FBI está a investigar eventual influência russa na campanha de Trump

BrookingsInst / Flickr

James Comey, diretor do FBI

James Comey, diretor do FBI

O diretor do FBI confirmou, esta segunda-feira, que a organização está a investigar possíveis ligações do Governo russo para interferir nos resultados das eleições presidenciais norte-americanas.

James Comey, que está hoje a ser ouvido no Congresso americano, confirmou que o FBI está a levar a cabo uma investigação para perceber se houve esforços da Rússia para interferir nas eleições presidenciais dos EUA, realizadas em novembro do ano passado.

O diretor do FBI confirmou aos congressistas que estão a investigar a natureza das ligações entre a equipa de Donald Trump e o Governo russo, bem como se houve alguma ação coordenada entre o Kremlin e a campanha do agora Presidente dos EUA.

Comey disse ainda que o órgão está a avaliar se algum crime foi cometido, relativamente à polémica dos e-mails do Comité Nacional Democrata (DNC) e do chefe da campanha de Hillary Clinton, John Podesta.

Uma vez que a investigação ainda está a decorrer, o diretor do FBI não quis dar mais informações ou detalhes sobre o processo.

No Congresso, Comey garantiu ainda não ter informações que sustentem as recentes acusações do Presidente sobre o seu antecessor, Barack Obama, sobre as alegadas escutas durante a corrida à Casa Branca.

“Não tenho nenhuma informação que sustente esses tweets”, afirmou.

“Nenhum indivíduo nos Estados Unidos pode ordenar a espionagem eletrónica de ninguém, tem de passar por um processo de solicitação”, explicou ainda o diretor do FBI.

ZAP // EFE

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Os famosos autocarros de Londres agora são movidos a café

É a primeira vez que um biocombustível derivado do café é usado nos transportes públicos de Londres. A partir desta segunda-feira, parte do combustível usado nos double deckers londrinos vai ser feito a partir de …

Tribunal confirma incapacidade de centenário que se casou com empregada em Bragança

O centenário milionário de Bragança que se casou com uma empregada em maio, dois meses antes de morrer, estava incapaz de tomar decisões, indica uma sentença judicial datada desta segunda-feira, a que a Lusa teve …

Alemanha proíbe smartwatches que espiam crianças

O órgão regulador das telecomunicações alemãs anunciou, este fim de semana, a proibição da utilização de smartwatches a todas as crianças. Aos pais, o Bundesnetzagentur pediu que destruíssem estes equipamentos. A decisão foi tomada pelo órgão …

Ministério Público pede 3 anos e 4 meses de pena suspensa para Carrilho

O Ministério Público pediu, esta segunda-feira, três anos e quatro meses de prisão, com pena suspensa, para Manuel Maria Carrilho pelo crime de violência doméstica contra a ex-mulher Bárbara Guimarães. Foram mais de três horas de …

El Mundo aponta Centeno como favorito à presidência do Eurogrupo

Faltam duas semanas para serem tornados públicos os nomes dos candidatos à presidência do Eurogrupo que vão suceder a Dijsselbloem. O espanhol El Mundo já tem um favorito e é português: Mário Centeno. "Mário Centeno, o …

João Lourenço exonera comandante da polícia e chefe da secreta militar

O Presidente angolano exonerou hoje o comandante-geral da Polícia Nacional, Ambrósio de Lemos, e o chefe da secreta militar, general António José Maria, nomeando respetivamente, para os mesmos lugares, o comissário-geral Alfredo Mingas e o …

Porto perde a Agência Europeia do Medicamento para Amesterdão

A cidade do Porto foi eliminada, esta segunda-feira, na votação no Conselho da União Europeia para escolher a futura sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA), que vai abandonar o Reino Unido devido ao Brexit. À …

NASA mostra como o furacão Ofélia influenciou os incêndios em Portugal

A agência espacial norte-americana NASA divulgou um vídeo que ilustra o impacto dos furacões que atingiram o Oceano Atlântico, nos últimos meses, mostrando em particular como o Ofélia teve influência nos grandes incêndios que abalaram …

Cesarianas e tempos de espera nas urgências vão condicionar financiamento

Os hospitais com taxas de cesariana superiores a 29,5% ou 31,5%, consoante o grau de diferenciação, não vão receber do Estado o pagamento pelos respetivos episódios de internamento, no âmbito do programa para a redução …

Empresas públicas escondem das Finanças os salários dos gestores

Cerca de metade das empresas públicas não comunicaram dados sobre os salários dos membros do conselho de Administração ao Ministério das Finanças, como está estipulado na Lei. O Correio da Manhã apurou que, em 2016, 118 …