Há um felino nas florestas da Córsega que é metade gato, metade raposa

Dois guardas florestais de Asco, na Córsega, descobriram um felino que não conseguiram identificar: chamaram-lhe “gato-raposa”.

De pelo cinzento avermelhado e cauda com anéis escuros, o “ghjattu-volpe”, ou “gato-raposa”, rosna quando está dentro da gaiola. Há muito que se sabia que este felino vivia nas florestas da Córsega, mas a sua existência como espécie à parte ainda não foi oficialmente reconhecida.

Pierre Benedetti, guarda-chefe ambiental do Gabinete Nacional de Caça e Vida Selvagem (ONCFS), disse à AFP que, “para nós, é uma espécie selvagem natural, conhecida, mas não registada, porque é um animal extremamente discreto, com costumes noturnos. Esta é uma descoberta extraordinária“.

Segundo o Diário de Notícias, para chegar à zona da floresta onde o espécime foi encontrado, é preciso caminhar durante 45 minutos na paisagem rochosa e florestal do Vale Asco, um território “íngreme e montanhoso” com 25 mil hectares, onde até agora só foram identificados 16 gatos-raposa.

“Longe da presença do homem”, vivem onde há “água e uma cobertura vegetal para protegê-lo do seu principal predador”, a águia-real. os guardas florestais capturaram 12 destes animais, incluindo uma fêmea, para observação.

Depois de uma rápida observação, os animais foram libertados. “É um felino de pelo sedoso, muito semelhante ao gato doméstico, com 90 centímetros da cabeça até o final da cauda, orelhas muito largas, bigodes curtos, caninos muito desenvolvidos. As patas traseiras são pretas, cor vermelho-ferrugem na barriga, pelo denso e uma cauda com dois a quatro anéis e pernas dianteiras com listas”, explicou à AFP Carlu-Antone Cecchini, chefe de missão.

O nome gato-raposa surgiu graças ao comprimento da sua cauda. Benedetti acrescentou ainda que este felino tem sido visto em várias regiões da Córsega.

Um dos animais capturado por diversas vezes é um macho com quatro a seis anos, com um olho verde e outro castanho, a quem foi colocado um GPS, o que permitiu registar dados sobre a sua vida ao longo de 80 dias.

A equipa de Benedetti capturou inesperadamente, em 2008, um gato num galinheiro em Olcani, em Cap Corse. “Este animal pertence à mitologia dos nossos pastores, que nos disseram que os gatos da floresta atacaram as suas ovelhas e cabras. Dessas histórias, passadas de geração em geração, começámos a investigar”, contou Cecchini.

Em 2012, colocaram armadilhas escondidas que permitiram estabelecer um genoma e, através do seu ADN, foi enquadrado na categoria de gato selvagem europeu, “mas precisa de ser determinada a sua identidade”, apontou o cientista Pierre Benedetti.

Está ainda por descobrir a sua dieta alimentar. Há também a possibilidade deste gato “ter chegado durante a segunda colonização humana que remonta a 6.500 a.C. Caso esta hipótese seja confirmada, a sua origem estará no Oriente Médio.

Pierre Benedetti espera que, no máximo, dentro de quatro anos, “este gato seja reconhecido e protegido”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …

Comissão aprova levantamento da imunidade parlamentar a José Silvano

Fontes parlamentares dizem que o também secretário-geral do PSD é arguido no processo das falsas presenças no Parlamento. Silvano afirmou ter sido informado da decisão de levantamento da imunidade e que “nada tinha a opor”. A …

FC Porto está de olho em Santos Borré para o ataque

Rafael Santos Borré tem brilhado ao serviço do River Plate esta temporada. O FC Porto quer o avançado internacional colombiano para a próxima época. O FC Porto está interessado na contratação de Rafael Santos Borré para …