Há um felino nas florestas da Córsega que é metade gato, metade raposa

Dois guardas florestais de Asco, na Córsega, descobriram um felino que não conseguiram identificar: chamaram-lhe “gato-raposa”.

De pelo cinzento avermelhado e cauda com anéis escuros, o “ghjattu-volpe”, ou “gato-raposa”, rosna quando está dentro da gaiola. Há muito que se sabia que este felino vivia nas florestas da Córsega, mas a sua existência como espécie à parte ainda não foi oficialmente reconhecida.

Pierre Benedetti, guarda-chefe ambiental do Gabinete Nacional de Caça e Vida Selvagem (ONCFS), disse à AFP que, “para nós, é uma espécie selvagem natural, conhecida, mas não registada, porque é um animal extremamente discreto, com costumes noturnos. Esta é uma descoberta extraordinária“.

Segundo o Diário de Notícias, para chegar à zona da floresta onde o espécime foi encontrado, é preciso caminhar durante 45 minutos na paisagem rochosa e florestal do Vale Asco, um território “íngreme e montanhoso” com 25 mil hectares, onde até agora só foram identificados 16 gatos-raposa.

“Longe da presença do homem”, vivem onde há “água e uma cobertura vegetal para protegê-lo do seu principal predador”, a águia-real. os guardas florestais capturaram 12 destes animais, incluindo uma fêmea, para observação.

Depois de uma rápida observação, os animais foram libertados. “É um felino de pelo sedoso, muito semelhante ao gato doméstico, com 90 centímetros da cabeça até o final da cauda, orelhas muito largas, bigodes curtos, caninos muito desenvolvidos. As patas traseiras são pretas, cor vermelho-ferrugem na barriga, pelo denso e uma cauda com dois a quatro anéis e pernas dianteiras com listas”, explicou à AFP Carlu-Antone Cecchini, chefe de missão.

O nome gato-raposa surgiu graças ao comprimento da sua cauda. Benedetti acrescentou ainda que este felino tem sido visto em várias regiões da Córsega.

Um dos animais capturado por diversas vezes é um macho com quatro a seis anos, com um olho verde e outro castanho, a quem foi colocado um GPS, o que permitiu registar dados sobre a sua vida ao longo de 80 dias.

A equipa de Benedetti capturou inesperadamente, em 2008, um gato num galinheiro em Olcani, em Cap Corse. “Este animal pertence à mitologia dos nossos pastores, que nos disseram que os gatos da floresta atacaram as suas ovelhas e cabras. Dessas histórias, passadas de geração em geração, começámos a investigar”, contou Cecchini.

Em 2012, colocaram armadilhas escondidas que permitiram estabelecer um genoma e, através do seu ADN, foi enquadrado na categoria de gato selvagem europeu, “mas precisa de ser determinada a sua identidade”, apontou o cientista Pierre Benedetti.

Está ainda por descobrir a sua dieta alimentar. Há também a possibilidade deste gato “ter chegado durante a segunda colonização humana que remonta a 6.500 a.C. Caso esta hipótese seja confirmada, a sua origem estará no Oriente Médio.

Pierre Benedetti espera que, no máximo, dentro de quatro anos, “este gato seja reconhecido e protegido”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …