Extinção dos dinossauros foi “azar”

A extinção dos dinossauros aconteceu graças a uma trágica conjugação de factores, segundo um estudo publicado na revista especializada Biological Reviews.

Várias espécies atravessavam já um período de fragilidade, quando um asteróide atingiu a Terra há 66 milhões de anos.

Factores como a elevação dos níveis do mar e a alta actividade vulcânica já tinham reduzido algumas populações de dinossauros.

O estudo reuniu 11 especialistas britânicos, canadianos e americanos para avaliar as mais recentes descobertas sobre a extinção dos gigantes de sangue frio.

“Os acontecimentos formaram uma tempestade perfeita no momento em que os dinossauros estavam mais vulneráveis”, afirmou à BBC o estudioso Steve Brusatte, da Universidade de Edinburgo.

Cadeia alimentar robusta

Brusatte diz que, se o choque do asteróide tivesse ocorrido 5 milhões de anos antes, as hipóteses de sobrevivência dos dinossauros teriam maiores, uma vez que os “ecossistemas estariam mais fortes, mais diversificados” e a “base da cadeia alimentar, mais robusta“.

Segundo o especialista, as populações de dinossauros tiveram diversas altas e baixas ao longo da sua existência, mas recuperaram sempre.

“Se eles pudessem ter tido alguns milhões de anos a mais para recuperar a sua diversidade, teriam tido mais hipóteses de sobreviver ao impacto do asteroide.”

Alex Beynon / Flickr

Se o asteróide não tivesse atingido a Terra naquele momento histórico, os dinossauros poderiam andar entre nós - excepto que não haveria um "nós".

Se o asteróide não tivesse atingido a Terra naquele momento histórico, os dinossauros poderiam andar entre nós – excepto que não haveria um “nós”.

Mas foi a extinção dos dinossauros que permitiu a evolução de outras espécies, como os mamíferos.

Por isso, Steve Brusatte diz que se o asteróide não tivesse atingido a Terra naquele momento histórico, o mundo seria provavelmente dominado por dinossauros até hoje.

Dinossauros inteligentes

Mais que isso: o especialista acredita que, se os dinossauros tivessem continuado,  é possível que tivessem desenvolvido inteligência.

A hipótese, no entanto, é minimizada por outro especialista, o professor Simon Conway-Morris, da Universidade de Cambridge.

Conway-Morris afirma que a experiência evolutiva da natureza com a inteligência dos dinossauros já aconteceu.

Chamamos-lhe corvos“, brincou Conway-Morris.

Segundo as provas científicas, as aves evoluíram a partir de um grupo de dinossauros – mas nem por isso um dos pássaros mais inteligentes, o corvo, atingiu o nível de inteligência dos seres humanos.

Conway-Morris acredita que, mesmo sem o fatídico asteróide, os dinossauros não teriam sobrevivido até aos dias de hoje, porque outros grupos de animais teriam desenvolvido inteligência e passado a usar ferramentas.

“Desse momento em diante, os dinossauros teriam virado pó”, afirma o professor.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

"Lavar as mãos". Vídeo da DGS é o mais popular do ano no YouTube

2020 foi um ano atípico em vários aspetos do quotidiano, obrigando à introdução de novas rotinas e ao reforço de outras por muitos já descuradas. Reflexo dessa disrupção é o ranking anual do YouTube, divulgado esta …

Drenthe falido: "Não é muito importante"

Antigo futebolista do Real Madrid não está preocupado com a declaração feita por um tribunal dos Países Baixos. Drenthe joga numa equipa da terceira divisão nacional. Royston Ricky Drenthe foi, enquanto adolescente, considerado um dos melhores …

Sonda espacial chinesa conclui recolha de amostras da superfície lunar

A sonda chinesa Chang'e 5 concluiu a recolha e armazenamento de rochas e detritos da superfície lunar, e prepara-se para voltar à Terra, informou esta quinta-feira a Administração Espacial Nacional da China. "Às 22 horas de …

Seca obriga Namíbia a por à venda 170 elefantes

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte devido ao crescente conflito entre humanos e animais desta espécie ameaçada …

Benfica 4 - 0 Lech Poznań | “Saco cheio” rumo ao apuramento

Um, dois, três e quatro. Foram estes os golos – apontados por Vertonghen, Darwin Núñez, Pizzi e Weigl – que o Benfica marcou na goleada que aplicou na noite desta quinta-feira ao Lech Poznań, num …

Cientistas encontram evidências de uso de drogas psicadélicas numa caverna com arte rupestre

Uma flor vermelha redemoinhada rabiscada numa parede de uma caverna há cerca de 400 anos é a primeira evidência definitiva de que os nativos norte-americanos consumiam drogas psicadélicas em locais de arte rupestre. Descoberta na caverna …

Musk queria batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas o México disse que não

O multimilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, quis batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas as autoridades mexicanas impediram a utilização do nome, invocando os direitos do uso da palavra e …

Namíbia acaba de eleger um deputado chamado Adolf Hitler. É ativista e "anti-apartheid"

A Namíbia acaba de eleger nas eleições regionais um deputado chamado Adolf Hitler, um conhecido ativista e "anti-apartheid" em Uunona, a sua cidade natal, localizada no norte do país africano. "Adolf Hitler teve uma vitória …

Empresário de media pró-democracia preso por acusação de fraude em Hong Kong

O dono do jornal antigoverno Apple Daily, Jimmy Lai, conhecido pela luta pela democracia em Hong Kong, foi detido sem fiança, acusado de irregularidades no contrato de 'leasing' do edifício onde está o órgão de …

Novos drones de resgate usam Inteligência Artificial para encontrar pessoas perdidas na floresta

Em situações em que as pessoas se perdem na floresta, o tempo é essencial para resgatá-las, pois quanto mais tempo ficam perdidas mais perigosa a situação se torna. Mas será que existem todas as ferramentas …