Falta de uma assinatura deixa centenas de utentes sem tratamentos de cancro

-

Um dos três equipamentos de radioterapia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra está sem funcionar por falta de uma licença do Ministério da Saúde, o que obriga centenas de utentes a adiarem tratamentos de cancro.

O caso é denunciado pelo presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), Carlos Cortes, que em declarações ao Jornal de Notícias (JN) salienta que esta situação “tem um impacto muito concreto sobre a saúde dos doentes” oncológicos.

Após visita ao Serviço de Radioterapia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), Carlos Cortes atesta que, dos três equipamentos de radioterapia existentes, só dois estão a funcionar, porque falta uma licença do Ministério da Saúde para o funcionamento do terceiro.

O elemento da Ordem dos Médicos (OM) estima que ficaram por tratar 600 doentes e por fazer 12 mil sessões de radioterapia, em 2016, “simplesmente porque falta uma autorização para o equipamento poder funcionar”, destaca no JN.

O presidente da SRCOM realça que o CHUC já pediu por três vezes a autorização à tutela, mas até agora, ela ainda não chegou.

“Por causa da falha, muitos doentes poderiam ter o tratamento imediatamente, mas têm de esperar mais de quatro, cinco ou seis semanas para as sessões de radioterapia se iniciarem”, alerta Carlos Cortes citado pela agência Lusa.

“Região extremamente deficitária”

O elemento da OM também denuncia a grande carência de aceleradores lineares para tratamentos com radioterapia na região Centro, considerando que se trata de uma zona “extremamente deficitária neste tipo de equipamentos”.

Neste momento, a região Centro tem cinco equipamentos e, a breve trecho, irá perder dois dos que estão no CHUC – um ainda este ano e outro em 2018.

“A região deveria ter nove aceleradores“, para cumprir a meta fixada em Conselho de Ministros, em 1995, de um acelerador linear por 250 mil habitantes, defende Carlos Cortes.

A situação, frisa, “tem de ser rapidamente resolvida”, visto que a média de aceleradores por habitantes “é respeitada a nível nacional”, mas o Centro “está muito abaixo” dessa meta.

A aquisição de novos aceleradores lineares é fundamental, por serem equipamentos de tratamento de “doentes que sofrem patologias graves – doentes com cancros -, cujo início do tratamento é muito importante para o êxito desse mesmo tratamento”, vinca, considerando que a situação tem de ser resolvida com “absoluta urgência”.

Ministério está a analisar situação

Em resposta à agência Lusa, o Ministério da Saúde refere que “está a analisar as questões da radioterapia da região Centro numa perspectiva integrada e global e não apenas olhando para a realidade de Coimbra”.

“Assim, está em estudo avançado a localização” de uma unidade de radioterapia no Centro Hospitalar Tondela Viseu (CHTV), “que permita aos doentes da Beira Interior ter um serviço de proximidade que evite as suas deslocações a Coimbra”, acrescenta a tutela, sublinhando que esta descentralização permitiria uma diminuição da afluência aos serviços prestados em Coimbra, quer no CHUC quer no Instituto Português de Oncologia (IPO).

O Ministério da Saúde sublinha ainda que “os tempos de espera e o número de doentes não justificam uma tomada de decisão precipitada, pois não está em causa o acesso aos tratamentos, que se mantêm em ritmo e oferta satisfatórios”.

O CHTV anunciou que já foi submetido ao secretário de Estado da Saúde o estudo relativo à instalação do serviço de radioterapia em Viseu, que propõe uma “parceria inovadora” com o IPO de Coimbra.

O CHUC recusou-se a prestar qualquer comentário.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Marega e Pepe vão ser alvos de processos disciplinares

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …

Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida …

Champions. O viking norueguês, a revolta de Neymar e a lição tática do "Cholismo"

Haaland foi a estrela da noite ao marcar os dois golos da vitória do Dortmund frente ao PSG. O Atlético de Madrid conseguiu ainda quebrar a invencibilidade do Liverpool. A Liga dos Campeões está de volta …

Auditoria ao Novo Banco vai custar três milhões. É o triplo do que custou a da CGD

A auditoria especial da Deloitte ao Novo Banco vai custar cerca de três milhões de euros, segundo avança o jornal ECO. Este valor é três vezes superior ao custo da auditoria da EY à Caixa …

Passos Coelho ataca falhas de Costa (e revela que segurou Maria Luís)

O antigo primeiro-ministro Passos Coelho esteve na apresentação do livro de Carlos Moedas no El Corte Inglés, onde aproveitou para criticar António Costa. Passos preferiu falar do passado, lembrando o momento em que esteve perto …

Derrocada em Borba. MP acusa oito arguidos de homicídio e violação de regras de segurança

A acusação contra oito arguidos envolvidos na derrocada da pedreira de Borba, em novembro de 2018, já foi deduzida pelo Ministério Público (MP). A informação foi divulgada, esta quarta-feira, pelo Departamento de Investigação e Ação …

Salários mais baixos da Função Pública sobem 10 euros. Férias não aumentam

Esta quarta-feira, o Governo revelou à Frente Comum que os salários mais baixos da Função Pública vão subir 10 euros, em vez de sete. Em relação aos dias de férias, não há abertura. O Jornal de …