O que existia antes do Big Bang? Cientistas revelam nova teoria

Um grupo de matemáticos sugere que o nosso Universo atravessa, de forma cíclica, quatro fases distintas – portanto, antes do Big Bang já havia um outro Universo, ou seja, outra “fase cosmológica”.

Segundo os investigadores, o nosso Universo não começou com a enorme explosão a que chamamos Big Bang – simplesmente houve uma transição de uma fase para outra.

O estudo, publicado Cornell University Library, prevê quatro fases distintas para o nosso Universo, sendo que a fase atual do Universo é apenas uma dessas fases.

“Houve uma fase antes do Big Bang, e é possível saber mais essa fase do Universo ao estudar a física da fase atual do nosso Universo” destacam os cientistas.

De acordo com Mir Faizal, um dos autores do estudo, “o Universo pode existir em quatro fases, tal como a água pode existir em três fases diferentes”.

“Da mesma forma que sabemos mais acerca as propriedades do gelo ao estudar a água que o formou, podemos saber mais sobre a cosmologia anterior ao Big Bang ao estudar a física do Universo”, destacou, citado pelo Daily Express.

Para a realização do estudo, os investigadores elaboraram uma versão modificada do princípio da incerteza, criado por Werner Heisenberg – que estabelece que não podemos determinar com precisão a posição e o momento de uma partícula.

“Usando nosso modelo cosmológico podemos estudar a física da fase cosmológica antes do início do nosso Universo” afirmou Faizal.

Os investigadores vão agora continuar a estudar o Universo para descobrir mais informações sobre as suas quatro fases.

BZR, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Que nem tudo começou com o Big Bang, já outros o afirmaram. Na década de 60 do século passado, realizou-se em Lisboa um congresso sobre Modelos Cosmológicos, organizado pelo então existente Centro de Cálculo Científico do Instituto Gulbenkian de Ciência. Os trabalhos apresentados nesse congresso foram aliás publicados em um volume pela Fundação Gulbenkian. Um dos congressistas, o Prof. António Gião, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e diretor científico do referido centro, defendeu em termos matemáticos, um modelo do Universo hipertoroidal, uma figura que generaliza o toro (a forma de um pneumático de automóvel) para um maior número de dimensões. Ao percorrer o hipertoro, o universo ora se expande ora se retrai, de uma maneira obviamente cíclica.

    J. M. S. Simões-Pereira

    • Essas ideias do double torus não são nada novas. Expansão, contração, infinito dentro do finito… E não é que faz todo o sentido!.. Aliás, o físico Nassim Haramein foi quem eu ouvi falar disso primeiro.
      Procure as palestras dele na internet e maravilhe-se!

  2. Esta noticia não tem afinal um desenvolvimento correspondente ao titulo, pelo que percebi o universo existe de forma cíclica, atravessando 4 fases tal como a quase todos os elementos conhecidos da química, pois não devemos esquecer o novo estado que entretanto foi descoberto, o plasma, mas a resposta que eu gostaria de ter lido aqui, é: E antes, o que existia ? Para alem do universo que não é infinito, o que existe que possa ter dado origem a toda a matéria e energia que temos a noção que existe? O que está para alem dessa fronteira? Se são outros universos, o que está para além de todos esses universos?
    Essa sim era a teoria que o titulo me sugeriu. Fiquei desapontado com o titulo sensacionalista.
    A minha teoria é que o nosso universo é como um átomo no meio de tantos outros pertencentes a qualquer coisa, só não tenho teoria para a coisa.
    Explicaria as varias fases, que tal como o vento no nosso planeta, a energia flui de um lado para o outro e “congela em matéria” quando diminui em determinados pontos e “descongela em energia” quando essa concentração aumenta até ficar instável (Buracos negros), e é libertada em explosões massivamente gigantescas que “sopram” essa energia para longe em todas as direções, dado que estes acontecimentos são muitos e vão sucedendo em simultâneo em vários pontos do Universo ao mesmo tempo, a energia está em constante movimento e em todas as direções, originando novamente os mesmos resultados.
    Imagine-se, um lago com as aguas completamente paradas em que de repente começa a chover, os pingos de chuva são as explosões nos vários pontos do universo em simultâneo e as ondas que são originadas por cada pingo são a energia libertada a viajar em todas as direções.
    Continuo sem teoria para as paredes do lago.

  3. Vontade de entender não falta!
    Mas atirar com teorias á toa sem que tenham percebido bem as implicações do que já sabemos, pela confirmação prática das implicações de teorias validadas para todos os fenómenos conhecidos é outra coisa.
    ANdam por aí muitas teorias que não passam de fantasias de ficção básica. como essas, universos paralelos tuneis de viajar no espaço tempo e outras igualmente delirantes.
    Basta considerar os efeitos relativistas para se perceber que o tempo práticamente está parado em objectos do tamanho do universo quando concentrado num ponto para se perceber que há um infinito temporal no inicio e tudo indica aue se o universo continuar a expandir haverá a continuação da diminuição da temperatura do universo até ao zero absoluto onde tudo para e o tempo não tem mais significado!
    Esta é a minha maneira simples, gosto das explicações simples encerram mais verdade.

RESPONDER

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …