/

FBI está a investigar eventual influência russa na campanha de Trump

1

BrookingsInst / Flickr

James Comey, diretor do FBI

James Comey, diretor do FBI

O diretor do FBI confirmou, esta segunda-feira, que a organização está a investigar possíveis ligações do Governo russo para interferir nos resultados das eleições presidenciais norte-americanas.

James Comey, que está hoje a ser ouvido no Congresso americano, confirmou que o FBI está a levar a cabo uma investigação para perceber se houve esforços da Rússia para interferir nas eleições presidenciais dos EUA, realizadas em novembro do ano passado.

O diretor do FBI confirmou aos congressistas que estão a investigar a natureza das ligações entre a equipa de Donald Trump e o Governo russo, bem como se houve alguma ação coordenada entre o Kremlin e a campanha do agora Presidente dos EUA.

Comey disse ainda que o órgão está a avaliar se algum crime foi cometido, relativamente à polémica dos e-mails do Comité Nacional Democrata (DNC) e do chefe da campanha de Hillary Clinton, John Podesta.

Uma vez que a investigação ainda está a decorrer, o diretor do FBI não quis dar mais informações ou detalhes sobre o processo.

No Congresso, Comey garantiu ainda não ter informações que sustentem as recentes acusações do Presidente sobre o seu antecessor, Barack Obama, sobre as alegadas escutas durante a corrida à Casa Branca.

“Não tenho nenhuma informação que sustente esses tweets”, afirmou.

“Nenhum indivíduo nos Estados Unidos pode ordenar a espionagem eletrónica de ninguém, tem de passar por um processo de solicitação”, explicou ainda o diretor do FBI.

  ZAP // EFE

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE