Facebook acusado de manipulação política das notícias

Uma ferramenta incluída no Facebook em 2014 está a despertar graves acusações de manipulação de informação por parte da rede social, que estará a suprimir determinado tipo de assuntos das “notícias em destaque” dos utilizadores.

Em declarações ao Gizmondo, ex-funcionários do Facebook  relataram factos que levantam suspeitas sobre a neutralidade da rede social em relação à sua secção trending news, as “notícias populares“.

De acordo com os ex-funcionários, o Facebook suprime com regularidade notícias com interesse para os leitores conservadores, que deixam de as receber no painel de “notícias populares“.

Segundo um ex-jornalista do Facebook, assuntos de extrema-direita são proibidos consistentemente de aparecer na plataforma, mesmo que as notícias tenham sido populares entre a rede de amigos dos utilizadores e devessem aparecer nas trending news.

Outros ex-colaboradores afirmaram também que eram instruídos a forçar determinados assuntos a aparecer nas trending news, mesmo que a notícia não fosse suficientemente popular a ponto justificar a sua inclusão.

Um dos ex-redactores afirmou que, sempre que houvesse suficientes sites de notícias a cobrir um determinado assunto, poderiam “injectá-lo nas trending news“, mesmo que o algoritmo não o considerasse de interesse dos utilizadores.

Segundo os ex-funcionários, a secção de notícias populares do Facebook funciona na realidade como uma redacção tradicional, o que diverge da versão da empresa, que afirma que a ferramenta simplesmente mostra os tópicos que se tornaram populares no Facebook.

Os redactores do Facebook escrevem manchetes e resumos sobre cada assunto, e acrescentam links para os sites de notícias.

No entanto, segundo alegam os ex-funcionários, assuntos bastante discutidos entre os utilizadores simplesmente não eram incluídos.

O Facebook já desmentiu as acusações dos ex-funcionários e afirma que “nunca impediu que notícias aparecessem em suas trending news“.

Mas provavelmente, esta é uma notícia que não vai aparecer nas notícias populares do dia na rede social de Mark Zuckerberg.

ZAP / Canaltech

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Manipulação (da informação? Mas o que é isso? Mas isso não existe! É tudo gente integra que “só” transmite a verdade e toooooda a verdade!
    Nota: tive de mudar o meu “nome” porque a Zap me estava a censurar os meus comentários (talvez se criticasse a esquerda, não teriam sido censurados…).

  2. Vai-la vai até a BARRACA CUBATA ABANA iiiiiiiiiiiii,onde esta a VERDADE!!!??…… hOJE em DIA õ.õ iiiii para se acreditar em VERDADES e MENTIRAS ja há a LICENCIATURA em CORRUPÇÃO.ÇÕES com direito a HONORYS CAUSA e PRÈMIO NOBEL etetcetcrisssss eu ja estou a estudar para me LIÇENCIAR iiiiiiiiiiiiii……………

    A.G.P.

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …