Falhas nas escolas: Falta de funcionários, alunos reprovados e Internet lenta condicionam resultados

USP Imagens

Dois em cada três estudantes portugueses frequentam escolas onde os diretores apontam a falta de pessoal não docente como um dos fatores que condiciona a capacidade de ensinar. Chumbos ou Internet lenta também são condicionantes que se refletem nos resultados.

Um novo relatório da OCDE analisa o impacto das políticas e dos recursos disponíveis no desempenho dos alunos nos testes PISA – a maior avaliação internacional na área da Educação

O relatório da OCDE tem com base os resultados do inquérito que acompanharam os testes PISA (Programe for International Students Asssessment), e que se realizam de três em três anos com o objetivo de avaliar a literacia dos alunos aos 15 anos de idade, de 79 países e regiões .

O último estudo ocorreu há dois anos, em 2018, e as primeiras conclusões foram divulgadas no final do ano seguinte, mostrando que os jovens portugueses conseguiram bons resultados na média da OCDE, sobretudo no que diz respeito aos conhecimentos em leitura, matemática e ciências.

Agora, o relatório “Políticas Eficazes, Escolas de Sucesso”, divulgado esta terça-feira, mostra o impacto que as diferentes políticas – como a formação de grupos de alunos por níveis, recursos físicos e humanos investidos, instrumentos de avaliação, e outros – têm, em maior ou menos escala.

Através dos inquéritos aos diretores das escolas, a OCDE conclui que 67,7% dos alunos portugueses estão em escolas cujos responsáveis apontam a falta de funcionários como um dos fatores que afeta a capacidade de ensino. No que respeita à escassez de professores, esta percentagem baixa para 31,8%. Na OCDE, em média, estas proporções são respetivamente de 32,8% e 27,1% – valores bem mais baixos do que Portugal.

No relatório, Portugal aparece como um dos poucos países em que as diferenças na falta de recursos humanos entre escolas públicas de meios mais favorecidas, e as que estão em contextos menos favorecidos, é apresentada como não significativa – diz o Expresso.

O mesmo já não acontece quando a comparação é feita com as escolas privadas, sendo um dos quatro países com uma maior diferença em relação ao ensino privado, uma vez que os alunos que o frequentam são mais beneficiados a nível de recursos, o que posteriormente se reflete nos resultados que obtêm.

Em relação aos jovens que chegam aos 15 anos com pelo menos um chumbo, os dados têm vindo a melhorar, mas continuam a colocar o país entre os que apresentam valores mais altos. Em Portugal, um em cada quatro reprova de ano (26,6%) e só três países da Europa têm números mais altos: Luxemburgo, Bélgica e Espanha.

Os dados mostram que quem chumba tem piores resultados nos testes PISA, e que quem tem mais tendência a reprovar são os alunos em situação económica e social mais frágil.

Portugal é o segundo país da OCDE em que os jovens mais desfavorecidos têm mais probabilidade de ficarem retidos, do que os colegas no extremo oposto do índice socioeconómico.

Em relação à qualidade dos recursos informáticos, questionou-se se a rapidez da Internet era suficiente boa para os alunos conseguirem estudar. Apenas um terço dos estudantes portugueses estão em escolas onde os diretores disseram que sim, contra uma esmagadora média de 67,5% na OCDE.

Outro dos indicadores medido pelo questionário, diz respeito ao número de horas semanais de aulas dedicadas às disciplinas.

Os estudantes portugueses têm mais tempo de aulas de línguas, matemática, e ciências do que a generalidade dos colegas europeus. Por exemplo, passam 4,5 horas da semana a aprender matemática, quando a média da OCDE é de apenas 3,7.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Então não estava tudo uma maravilha antes das escolas abrirem? Charlatões, vigaristas, ladrões é o que são estas gentalha da politica / governo.
    A geringonça não funciona? Colhemos o que semeamos tenham isto em mente…

    • Depende de como e para onde se olha:
      “Os alunos portugueses foram os únicos da OCDE que têm vindo a melhorar significativamente os seus desempenhos a Leitura, Matemática e Ciências, segundo uma análise que compara o desempenho académico de jovens de 15 anos desde 2010.”
      radiocomercial.iol.pt/noticias/103749/ocde-alunos-portugueses-sao-os-unicos-com-cada-vez-melhores-resultados

RESPONDER

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …

Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro. O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina …

Há 72 concelhos com risco "muito elevado" de contágio. Governo esconde mapas de perigo

O Governo insiste em não divulgar os mapas de perigo com o risco de contágio por coronavírus que foram feitos por peritos da Direcção Geral de Saíde (DGS). Isto numa altura em que o Expresso …

Nuno Melo estuda candidatura à liderança do CDS

O eurodeputado Nuno Melo não excluiu uma candidatura à liderança do CDS, avança este sábado o semanário Expresso. Confrontado pelo jornal, o eurodeputado não excluiu uma eventual candidatura à liderança dos centristas, dizendo apenas que "não …