FC Porto vence Nacional e mantém-se a um ponto do Benfica

d.r. FCPorto / Facebook

-

O FC Porto venceu este sábado o Nacional, por 2-0, em jogo da nona jornada, com golos de Danilo e Brahimi, e voltou ao segundo lugar da Liga de futebol, a um ponto do líder Benfica.

O brasileiro Danilo, aos nove minutos, e o argelino Brahimi, aos 74, com um excelente golo – alcançado numa altura em que o Nacional procurava a igualdade -, garantiram ao FC Porto a conquista dos três pontos.

O FC Porto iniciou o jogo provisoriamente no terceiro lugar, após o Vitória de Guimarães ter ascendido ao segundo posto, à condição, com o triunfo por 3-0 sobre o Sporting.

Em relação ao onze titular na goleada por 5-0 em casa do Arouca, na última jornada, o treinador espanhol Julen Lopetegui operou três alterações, chamando Maicon, Ricardo Quaresma e Óliver, para os lugares de Marcano, Tello e Herrera.

O Nacional, pelo seu lado, surgiu no Dragão com a mesma equipa que há uma semana, na Madeira, derrotou a Académica de Coimbra, por 1-0, em jogo referente à oitava jornada.

Instalado na intermediária do Nacional desde o minuto inicial, foi com naturalidade que o FC Porto chegou ao golo por Danilo (1-0), aos nove minutos, na recarga, de ângulo apertado, a um cabeceamento de Jackson Martinez, defendido para o lado pelo guarda-redes Rui Silva.

O golo sofrido espevitou o Nacional que, aos 13 minutos, criou perigo junto à baliza do guarda-redes Fabiano, por Mário Rondón, que correspondeu a um cruzamento rasteiro de Marco Matias.

Quintero, aos 15 minutos, rematou às malhas laterais da baliza do Nacional na sequência de uma jogada individual e, aos 21, foi a vez do guarda-redes Rui Silva evitar um autogolo de Zainadine, após corte defeituoso a um cruzamento de Danilo.

Apesar do domínio do FC Porto, embora em toada morna, o guarda-redes Fabiano, aos 26 minutos, foi obrigado a “desviar” com a cara uma tentativa de Marco Matias, após abertura de João Aurélio, que ganhou de cabeça ao central Maicon.

Mais ousado, o Nacional voltou a criar perigo no minuto seguinte, desta vez com um cruzamento do colombiano Mário Rondón, que ganha em velocidade a Alex Sandro, a ser intercetado rente à relva por Fabiano, com Lucas João na expetativa.

O FC Porto volta a imprimir velocidade ao seu jogo, impulsionado pelo “motor” Óliver Torres, e Jackson Martinez, aos 28 minutos, respondendo a uma trivela de Quaresma, e Brahimi, aos 30, após cruzamento de Alex Sandro, procuraram surpreender Rui Silva.

O jogo passou por um período animado, com as jogadas de perigo a sucederem-se perto de ambas as balizas, por Marçal, aos 35 minutos, Casemiro, aos 36, na sequência de um livre de Óliver, e aos 38, Quaresma, aos 37, e Mário Rondón, aos 42.

No início da segunda parte, Ricardo Quaresma, lançado por Óliver, deu o primeiro sinal de inconformismo com um remate frouxo para as mãos de Rui Silva e aos 52 minutos foi a vez de Marco Matias, já dentro da área do FC Porto, rematar ao lado.

Brahimi, aos 58 minutos, viu um remate seu desviado para canto, Martins Indi, aos 59, cabeceou ao lado, Quaresma, aos 61, procurou surpreender o guarda-redes Rui Silva, mas foi Rondón, aos 66, a voltar a criar muito perigo e a estar perto do empate.

O golpe nas aspirações insulares foi dado pelo segundo golo do FC Porto da inteira responsabilidade e arte de Brahimi (2-0), aos 75 minutos, através de um gesto técnico irrepreensível, que provocou uma explosão de alegria no estádio.

Até ao final do encontro, e depois do bálsamo que foi para o FC Porto o golo obtido por Brahimi, o perigo rondou ambas as balizas, mas sem que nenhuma das equipas justificasse mexer no marcador.

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …

É a maior contração desde 1995. INE revê queda do PIB para 8,4%

A queda foi pior do que se esperava: o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4% e não 7,6%, indicam os recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 8,4% em …