F1 em Portimão: “Não são 27 mil pessoas. Recebemos quase 40 mil pessoas”

Primeiro dia de treinos livres no regresso da Fórmula 1 em Portugal. Autarca local está confiante e lembra ausência de eventos em Portimão ao longo dos últimos meses.

Desde 22 de setembro de 1996 até 25 de outubro de 2020. São 24 anos e pouco. O jejum da presença da Fórmula 1 em Portugal termina neste fim de semana. E já começou oficialmente, com a realização dos primeiros treinos livres nesta sexta-feira, em Portimão – Valtteri Bottas foi o piloto mais rápido na primeira sessão.

É a estreia do autódromo de Portimão, e do Algarve, no campeonato mais mediático do automobilismo. O recinto consegue receber quase 100 mil pessoas nas bancadas mas, devido às restrições impostas pelo coronavírus, estão disponíveis 27.500 lugares sentados, divididos por setores de cerca de 800 pessoas.

No entanto, chegaram a Portimão muito mais do que 27.500 pessoas, lembrou a presidente da Câmara Municipal de Portimão: “Não vamos receber 27.500 pessoas. Temos cá quase 40 mil pessoas porque, só da organização da prova, chegam cerca de 10 mil pessoas”.

Isilda Gomes, citada pela Antena 1, mostrou-se confiante no impacto que a Fórmula 1 vai ter no turismo e no comércio da cidade e da região, anunciando que tem a indicação de que há várias unidades hoteleiras esgotadas para estes dias.

A mesma reportagem da rádio pública escutou alguns profissionais do turismo e do comércio locais e a ideia é de que o impacto vai ser quase nulo. Por duas razões: muitos adeptos estrangeiros cancelaram a sua viagem nos últimos dias e a maioria dos adeptos portugueses só chegará no dia da corrida (domingo) e voltam para casa logo a seguir.

A autarca respondeu também a críticas que tem ouvido, provenientes de responsáveis que não concordam com a grande aglomeração de pessoas que vai acontecer em Portimão neste fim de semana: “Eu lembro a essas pessoas que, ao longo dos últimos meses, outras autarquias do Algarve realizaram diversos eventos. Portimão não fez isso. Porque estávamos a guardar-nos precisamente para esta fase, da Fórmula 1 e do mundial de motociclismo, em novembro”.

  NMT, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.