Família teme que ativista saudita esteja a ser torturada na prisão

Unknown / Wikimedia

A ativista saudita Loujain al-Hathloul

Familiares de uma importante ativista dos direitos das mulheres da Arábia Saudita, detida desde maio de 2018, temem que esteja a ser torturada na prisão, uma vez que não dá notícias há vários meses.

Loujain al-Hathloul, de 31 anos, foi uma das ativistas que lutou para que as mulheres conquistassem o direito de conduzir na Arábia Saudita e foi presa várias vezes por ter quebrado essa proibição.

A saudita, que chegou a ser uma das nomeadas para o Prémio Nobel da Paz, foi detida, em maio de 2018, juntamente com outras dez ativistas que também lutam pelos direitos das mulheres no país.

Agora, em declarações ao jornal Independent, Lina al-Hathloul, a sua irmã mais nova, de 25 anos, que vive em Bruxelas, na Bélgica, conta que a família não sabe nada sobre Loujain há 61 dias.

Estamos muito preocupados porque não poder fazer chamadas ou ter visitas já há dois meses é muito suspeito. A única coisa que os faz querer escondê-la é o facto de estar a ser potencialmente torturada. Quando foi torturada antes, a minha irmã não tinha permissão para receber visitas e é por isso que temos o direito legítimo de pensar que pode estar a ser torturada agora”, afirma.

“Loujain foi para uma prisão não oficial quando foi detida e Saud al-Qahtani, um ex-conselheiro do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, esteve lá em pelo menos uma das sessões de tortura. Foi assediada sexualmente e ele ameaçou que a violava e depois a matava.”

“Durante o seu tempo na cadeia, Loujain também foi vítima de afogamento simulado, eletrocutada, chicoteada, açoitada e alimentada à força durante o mês do Ramadão, quando deveria estar em jejum”, continua a irmã.

Estou sempre a pensar nela. Isto está a afetar a minha vida. Tenho pesadelos em que surgem notícias de que ela está morta ou que foi libertada, mas está bastante mal. Ouvi casos de outras mulheres que foram presas, que entretanto foram libertadas e morreram com as suas famílias duas semanas depois”, refere ao jornal britânico.

Loujain foi transferida, em fevereiro, para a prisão de Al-Ha’ir. Os seus pais têm tentado entrar em contacto com as autoridades, mas não obtiveram qualquer resposta.

A ativista está a aguardar julgamento sob as acusações de ter estado em contacto com forças estrangeiras hostis à Arábia Saudita e de recrutar funcionários do Governo para recolher informações confidenciais.

As autoridades sauditas, por sua vez, negaram as acusações de tortura e disseram que estavam a investigar as denúncias de maus-tratos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “…uma das ativistas que lutaram…”

    Uma entre AS que LUTARAM. Atenção à concordância!
    Infelizmente, este erro está mais disseminado do que o CoViD-19…

    Pior, só os políticos que agora começam frases com verbos no infinitivo:
    “Dizer que…”, etc…

    Pobre língua portuguesa, tão maltratada por quem mais devia defendê-la…

RESPONDER

Irão condena "firmemente" ataque na Síria. EUA quis enviar "mensagem clara"

O Irão, aliado do regime sírio de Bashar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques norte-americanos a milícias pró-iranianas na Síria, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região. Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said …

Vieira segura Jesus apesar da pressão interna

O presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, descarta neste momento avançar para a demissão do treinador encarnado, Jorge Jesus, apesar da pressão interna para o fazer, avança este sábado o desportivo Record. Segundo a …

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …