Executivo norte-americano demite-se após admitir romance com espia russa

CoinDesk / Flickr

À direita, Patrick Byrne

Patrick Byrne, CEO da Overstock, anunciou esta quinta-feira o seu pedido de demissão do cargo ao admitir que teve um romance com uma russa condenada por “conspiração”.

A confissão do envolvimento com Maria Butina — agente russa que seduziu a elite dos grupos pró-armas nos EUA, para se infiltrar na classe política — levou Byrne a renunciar ao cargo porque a sua presença estaria a complicar as relações comerciais da empresa.

Numa entrevista ao The New York Times, Byrne disse que conheceu a espia numa convenção em Las Vegas, e que a sua insistência em se reunir com membros da campanha presidencial de Hillary Clinton e Donald Trump despertou a sua desconfiança.

Decidiu então envolver-se com o FBI, mas as distrações e consequências do seu envolvimento dificultaram a liderança na venda a retalho online. Segundo Byrne, isto transformou-o em alguém demasiado “controverso” para dirigir a empresa.

Após a divulgação do pedido de demissão de Byrne, as ações da Overstock — loja online fundada no final da década de 90 — subiram 8,31%, depois de terem sofrido uma queda de 30% em dois dias no início do mês por causa da polémica.

“Acredito que fiz o que era necessário para o bem do país, para a saúde da empresa, estou na triste posição de ter de cortar laços com a Overstock, tanto como CEO como membro do conselho de administração”, escreveu o ex-executivo na sua carta de demissão dirigida aos acionistas, noticia a Reuters.

Pavel Starikov / Flickr

A agente russa Maria Butina

Byrne admitiu na semana passada que, durante três anos, teve uma relação com Butina, mulher condenada por “conspiração” por seduzir membros da NRA, a Associação Nacional de Rifles, com o objetivo de se infiltrar na classe política americana.

Butina é a única agente russa detida e condenada nos Estados Unidos pela investigação por interferência de Moscovo nas eleições presidenciais de 2016. A agente russa cumpre agora uma sentença de 18 meses de prisão.

A agente admitiu ter conspirado com uma autoridade russa para se infiltrar num grupo de defesa de armas e influenciar ativistas conservadores e republicanos norte-americanos.

Na carta de demissão do executivo, Byrne disse ter ajudado agentes e revelou o seu envolvimento em investigações de espionagem política conduzidas contra Hillary Clinton e Donald Trump.

“Acredito que, no futuro, a minha presença definitivamente não será propícia para discussões estratégicas”, escreveu Byrne na sua carta de renúncia.

O romance foi tornado público a 12 de agosto através de reportagens na Fox News. Byrne disse que divulgou a sua declaração por entender que alguém acabaria por descobrir o seu envolvimento na investigação federal se ele não o revelasse.

Patrick Byrne fundou a Overstock, uma empresa de venda online a retalho de móveis e decoração com descontos. O norte-americano esteve durante 20 anos no cargo de diretor executivo da empresa.

Embora o diretor executivo se tenha afastado, continua a estar envolvido na empresa. Byrne é o maior acionista da Overstock, detendo 15% do negócio, e mantém um investimento pessoal significativo em tecnologia blockchain, na qual a empresa investiu.

Byrne disse que vai continuar envolvido nos investimentos em blockchain da empresa e talvez num novo negócio, que vai aplicar esta tecnologia no mercado de energia elétrica. Mas primeiro quero surfar“, confessou. Apesar do recuo, Byrnes pretende relançar o seu site DeepCapture.com e “continuar a falar para o mundo”.

DR, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Crianças e adolescentes são quem mais consome açúcar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que teve por base o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, concluiu que as crianças e os adolescentes são quem mais consome …

A Rússia já sabe como apareceu a fissura na nave Soyuz (mas não revela)

A Corporação Espacial Estatal da Rússia, Roscosmos, já sabe qual é a origem da fissura encontrada há um ano na nave Soyuz MS-09, acoplada à Estação Espacial internacional. Mas não revelará mais informações. "O buraco foi …

SIVRAC, a bicicleta elétrica que se dobra em apenas um segundo

Com um quadro em forma de "X" e dobrável num estalar de dedos, a nova SIVRAC promete ser uma solução prática para quem viaja, por exemplo, de bicicleta para o trabalho. A bicicleta é um …

Porto 2-1 Young Boys | Dragão de duas faces com estreia feliz

O FC Porto entrou na Liga Europa com o pé direito, ao vencer o Young Boys por 2-1, no Estádio do Dragão. Uma primeira parte de enorme qualidade, na qual os suíços só por uma …

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …

PSV 3-2 Sporting | “Leão” vendeu cara uma derrota injusta

O Sporting iniciou a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com uma derrota amarga na Holanda, na visita ao PSV, por 3-2. Seis minutos fatais na primeira parte deixaram os “leões” em desvantagem …

Políticos da Coreia do Sul estão a rapar o cabelo (e já se sabe porquê)

Políticos da oposição na Coreia do Sul estão a rapar o cabelo em protesto contra a nomeação de um ministro da Justiça cuja família está a ser investigada por suspeita de irregularidade. O vice-presidente do parlamento, …