FC Porto vs Vitória Setúbal | Superioridade total do dragão

José Coelho / Lusa

O FC Porto não vacilou e regressou às vitórias na Liga NOS. Na recepção ao Vitória de Setúbal, os “dragões” venceram por 2-0, num jogo que esteve longe de ser espectacular e que valeu pela grande superioridade dos “azuis-e-brancos” ao longo dos 90 minutos, como a posse de bola, aliás, o demonstra.

Os sadinos pouco ou nada fizeram no ataque, não registando sequer um remate enquadrado, nas três tentativas. Héctor Herrera e Tiquinho Soares marcaram os golos, mas foi um defesa a brilhar mais intensamente que todos.

O Jogo explicado em Números

  • O FC Porto iniciou a partida a dominar intensamente. Os “dragões” registaram 79% de posse de bola nos primeiros 15 minutos de jogo e chegaram à vantagem precisamente em cima do primeiro quarto-de-hora. Após marcar em Moreira de Cónegos, Herrera voltou a facturar, desta feita de cabeça, em recarga a um primeiro remate de Adrián López, uma das novidades da noite.
  • A formação da casa chegava à vantagem ao primeiro remate enquadrado, num total de quatro disparos, três deles realizados dentro da área sadina, e chegava a esta fase com relevantes 92% de eficácia de passe.
  • Aos 29 minutos, contrariedade para o FC Porto, obrigado a substituir Danilo Pereira por Óliver Torres, por lesão do português. Nesta fase do jogo, chegada a meia-hora continuava a só dar Porto, com 75% de posse de bola, sete remates, três enquadrados, contra apenas um disparo (sem a melhor direcção) do Vitória.
  • O guarda-redes vitoriano, Cristiano, começava a destacar-se dos demais, fruto do grande volume de trabalho a que estava sujeito. O Porto somava já quatro remates enquadrados em nove por volta dos 40 minutos e o guardião já registava três defesas. Do lado portista, Alex Telles era o principal municiador de lances de ataque, em especial através de cruzamentos.
  • Vantagem portista na primeira parte totalmente justificada pelo intenso domínio da equipa da casa, expresso em posse de bola, remates e eficácia de passe, perante um Vitória de Setúbal muito encolhido e a falhar muitos passes (67% de eficácia), o que impedia o lançamento de transições rápidas, claramente a estratégia da equipa.
  • Herrera marcou o golo, mas Alex Telles era o melhor em campo ao intervalo. O brasileiro registava um GoalPoint Rating de 6.4, fruto, essencialmente, de três passes para finalização, três cruzamentos (um eficaz) e dois desarmes.
  • Tarefa mais complicada ainda para o Vitória, que perdeu Éber Bessa por segundo amarelo, e respectiva expulsão, aos 54 minutos, por o árbitro considerar simulação de falta. E em cima da hora de jogo, Jesús Corona quase fez o segundo, a cabecear por cima da barra quando tinha tudo para facturar.
  • Nesta fase, os “dragões” conseguiam ter, no segundo tempo, 86% de posse de bola, 91% de eficácia de passe, quatro remates, somente um enquadrado, contra o total vazio atacante dos forasteiros. O 2-0 era quase uma inevitabilidade, e este surgiu aos 65 minutos.
  • Num lance conduzido pelo flanco direito, Alex Telles – que havia ficado desse lado após cobrar um canto – cruzou com a precisão do costume e Tiquinho Soares, de cabeça, fez o golo, ao quarto remate que realizou na partida, primeiro enquadrado com a baliza contrária. O jogo ficava praticamente sentenciado.
  • O Vitória esboçou uma reacção após o golo, mas só conseguia colocar a bola na área portista através de lances de bola parada, algo de fácil resolução para os anfitriões, que ainda assim continuavam a registar 80% de posse de bola nesta fase.
  • Assim, o jogo encaminhou-se para o fim de forma arrastada, sem mais lances de grande perigo, o Vitória resignado à derrota, o Porto a abrandar o ritmo para resguardar-se fisicamente.

O Homem do Jogo

O brasileiro Alex Telles voltou ao registo que mais nos habituou. Num jogo em que não teve grande trabalho a nível defensivo – somou apenas três desarmes – o lateral esteve em destaque nos momentos ofensivos, terminando a partida com um GoalPoint Rating de 7.5, fruto, acima de tudo, de uma assistência em quatro passes para finalização, dois cruzamentos eficazes em sete realizados e somente cinco passes errados em 47. Na ausência de Brahimi, Telles foi o desequilibrador de serviço.

Jogadores em foco

  • Héctor Herrera 6.8 – O mexicano voltou a ser decisivo. Após garantir um ponto no terreno do Moreirense, com um golo ao cair do pano, o médio abriu o activo este sábado, sendo ainda o jogador mais activo, com 107 acções com bola. Para além disso, recuperou a posse sete vezes e acertou 95 dos 100 passes que tentou.
  • Cristiano 6.8 – O melhor dos sadinos foi o seu guarda-redes. Cristiano teve muito trabalho e não foi por sua responsabilidade que o Vitória perdeu. Ao todo somou quatro defesas, três delas na primeira parte.
  • Jesús Corona 6.3 – Poderia ter coroado uma exibição positiva com um golo, na segunda parte. Ainda assim, o seu desempenho apresenta três remates (um enquadrado), uma ocasião flagrante criada em três passes para finalização e um drible eficaz em três tentativas.
  • Wilson Manafá 6.3 – O ex-Portimonense foi uma das surpresas no “onze” inicial dos portistas. E não se deu mal. Tal como Telles, o português teve liberdade para atacar, registando três passes para finalização, um cruzamento eficaz em sete e 97% de eficácia de passe (60 certos em 62).
  • Adrián López 6.2 – Após marcar um golo potencialmente decisivo em Roma, o espanhol foi titular e não deslustrou. Um seu remate (bloqueado) esteve na origem da recarga vitoriosa de Herrera para o 1-0 e contribuiu ainda com dois passes para finalização, apesar de ter desperdiçado uma ocasião flagrante.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

O "Asteróide do Apocalipse" está a cuspir rochas para o Espaço

A sonda OSIRIS-REx da NASA chegou ao Bennu, o "Asteróide do Apocalipse", em dezembro de 2018 e, apenas uma semana depois, descobriu algo incomum: o asteróide estava a lançar partículas para o Espaço. A câmara de …

Projeções dão vitória esmagadora de Boris Johnson

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368 deputados, segundo uma sondagem comum divulgada hoje pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky, segundo a qual …

Encontrada a obra de arte mais antiga da Humanidade

Um grupo de arqueólogos da universidade australiana de Griffith descobriu numa caverna na Indonésia a pintura rupestre de caça mais antiga do mundo, com cerca de 44 mil anos. A investigação, publicada na revista Nature, descreve …

Há uma petição para tornar o "Baby Yoda" num emoji

Mais de 18.500 pessoas assinaram uma petição online, na qual pedem à Apple que transforme o "Baby Yoda", uma das personagens da série The Mandalorian da plataforma de streaming Disney +, num emoji. A petição, …

Milagres e crucificação. Novo videojogo permite encarnar a pele de Jesus Cristo

Um novo videojogo permite aos jogadores viverem a vida de Jesus Cristo. Neste polémico jogo, poderá realizar alguns dos milagres mais célebres da bíblia e até combater contra Satanás. "I Am Jesus Christ" é um novo …

Porto 3-2 Feyenord | Dragão treme mas vence grupo

Foi chegar, ver, marcar, sofrer e, no final, festejar. Num duelo impróprio para cardíacos, o FC Porto venceu esta quinta-feira o Feyenoord por 3-2 e carimbou, pela quinta vez no seu historial, acesso à próxima …

Slovan 2-4 Braga | Minhotos vencem grupo em grande estilo

O Sporting de Braga somou a quarta vitória no Grupo K da Liga Europa e terminou no primeiro lugar, à frente do Wolverhampton. Os minhotos foram a Bratislava bater o Slovan por 4-2, depois de …

Culdesac Tempe. Vai nascer no Arizona o primeiro bairro sem carros dos EUA

Tempe, no Arizona, vai ser palco da primeira tentativa de criar uma sociedade "pós-automóvel" nos Estados Unidos. Em 2020, a Culdesac irá inaugurar um bairro em que ser-se dono de um veículo é contra as …

Chris recebeu um transplante (e o ADN do doador instalou-se em partes inesperadas do seu corpo)

Chris Long recebeu um transplante de medula óssea como tratamento para o seu diagnóstico recente de leucemia mielóide aguda e síndromes mielodisplásicas - duas condições raras que prejudicam a produção de células sanguíneas saudáveis. Quatro anos …

Startup do Porto "ganha" 6 milhões de euros para criar os gémeos digitais dos humanos

A startup portuguesa MyDidimo conseguiu um investimento de 6 milhões de euros, graças a um grupo de empresas portuguesas e de fundos comunitários, para apostar no desenvolvimento da tecnologia que permite criar "gémeos digitais" de …