FDA aprova fármaco eficaz contra 5% de todos os tipos de cancro

Annie Cavanagh / Wellcome Images

Células cancerígenas

Células cancerígenas

A agência reguladora dos Estados Unidos aprovou um medicamento contra o cancro que pode ser usado em diversos tipos de neoplasia – não apenas nos tipos mais comuns (cancro de mama, intestino, pâncreas ou pele), mas genericamente em qualquer tipo de cancro.

A FDA, Food and Drug Administration, agência reguladora dos EUA, aprovou no dia 23 o primeiro medicamento de sempre que actua com base em alterações biológicas do tumor. O novo medicamento não é usado em função do órgão atingido pela neoplasia, mas de acordo com os traços biológicos do próprio tumor.

“Todas as abordagens anteriores ao tratamento do cancro baseavam-se no órgão atingido. O que é revolucionário neste fármaco é o facto de alvejar uma característica molecular do cancro, descoberta com exames relativamente simples”, explica Jacques Tabacof, coordenador de Oncologia Clínica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

Na prática, o medicamento, chamado pembrolizumabe e desenvolvido pela farmacêutica MSD, poderá ser usada em quaisquer tipos de tumor avançado que não respondam ao tratamento convencional, desde que a doença apresente a alteração molecular referida, que se encontra presente em 5% de todos pacientes.

Esta é uma percentagem relativamente reduzida de todos os pacientes com cancro, mas a perspectiva de haver agora mais uma arma que actua em todos os tipos de cancro é encorajadora, em particular contra os pacientes que hoje têm um arsenal exíguo à sua disposição, e abre o caminho para tratamentos futuros com uma abordagem semelhante.

Segundo um artigo publicado na Cancer Therapy Advisor, o medicamento é eficaz no tratamento de neoplasia em adultos e crianças com instabilidade de micro-satélite (MSI-H) ou dMMR, uma deficiência na reparação do ADN.

“A MSI-H é uma alteração nas células que dificulta a reparação no nosso ADN”, explica Jacques Tabacof, “que faz com que uma mutação perigosa, que normalmente seria reparada pelo organismo, continue incólume e possa originar um cancro”.

Mas essa mesma particularidade torna a neoplasia mais vulnerável à acção do pembrolizumabe, medicamento do grupo da imunoterapia, que actua estimulando as células de defesa do próprio organismo a identificarem o cancro e atacarem-no. Este princípio activo já era usado nos EUA contra o linfoma de Hodgkin e nódulos no pulmão.

PARTILHAR

RESPONDER

Em menos de um mês, moção de censura fez cair Governo sueco

O primeiro-ministro sueco foi destituído, esta terça-feira, pelo Riksdag (Parlamento) depois da aprovação de uma moção de censura ao seu Governo com 204 votos a favor e 142 contra. A moção de censura apresentada pela oposição …

Estrada onde morreram seis pessoas espera por obras há oito anos

A requalificação do Itinerário Complementar 8, onde esta segunda-feira morreram mais seis pessoas numa colisão frontal, já é reclamada há, pelo menos, oito anos. Na edição desta terça-feira, o Jornal de Notícias avança que, há cerca …

Vale e Azevedo fugiu para Londres em jacto privado para escapar à prisão

Vale e Azevedo, ex-presidente do Benfica, fugiu à justiça, para não cumprir mais uma pena de prisão, anuncia o Correio da Manhã. O advogado terá viajado num jacto privado apesar de declarar que vive com …

Preço do petróleo atinge máximos de quatro anos. PIB pode derrapar

O preço do petróleo superou ontem a fasquia dos 80 dólares, o valor mais alto dos últimos quatro anos. A subida pode não ficar por aqui. Só nos últimos 12 meses, o petróleo valorizou cerca de …

Director da PJ Militar e comandante da GNR detidos no caso do roubo de Tancos

A Polícia Judiciária deteve, nesta terça-feira, o director da Polícia Judiciária Militar, coronel Luís Augusto Vieira, e o comandante da GNR de Loulé, sargento Lima Santos, numa investigação relacionada com o furto de armas de …

Taxistas no sétimo dia de protesto. Reunião com assessor de Costa foi "manobra de diversão"

Taxistas de Lisboa, Porto e Faro cumprem o sétimo dia de protesto, mantendo-se os motoristas parados contra a entrada em vigor, a 1 de novembro, da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte …

Professora condenada a 5 anos de prisão por maus tratos a alunos

O Tribunal Judicial de Barcelos condenou, nesta segunda-feira, uma professora de duas escolas do 1.º ciclo do concelho a cinco anos de prisão, com pena suspensa, por dez crimes de maus tratos a alunos menores. A …

Fundadores do Instagram deixam a empresa em rutura com Zuckerberg

Os fundadores do Instagram, Kevin Systrom e Mike Krieger, vão deixar a empresa adquirida pelo Facebook em 2012 para "construir coisas novas". Em causa estarão também algumas tensões com o CEO Mark Zuckerberg.   “Vamos …

Universitários dormem na rua em protesto. "É urgente criar mais residências"

Esta segunda-feira, vários estudantes universitários do Porto dormiram na rua, uma iniciativa que pretende alertar para a situação que se vive devido à falta de alojamento. Estudantes da Universidade do Porto montaram, esta segunda-feira, um acampamento …

Infarmed vai continuar "forever and ever" em Lisboa

O presidente da câmara do Porto, o independente Rui Moreira, disse esta segunda-feira que "o Infarmed vai continuar forever and ever [para todo o sempre] em Lisboa", acusando o Governo, liderado pelo PS, de "sucumbir …