cima do apito do árbitro para intervalo, o clima começou por aquecer entre João Félix e Jordi Alba. Numa disputa por uma bola aérea, o lateral do Barcelona não terá gostado do confronto físico com o português e empurrou o jovem jogador do Atlético de Madrid. Félix não se deixou ficar e quando Alba esticou o braço na direção do seu rosto, rapidamente afastou-o com vigor.

Segundos depois, o árbitro apitou para intervalo e quando se dirigia para o balneário, João Félix viu Lionel Messi dirigir-se na sua direção e trocaram algumas palavras. Mais uma vez, o internacional português fez frente ao jogador do Barcelona e os dois encostaram a testa uma na outra.

https://twitter.com/ElevenSports_PT/status/1215362430823473152

Instantaneamente começaram a chegar os colegas de equipas de ambos para acalmar os ânimos e separar os dois jogadores. Luis Suárez ainda foi pedir satisfações ao antigo jogador do Benfica, mas também acabou afastado da situação.

‘Remontada após remontada

Depois do Real Madrid se ter conseguido apurar para a final da Supertaça espanhola, restava a Atlético de Madrid e Barcelona disputarem o lugar restante.

O Barça entrou melhor na partida, mas os primeiros 45 minutos de jogo acabaram por ficar em branco. Jan Oblak ia mantendo a baliza do ‘Atleti’ inviolável e segurou a ofensiva do Barcelona com sucesso durante a primeira parte. Toda a ação do jogo estava reservada para o segundo tempo.

Koke deu lugar a Herrera e o espanhol quebrou o gelo aos 46 minutos. Após uma perda de bola de Artura Vidal a meio campo, os madrilenos saíram rapidamente em contra-ataque e Koke conseguiu inaugurar o marcador.

A resposta do Barcelona não tardou e Lionel Messi deixou a sua marca na partida com um golo aos 51 minutos. Entretanto, o argentino ainda fez o segundo golo, mas acabou sendo anulado com recurso ao VAR. A reviravolta no marcador dos catalães acabaria por se consumar aos 61 minutos, com Griezmann a atirar de cabeça para o fundo da baliza na recarga de uma defesa de Oblak.

O Barcelona viu mais um golo ser anulado por fora-de-jogo e o Atlético de Madrid aproveitou para surpreender o campeão espanhol. Neto derrubou Vitolo dentro da grande área e, na conversão da grande penalidade, Álvaro Morata não vacilou. Assim sendo, estava tudo igual no marcador aos 81 minutos.

Volvidos cinco minutos, o Atlético completou a segunda reviravolta no encontro. O guardião do Barcelona, Neto, fez uma defesa incompleta do remate de Ángel Correa e a bola acabou por ultrapassar a linha, apesar do esforço de Sergi Roberto em cortá-la.

A partida terminava, assim, com um 2-3 favorável aos ‘colchoneros, que defrontam o Real Madrid no final da competição.

Félix “a anos-luz do anterior ‘7’ do Atlético”

A imprensa espanhola não tardou a reagir ao resultado e, para além de mencionar o desentendimento entre Félix e Messi, destacou a exibição desapontante do português.

Perdido, sem conseguir fazer parte das situações de ataque do Atlético. Teve uma arrancada nos primeiros minutos. Na bola que tocou de seguida, caiu. E já não houve mais. À sua frente estava Griezmann. Ainda segue a anos-luz do anterior ‘7’ do Atlético, que por estas alturas já tinha passado por San Mamés e havia explodido”, escreveu o jornal desportivo AS.

“Chegou-lhe uma ocasião para criar perigo, mas teve pela frente um pé para travar o remate. Deixou um bom detalhe no que toca ao controlo. Aí sim, demonstrou que não se acanha perante ninguém”, escreveu, por sua vez, o jornal Marca.

Ainda esta semana, João Félix foi escolhido pela Marca para o onze de desilusões da primeira metade da época na La Liga. Com quatro golos em 19 jogos, Félix ficou até agora aquém daquilo que se esperava.

DC, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Situação complicada para João Félix que no fundo será o menos culpado de tudo isto, possivelmente poderá ser uma boa oportunidade para dirigentes do futebol antes de irem às compras pensarem bem no que vão fazer, dar 120 milhões por um principiante na bola é coisa de loucos, agora vão os nervos começar a apertar e a imprensa espanhola e não só a caírem-lhe em cima e o puto a ficar completamente desorientado, se a compra tivesse sido por 20 milhões já seria bem pago e não criaria tanta pressão sobre o rapaz e depois seria ver até onde conseguiria ir e então aí a parada subir ou descer consoante o desempenho.

  2. talvez a culpa é do clube que não se importou ou viu que nunca iria ser o que tanto se pagou por ele, milhões e desportista que estragou seu futuro

  3. Se foi “Numa disputa por uma bola aérea, o lateral do Barcelona não terá gostado do confronto físico com o português e empurrou o jovem jogador do Atlético de Madrid. Félix não se deixou ficar e quando Alba esticou o braço na direção do seu rosto, rapidamente afastou-o com vigor.”, acho muito bem que o português tenha respondido, pois o facto de ser um português e ser novo, não dá direito ao outro de se julgar melhor.

  4. Se fosse só futebol, não tinha importância nenhuma. O pior são as lavandarias. Isso é que nos afeta a todos! Os jogadores, coitados, são só mercadoria.

RESPONDER

Polícia do Rio de Janeiro matou cinco pessoas por dia em 2019

A polícia do Rio de Janeiro matou 1.810 pessoas em 2019, um recorde de cinco mortes por dia e um aumento de 18% em relação ao ano anterior, informou o Instituto de Segurança Pública (ISP) …

Governo dedica 20 milhões do Orçamento ao combate à violência doméstica

O orçamento total para combater a violência doméstica em 2020 é de 20,3 milhões de euros, adiantou na quinta-feira a ministra de Estado e da Presidência no Parlamento, Mariana Vieira da Silva, sublinhando o reforço orçamental …

Chega quer câmaras nas fardas e nos carros-patrulha

O Chega, liderado por André Ventura, apresentou um projeto de resolução a defender que os agentes das forças de segurança nacionais devem poder utilizar câmaras, que seriam introduzidas nas fardas e nos carros-patrulha. O partido liderado …

"Não tenho o apoio de Assunção Cristas", diz João Almeida

O candidato à liderança do CDS-PP defende que o partido deve, no imediato, fortalecer-se e depois participar numa "plataforma à direita" de alternativa ao PS, com o PSD, mas sem o Chega. "A alternativa à governação …

Campanha internacional quer salvar leões subnutridos em parque no Sudão

Várias fotografias de leões subnutridos no zoo de Al-Qureshi, no Sudão, atraíram a atenção de milhares de pessoas, que tentam agora salvar os animais. O fotógrafo Ashraf Shazly encontrou cinco leões malnutridos, enjaulados e sem …

Joacine Katar Moreira defende mais direitos para deputados não inscritos em partidos

A deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, defendeu nesta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos, durante uma reunião do grupo de trabalho para racionalizar os votos objecto de …

Nova universidade internacional de Soros pretende combater populismo e alterações climáticas

O filantropo multimilionário George Soros vai investir mil milhões de dólares (cerca de 904 milhões de euros) numa universidade internacional que terá como foco a oposição a governos autoritários e às alterações climáticas. Segundo avançou o …

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …

621 milhões de euros. Ministra reconhece que redução do défice no SNS ficou aquém

A ministra da Saúde reconheceu, esta sexta-feira, que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal. A ministra da Saúde, …