A Faraday Future apresentou finalmente o seu carro (e é surreal)

A misteriosa empresa apresentou no CES 2016 o seu primeiro carro autónomo, continuando ainda sem dar muito mais detalhes sobre quais serão os seus próximos passos.

Com quase dois anos de existência, mas sempre envolta em mistério e sem dar quase nenhum detalhe sobre o negócio, a startup norte-americana Faraday Future subiu esta segunda-feira ao palco do CES, em Las Vegas.

Depois de muito segredo, a empresa abriu finalmente o jogo e mostrou o conceito do seu primeiro carro futurista, de seu nome FFZER01.

Em teoria, o carro tem uma potência de mil cavalos, atinge velocidades de 0 a 100 km por hora, em menos de três segundos, e ultrapassa a barreira de 320 km por hora de velocidade.

São números impressionantes mas que, por enquanto, ficam no papel, já que o modelo ainda não é funcional.

Além disso, a empresa mostrou ainda outras ideias que tem para o veículo, a começar pelo cockpit que é inteiramente climatizado, o assento ser capaz de “memorizar” a forma de sentar do condutor, o volante possuir um smartphone embutido e ainda o facto de o carro projetar imagens em realidade aumentada no para-brisas para auxiliar a direção.

Quanto ao formato do veículo, a ideia de que o carro pode ser desenhado por alienígenas não é acidental: o design é chamado de “UFO Line” e deverá ser uma assinatura da Faraday Future em todos os seus veículos.

Mesmo depois da apresentação, ainda há mais perguntas do que respostas sobre a empresa mas, pelo menos, o caminho que a FF pretende seguir já foi revelada e isso passa por um modelo de negócio disruptivo.

Segundo Nick Sampson, o diretor de engenharia, pesquisa e desenvolvimento, a ideia é mudar, sobretudo, a relação que temos com os carros mas, para isso, é preciso alterar primeiro o setor.

Uma das maiores suspeitas perante esta empresa era a de que esta não vai vender diretamente aos consumidores, mas funcionando antes como um sistema de assinatura e uso sob demanda.

A teoria ainda não foi confirmada mas o executivo indicou que a empresa vai, além de fabricar e vender veículos, explorar outros modelos de negócio como o “conteúdo dentro dos veículos” e a “condução autónoma”.

Continua sem se perceber muito bem o que cada um destes modelos significa, porém, um dos principais anúncios da noite – a parceria com a empresa chinesa LeTV – já dá algumas pistas de que o foco da empresa passa pela produção de conteúdo para ser consumido dentro destes veículos autónomos.

ZAP / Canal Tech

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu queria era os ver a andar nas nossas estradas alcatroadas cheias de buracos e nas de paralelos àquela velocidade, por isso nem sonhar de pobre nem de rico, da maneira como isto vai, mais vale um bom jipe na mão do que um bólide na sucata, cumprimentos.

RESPONDER

Sondas espaciais com "cunho" português vão passar perto de Vénus

As sondas espaciais europeias Solar Orbiter e BepiColombo, ambas com tecnologia e ciência portuguesas, vão passar perto de Vénus a 9 e 10 de agosto, respetivamente, anunciou esta segunda-feira a Agência Espacial Europeia (ESA). A passagem …

Elvis Presley terá morrido de doenças genéticas (e não por overdose de medicamentos)

Segundo um novo livro de Sally Hoedel, a morte de Elvis Presley estará, afinal, relacionada com o tratamento para doenças congénitas das quais sofria. O cantor norte-americano, que morreu há quase 44 anos, estava fortemente medicado …

A cidade mais populosa de África está a viver em contra-relógio

Os habitantes da Nigéria, o país mais populoso de África, já estão habituados a contornar as inundações anuais que invadem o país. No entanto, este ano a situação saiu fora do controlo, com o principal …

"Pensávamos que a Casa Branca mandava". Biden sob fogo devido ao fim da proibição dos despejos

A inacção de Joe Biden perante o fim das moratórias que proíbem os despejos durante a pandemia está a ser criticada até dentro do próprio Partido Democrata. A moratória federal aos despejos acabou este sábado, para …

Na ausência de Biles, Sunisa Lee coroou-se rainha da ginástica. É a primeira hmong a ganhar ouro

Sunisa Lee chegou a Tóquio com a missão de ajudar os Estados Unidos a garantir o ouro e de garantir a presença em finais individuais de aparelhos. Com o abandono de Biles, tornou-se a estrela …

Presidente afegão culpa retirada “abrupta” dos EUA pelo rápido avanço dos talibãs

O chefe de Estado afegão prometeu vencer o conflito com as milícias talibãs e os Estados Unidos dizem-se prontos a receber mais milhares de refugiados. O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, prometeu esta segunda-feira vencer o …

42% das pessoas em enfermaria no Hospital de são João têm vacinação completa

No Centro Hospitalar de São João (CHSJ), 42% das pessoas internadas em enfermaria e 15% das internadas em unidades de cuidados intensivos tinham a vacinação completa. Segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), apenas …

António Oliveira e uma arbitragem "conveniente"

Athletico Paranaense perdeu novamente no Brasileirão e a equipa de arbitragem ajudou os vencedores, queixou-se o treinador português. O Athletico Paranaense, líder do Brasileirão nas primeiras jornadas, está numa fase negativa: apenas uma vitória nas últimas …

André Ventura - Chega

Autárquicas. Chega concorre sozinho a 220 municípios para avaliar o seu "impacto"

André Ventura anunciou esta segunda-feira que o Chega irá concorrer nas eleições autárquicas a “cerca de 220 municípios” do país, sublinhando que o partido vai a votos sozinho para avaliar o seu “impacto”, mas sem …

Ex-guarda nazi julgado aos 100 anos por cumplicidade em assassinatos

Um homem de 100 anos que supostamente serviu como guarda num campo de concentração nazi será julgado em outubro por cumplicidade no assassinato de mais de 3.500 pessoas durante a Segunda Guerra Mundial, informou a …