“Exoplanetas desonestos” à espreita no espaço podem ter luas habitáveis

Dan Durda

As evidências sugerem a existência de uma vasta população de “exoplanetas desonestos” à deriva – que não estão presos a nenhuma estrela. Os cientistas acreditam que esses exoplanetas não serão habitáveis, mas o mesmo não se pode dizer das suas luas.

De acordo com a nova modelagem matemática, algumas dessas luas – pelo menos, aquelas com condições muito específicas – poderiam ter atmosfera e água líquida, graças a uma combinação de radiação cósmica com a energia das marés exercida na luas pela interação gravitacional com os planetas, escreve o ScienceAlert.

Embora seja difícil catalogar os exoplanetas, as pesquisas identificaram candidatos através do estudo do efeito gravitacional quedeveriam ter na luz estelar distante.

As estimativas dessas pesquisas sugerem que pode haver pelo menos um exoplaneta gigante gasoso do tamanho de Júpiter para cada estrela da Via Láctea. Caso seja verdade, existem pelo menos 100 bilhões de “exoplanetas desonestos”.

Além da linha de geada do Sistema Solar, onde se espera que a água congele, há lugares onde esta ainda pode ser encontrada no estado líquido – é o caso das luas de gelo Ganimedes e Europa, em órbita ao redor de Júpiter, e Enceladus, na órbita de Saturno.

Embora envoltas em espessas camadas de gelo, essas luas abrigam oceanos líquidos por baixo das suas superfícies, que provavelmente não congelam devido ao calor interno gerado pelo alongamento e compressão exercidos pelo campo gravitacional dos planetas enquanto as luas orbitam.

Assim, acredita-se que a Europa e a Enceladus podem abrigar vida. Embora protegido da luz solar, existe um tipo de ecossistema aqui na Terra que não depende da teia alimentar fotossintética – as fontes hidrotermais, por onde o calor e os produtos químicos escapam do interior da Terra para o fundo do oceano.

Uma equipa de cientistas liderada pelo astrónomo Patricio Javier Ávila, da Universidade de Concepción, no Chile, procurou modelar a possibilidade destas luas existirem em torno de exoplanetas gigantes gasosos “desonestos”.

As descobertas sugerem que uma quantidade significativa de água pode ser formada na atmosfera da lua e retida na forma líquida.

Assim, a radiação cósmica seria o principal condutor da cinemática química para converter hidrogénio e dióxido de carbono em água. Isso produziria 10.000 vezes menos água que os oceanos da Terra, mas 100 vezes mais que a atmosfera, o que seria suficiente para a vida, disseram os investigadores.

A energia das marés da gravidade do exoplaneta geraria, então, muito do calor necessário para manter a água líquida. Ainda mais calor poderia ser criado pelo dióxido de carbono na atmosfera da lua, o que poderia gerar um efeito estufa e ajudar a manter o clima temperado.

O estudo foi publicado no International Journal of Astrobiology no dia 8 de junho.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Hong Kong. Veredicto de culpado no primeiro julgamento sob a lei de segurança nacional

A primeira pessoa acusada e julgada de acordo com a lei de segurança nacional de Hong Kong foi esta terça-feira considerada culpada de terrorismo e incitação à secessão, numa decisão histórica que estabelece um precedente …

Medina queixa-se dos juízes: "Há coisas que não dá para entender"

Dia de emoções diferentes para o Brasil, no surf. O primeiro campeão olímpico na modalidade é brasileiro mas Gabriel Medina nem chegou à final; e não gostou da pontuação na meia-final. Aí está a primeira medalha …

Estado demora dois anos a pagar aos fornecedores

Atrasos nos pagamentos têm vindo a diminuir, com muitos organismos a conseguir cumprir os 60 dias previstos pela lei. À semelhança do que acontece com os prazos, também os valores em dívida apresentam uma tendência …

Ministra da Saúde abre a porta à presença de público na Supertaça

A Supertaça, entre Sporting e Sporting de Braga e agendada para sábado, pode vir a ter adeptos nas bancadas, admitiu a ministra da Saúde, esta terça-feira, descrevendo o jogo como um possível "evento-teste". "Em relação ao …

Escolas avançam para a "desmaterialização dos manuais"

"As escolas estão já a avançar para a desmaterialização dos manuais e materiais clássicos da aprendizagem", indicou esta segunda-feira o vice-presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), David Sousa, a …

Marcelo sai do Infarmed "irritantemente otimista". "Onde avança a vacina, o vírus recua"

O Presidente da República elogiou, esta terça-feira, o processo de vacinação, considerando que "é excecional" o ritmo a que tem avançado, e declarou-se "irritantemente otimista", expressão que antes atribuía ao primeiro-ministro. "Eu agora também estou, como …

EUA. Casos de covid-19 podem ter sido subestimados em 60%

O número de casos de covid-19 nos Estados Unidos (EUA) pode ter sido subestimado em até 60%, com as infeções relatadas a representarem "apenas uma fração do número total estimado". Esta é a conclusão de um …

Portugal com mais seis mortes e 2316 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais seis mortes e 2316 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2316 novos …

Um quarto dos processos às companhias aéreas por falta de testes à covid já resultou em multas pagas

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) instaurou, entre 2020 e a semana passada, 539 processos a 40 companhias aéreas por transportarem passageiros para o território nacional sem o respetivo teste negativo à covid-19. Cerca …

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …