Porto 1-2 Braga | “Guerreiros” de aço gelam Dragão

O SC Braga venceu um jogo no palco do Dragão em duelos do campeonato 15 anos depois. No embate que abriu as contas da 17ª jornada, a última da primeira volta da Liga NOS, os minhotos derrotam o FC Porto por 2-1.

Fransérgio abriu a contagem, Soares empatou e Paulinho fechou as contas do triunfo “arsenalista”, algo que não acontecia desde 30 de Janeiro de 2005. O encontro desta sexta-feira fica ainda marcado pelas duas grandes penalidades desperdiçadas por Alex Telles e Soares.

O jogo explicado em números

  • Antes do apito inicial, os treinadores foram protagonistas. Sérgio Conceição fez duas alterações relativamente à visita da última jornada ao reduto do Moreirense: saltaram do “onze” Diogo Leite, por opção, e Nakajima, por lesão, e entraram Marcano e Manafá, o que fez com que Corona subisse no terreno de jogo para actuar como extremo-direito. Por sua vez, Rúben Amorim abdicou de Murilo e de Ricardo Horta e apostou em Sequeira e Wilson Eduardo. Estavam lançados os dados, quem iria levar a melhor?
  • Eficácia máxima. No primeiro remate enquadrado da partida, marcava o relógio cinco minutos, Fransérgio inaugurou o marcador, num lance que apenas foi validado pelo árbitro Carlos Xistra após consulta do VAR. Foi o primeiro golo que a formação “azul-e-branco” sofreu esta temporada na Liga NOS no Estádio do Dragão.
  • Na resposta, Manafá, primeiro, e Marcano, segundos depois, ficaram a escassos centímetros do empate. Início de duelo no Dragão impróprio para cardíacos.
  • À passagem dos 20 minutos, o FC Porto tinha mais posse de bola – 55% -, e apenas um remate desenquadrado, por seu turno, os “arsenalistas” eram perigosos nos ataques e ameaçavam a defensiva contrária sempre que o trio ofensivo – Wilson Eduardo, Paulinho e Trincão – aceleravam, como ficou demonstrado aos 19 minutos. A equipa forasteira, galvanizada pela vantagem, tinha 15 duelos ganhos contra apenas cinco dos anfitriões.
  • Aos 27 minutos, Bruno Viana, numa tentativa de atraso, quase marcava na própria baliza. Matheus estava atento e impediu o golo do colega de equipa. Numa fase próxima do intervalo, Raúl Silva travou Corona em falta na área e, na conversão da grande penalidade, aos 44, Alex Telles rematou e Matheus, com a perna esquerda, defendeu e manteve a vantagem do Braga no marcador.
  • O “dragão” entrou em cena com toda a pujança, dominador, afirmativo, mas sem criar situações claras de golo. Letais, os “bracarenses” marcaram na primeira vez que testaram a baliza adversária e ganharam fôlego e confiança para realizarem uma exibição personalizada e que dificultou as acções do FC Porto, que ainda desperdiçou uma soberana ocasião para empatar, desperdiçada por Alex Telles da marca dos 11 metros. O melhor jogador em campo nesta fase era o guarda-redes Matheus, com um GoalPoint Rating de 6.2, que premeia a atenção e elasticidade do brasileiro, que defendeu uma grande penalidade, teve um alívio, 22 acções com a bola e assinou no total duas intervenções.
  • Aos 48 minutos um corte salvador de Tormena tirou a bola dos pés de Marega. Os comandados de Sérgio Conceição voltaram a pressionar a primeira fase de construção contrária e, neste período de maior fulgor, voltaram a rondar o empate. O récem-entrado David Carmo, que substituiu ao intervalo Raúl Silva, fez falta sobre Otávio na área. Na marcação da grande penalidade, Soares atirou a bola ao poste esquerdo da baliza adversária.
  • O FC Porto tanto insistiu que acabou por marcar aos 58 minutos. Marega assistiu e Soares, ao primeiro poste, atirou a contar no terceiro remate enquadrado à baliza da equipa da casa. Em cinco jogos ao serviço do FC Porto frente ao Braga, o avançado brasileiro apontou o sexto golo. Este foi o 14º tento do camisola 29 em 27 jogos oficiais em todas as provas esta temporada.
  • Após o empate, uma fase marcada por muitas faltas, com o FC Porto a dominar – quatro remates, 53% da posse de bola e dois cantos -, e o Braga a passar pela pior fase no duelo, sem conseguir sair em ataques rápidas e a travar os portistas com falta – sete.
  • Na sequência de um canto, apontado por Sequeira, Paulinho, com o auxílio das costas, conseguiu ludibriar Alex Telles e Marchesín e voltou a colocar os visitantes em vantagem. Foi o nono golo do ponta-de-lança luso na Liga NOS – e o 16º contabilizando todas as competições -, no primeiro remate enquadrado da equipa de Rúben Amorim na segunda parte e quando o adversário era mais dominador.
  • Com mais espaço e com Galeno – duas faltas sofridas, 19 acções com bola, dois desarmes, sete passes e um remate bloqueado – em evidência, os forasteiros quase ampliavam a vantagem. O extremo centrou e por muito pouco a bola não chegou a Ricardo Horta. Mais com o coração do que com a razão, o FC Porto tentou, mas não conseguiu evitar o primeiro desaire em casa e o segundo na prova. Um início de sonho nesta era de Rúben Amorim ao leme da equipa “arsenalista”: três jogos e outros tantos triunfos dos “guerreiros”, que voltaram a demonstrar fibra de aço.

O melhor em campo GoalPoint

Um autêntico muro. Matheus esteve em evidência no duelo desta sexta-feira. Não tremeu com a bola nos pés e foi fundamental ao suster os ataques contrários, defendendo uma grande penalidade, perto do intervalo, de Alex Telles.

O “guardião”, teve um GoalPoint Rating de 7.0, que premeia os seguintes dados: quatro defesas, três em remates já na área do Braga – uma eficácia de 80% -, e dois cruzamentos bloqueados.

Jogadores em foco

  • Mbemba 6.6 – A melhor unidade do FC Porto no terreno de jogo. Agora na companhia de Marcano, o defesa-central congolês rubricou uma boa exibição e na sua ficha teve um remate enquadrado, uma eficácia de passe de 88% – cinco passes falhados em 41 tentativas -, falhou apenas um dos nove passes longos que fez, e ainda registou seis desarmes e assinou três intercepções.
  • Corona 6.2 – Voltou a subir no terreno, deixando o lado direito da defesa. Foi eficaz no passe, com 75%, acertou dois dos três passes longos tentados, sofreu três faltas, uma delas de Raúl Silva, no lance da grande penalidade desperdiçada na etapa inicial por Alex Telles.
  • Uribe 6.1 – Arriscou o remate em duas ocasiões, mas sem a direcção que desejava. Somou ainda 47 acções com a bola nos 72 minutos em que actuou, recuperou dez vezes a posse, o mesmo número de vezes que acabou por perder a mesma. Assinou dois desarmes.
  • Bruno Viana 6.1 – Falhou apenas um passe em 26 ocasiões – 96% de eficácia -, esteve a 100% no capítulo dos passes longos, acertou o único drible tentado e carimbou três intercepções e outros tantos alívios.
  • Paulinho 5.7 – Dois remates, um golo, 43 acções com a bola, um duelo aéreo ofensivo ganho em duas tentativas e dois alívios. São estes os números do marcador do golo que garantiu o triunfo do Braga.
  • Alex Telles 4.4 – Lutou mas não teve uma noite feliz. Desperdiçou uma grande penalidade e não teve o pé calibrado nos cruzamentos – acertou apenas um em dez tentados. Do seu registo há ainda três remates, 84 acções com a bola, quatro ocasiões de golo criadas e 12 passes falhados em 35 tentativas.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Canadá. Indígena e neta de 12 anos detidos ao tentarem abrir conta em banco

Um indígena apresentou duas queixas por racismo após ter sido detido e algemado, juntamente com a sua neta de 12 anos, quando tentava abrir uma conta no BMO - Banco de Montreal, no Canadá. Em dezembro, …

ONG encontra alianças de casal de migrantes que sobreviveu a naufrágio

As alianças encontradas pela ONG espanhola pertencem a um casal de migrantes argelinos que sobreviveu, em outubro, a um naufrágio ao largo da costa de Lampedusa, em Itália. De acordo com o jornal The Guardian, foi no …

Turquia condena 337 pessoas a perpétua por ligação à tentativa de golpe

Mais de 300 pessoas foram condenadas a prisão perpétua, esta quinta-feira, na maioria oficiais e pilotos militares, no principal julgamento relacionado com a tentativa de golpe falhado de 2016. De acordo com o jornal Público, a …

Rangers 2-2 Benfica | "Power" das águias chega para empatar

Num último assomo, o Benfica conseguir empatar um jogo que parecia irremediavelmente perdido. No espaço de três minutos – dos 78 aos 81 -, um autogolo de Tavernier, com intervenção decisiva de Gonçalo Ramos, e …

Lulas gigantes estão a deixar enormes cicatrizes em tubarões brancos

Cientistas marinhos encontraram evidências que sugerem que grandes tubarões brancos (Carcharodon carcharias) estão a ser atacados por lulas gigantes no Oceano Pacífico. Uma equipa de investigadores encontrou 14 tubarões brancos (Carcharodon carcharias) com evidências de cicatrizes …

Twitter passa a alertar utilizadores que colocam "like" em informações incorretas

O Twitter passou a alertar os utilizadores quando estes tentam 'curtir' uma publicação que contenha informações consideradas incorretas, medida que faz parte da esforço da empresa para combater a desinformação. Esta mudança significa que os utilizadores …

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …