Explosão em fábrica de pirotecnia faz 5 mortos e 3 desaparecidos

Nuno André Ferreira / Lusa

Quatro pessoas morreram hoje na sequência de várias explosões numa fábrica de pirotecnia

Quatro pessoas morreram hoje na sequência de várias explosões numa fábrica de pirotecnia em Lamego

Cinco pessoas morreram hoje na sequência de uma explosão numa fábrica de pirotecnia em Avões, Lamego, e três ainda não estão localizados, disse à agência Lusa fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

A mesma fonte explicou que a esperança de encontrar com vida estas quatro pessoas “é muito diminuta”. Estariam a trabalhar nesta fábrica oito pessoas.

O proprietário da fábrica de pirotecnia está entre as quatro vítimas já confirmadas neste acidente, disse fonte da Câmara local.

A fábrica era uma unidade industrial pequena, de origem familiar. De acordo com a mesma fonte, as restantes vítimas já identificadas encontra-se também a filha do proprietário. As vítimas têm entre 22 e 52 anos.

A Polícia Judiciária foi já chamada a investigar várias explosões ocorridas na fábrica.

Em declarações à agência Lusa, o comandante territorial de Viseu da GNR, coronel Vítor Rodrigues, disse que estão no terreno 25 militares da GNR, responsáveis pela operação de segurança e isolamento da zona afetada pelas explosões.

O dispositivo inclui uma equipa de inativação de explosivos do comando de Viseu, “que está a vistoriar a área afetada, para garantir que não há nada que possa explodir ou deflagrar e ser seguro entrar. Temos aqui trabalho para várias horas”, indicou.

O presidente da Câmara de Lamego, Francisco Lopes, considerou uma “enorme tragédia” as mortes decorrentes das explosões. Segundo o autarca, o histórico dos incidentes em fábricas de pirotecnia é “conhecido”, mas, explicou Francisco Lopes, uma tragédia desta dimensão e com este número de mortos não há memória na região.

Segundo Nuno Sequeira, o presidente da Junta de Freguesia de Penajóia, Lamego, as instalações da fábrica de pirotecnia estão completamente destruídas.

O autarca Nuno Sequeira confirmou a existência de quatro mortos e de quatro pessoas desaparecidas, e explicou que as equipas ainda não conseguiram entrar nos escombros, por falta de segurança.

Nuno Sequeira acrescentou que esta é uma tragédia para toda a região e adiantou que algumas pessoas mais velhas afirmam que na década de 1980 terá existido um acidente semelhante, embora sem precisar se na mesma fábrica ou com tão elevado número de vítimas.

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou entretanto que vai esta quarta-feira acompanhar as operações de socorro na fábrica de pirotecnia.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bolsonaro mais moderado. "A minha preocupação sempre foi salvar vidas”

O Presidente brasileiro adotou um tom mais moderado naquele que foi o seu quarto discurso ao país sobre o novo coronavírus, mas voltou a insistir na importância de a população manter os empregos durante a …

Diabéticos representam 9% das mortes por covid-19

Os doentes da diabetes são um grupo de risco, representando “mais de 9% das pessoas falecidas com covid-19”, mas não têm mais probabilidades de ser infetados pelo novo coronavírus. A informação foi avançada esta quarta.feira pelo …

Covid-19: Infarmed diz que nenhum medicamento provou eficácia no tratamento

O Infarmed assegurou, na terça-feira, estar a acompanhar todos os esforços nacionais e internacionais para o desenvolvimento de potenciais tratamentos e vacinas para a covid-19, mas insistiu que nenhum fármaco provou ainda a sua eficácia …

Adolescente de 13 anos morre no Reino Unido devido a Covid-19

Um adolescente britânico de 13 anos morreu na segunda-feira depois de testar positivo para o novo coronavírus, informou na terça-feira o hospital. Segundo a família, o jovem não sofria de nenhuma outra doença. Segundo noticiou a …

"Por favor, não venham". Autarca de Vila Real apela a emigrantes que não regressem a Portugal

O presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, apela aos emigrantes para que, "por favor", não regressem agora ao país e nesta Páscoa "fiquem nas terras" que os "acolheram em segurança". "Este vírus infernal que …

84 pessoas detidas por desobediência ao estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até esta terça-feira, 84 pessoas pelo crime de desobediência e encerraram 1600 estabelecimentos, no âmbito do estado de emergência. Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) refere que, entre as …

Há creches, ATL e colégios privados a cobrar valores indevidos na quarentena

Há creches, ATL e colégios privados a cobrarem valores indevidos referentes a alimentação, transporte e atividades extracurriculares. O alerta foi dado pela Associação de Defesa do Consumidor (Deco). De acordo com a jurista da Deco, Carolina …

Pedro Proença acredita que "vai ser possível jogar na presente temporada"

O Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) admitiu, esta terça-feira, a possibilidade de realizar jogos à porta fechada e ainda esta temporada. Em entrevista à rádio TSF, Pedro Proença disse acreditar que ainda "vai …

Centeno deixa aviso à Zona Euro. Futuro da UE depende da resposta que der à pandemia

Mário Centeno escreveu aos ministros das Finanças da Zona Euro para os alertar que o futuro da União Europeia depende da forma como conseguir lidar com a crise económica devida à pandemia de Covid-19. Uma …

Governo quer desempregados e trabalhadores em lay-off a reforçar lares e hospitais

O Governo criou uma medida de Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde com o objetivo de apoiar as entidades do setor social e solidário. De acordo com o ECO, o Governo …