O Facebook é uma arma no combate à corrupção dos governos

O Facebook tem um papel ainda mais importante do que a imprensa na luta contra a corrupção dos governos nos países em que não há liberdade de imprensa. A conclusão é de um estudo realizado por economistas da Universidade Virginia Tech, nos EUA.

A pesquisa, publicada no Information Economics and Policy, debruçou-se sobre informações relativas a mais de 150 países, do menos corrupto do mundo, a Dinamarca, até ao mais corrupto, a Somália, avaliando variáveis como a economia, o nível de democracia e factores culturais em comparação com a penetração do Facebook em cada nação.

As conclusões indicam que “quanto mais o Facebook penetra o uso público, maior é a probabilidade de uma reunião de protesto por corrupção governamental”, aponta a Virginia Tech num comunicado sobre o estudo.

Os investigadores notam que o Facebook e outras redes sociais têm um papel semelhante à imprensa escrita nos países livres, como “vigilantes” do interesse público, e que têm ainda mais impacto naqueles onde vigoram regimes opressivos.

A maior parte dos conteúdos anti-corrupção publicados no Facebook são criados por utilizadores e partilhados individualmente, aumentando assim, sucessivamente a audiência potencial a cada partilha, afiançam os autores da pesquisa.

O Facebook revela-se, deste modo, como uma forma de comunicação muito mais global e com maior capacidade de chegar a um amplo número de pessoas, relativamente aos meios de comunicação tradicionais como os jornais e a televisão.

Além disso, a disseminação da informação por uma rede que terá cerca de dois biliões de utilizadores, em todo o planeta, dificulta a censura das ditaduras.

“O papel das redes sociais e da Internet em dar notícias imparciais e independentes, em vários países como China, Rússia e Malásia, tem sido amplamente reconhecido por académicos”, destaca um dos autores do estudo, Sudipta Sarangi, citado no site da Virginia Tech.

“As redes sociais facultam meios baratos e rápidos de partilhar informação e de alcançar uma audiência maior para organizar protestos públicos contra actividades corruptas de autoridades do governo e políticos”, acrescenta o investigador, concluindo que “por isso, não é uma surpresa que governos déspotas favoreçam o controle das redes sociais”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …