Um simples e rápido exame oftalmológico pode ser capaz de diagnosticar autismo

Uma equipa de cientistas desenvolveu uma nova tomografia que pode ajudar a identificar autismo em crianças anos antes do que é atualmente possível. Este avanço pode levar a formas mais eficazes de diagnosticar este distúrbio do desenvolvimento.

Um novo exame oftalmológico pode ajudar a identificar autismo em crianças muito antes do que é atualmente possível. O teste não invasivo é feito com a ajuda de um dispositivo portátil que encontra um padrão de sinais elétricos na retina que são distintos em crianças no espetro do autismo.

Estes sinais estão diretamente ligados a diferenças no desenvolvimento cerebral, aponta o EurekAlert. Além disso, os potenciais biomarcadores para o transtorno do espectro do autismo (TEA) podem permitir a deteção precoce de outros distúrbios, como o transtorno do défice de atenção e hiperatividade (TDAH).

O novo exame foi testado em 180 pessoas com e sem autismo, com idades compreendidas entre os cinco e os 21 anos. O artigo científico foi recentemente publicado no Journal of Autism and Developmental Disorders.

Paul Constable, professor e investigador da Universidade de Flinders, na Austrália, está em busca de um biomarcador de autismo desde 2006, num esforço para melhorar os atuais métodos de deteção e intervenção precoces depois de o seu próprio filho ter sido diagnosticado com esta doença.

A retina é uma extensão do cérebro, feita de tecido neuronal e conectada ao cérebro pelo nervo ótico, por isso era o local ideal para procurar”, explica o investigador. “O teste é um exame oftalmológico rápido e não invasivo, feito com um dispositivo portátil, e prevemos que será igualmente eficaz em crianças mais novas.”

O diagnóstico precoce é muito importante, na medida em que as crianças ficam habilitadas a receber intervenções fulcrais mais cedo, acrescenta o cientista. Além disso, a deteção precoce do autismo em crianças primogénitas pode dar aos pais a oportunidade de decidir se desejam ter mais filhos, uma vez que estudos anteriores indicam que os irmãos de crianças autistas têm uma maior probabilidade de desenvolver o distúrbio.

“A nossa equipa descobriu um provável biomarcador candidato ao autismo. A próxima fase é olhar para crianças mais pequenas, e até bebés, pois quanto mais cedo chegarmos aos estágios de intervenção, melhor”, remata Constable.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Seria excelente isso sim encontrar de vez a cura para esse distúrbio neurológico
    Não interessa descobrir que é autista e depois todos os apoios que existem para estas crianças e famílias são praticamente zero. É a partida uma “sentença” de incapacidade pois irá depender de terceiros pelo resto da vida e as instituições que trabalham com estes casos apenas os querem se estiverem completamente sedados com medicação. Em Portugal autismo é infelizmente uma sentença de ser o coitadinho pelo resto da vida.

RESPONDER

Jota não entra nas contas de Jesus. Florentino cada vez mais perto do Mónaco

Diogo Jota e Florentino Luís devem deixar a Luz nesta temporada por empréstimo, segundo escreve a imprensa desportiva esta quarta-feira. Jota deverá em breve deixar o Benfica e rumar a Inglaterra por empréstimo, avança o …

Se o próximo Orçamento for "mais do mesmo", PCP vota contra

Se o próximo Orçamento do Estado for mais do mesmo, Jerónimo de Sousa garante que o PCP vai votar contra. Esta manhã, em entrevista à Antena 1, Jerónimo de Sousa admitiu que o PCP poderá votar …

Cientistas desenvolvem adesivo para verificar (sem dor) níveis de glicose

Cientistas desenvolveram um sensor que dizem poder penetrar a pele, sem dor associada, para conduzir testes de diagnóstico para condições de saúde como pré-diabetes. De acordo com o site Science Alert, a equipa de cientistas investigou …

Governo está "preparado" para estender moratórias (e não só)

Esta terça-feira, em entrevista à TVI, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse que o Governo está "preparado para estender as moratórias bancárias" e lançar novas linhas de crédito. Pedro Siza Vieira, …

Açores vão dar incentivo financeiro a quem fizer teste da covid-19 antes de visitar região

O presidente do Governo dos Açores anunciou esta terça-feira que será criado um “incentivo financeiro” para compra de bens ou serviços na região a quem pretender deslocar-se ao arquipélago e fizer o teste de covid-19 …

Venezuela apela à denúncia de pessoas com sotaque estrangeiro no país

O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), o partido do Governo do Presidente, Nicolás Maduro, apelou na terça-feira aos venezuelanos que informem sobre a presença no país de pessoas com sotaque estrangeiro. O pedido foi feito …

A radiação do seu telemóvel pode estar a matar insetos

Um novo estudo sugere que a radiação dos telemóveis pode ter contribuído para o declínio dramático das populações de insetos na Europa nos últimos anos. A radiação eletromagnética dos telemóveis e as redes Wi-Fi podem ser …

A água é, em simultâneo, dois líquidos num só

O super-resfriamento da água líquida a temperaturas mais baixas do que as alcançadas anteriormente revelou novas evidências de que a água pode existir como dois líquidos diferentes ao mesmo tempo. Uma equipa do Pacific Northwest National Laboratory …

Descoberto novo tipo de planeta no Deserto Neptuniano. Tem um "ano" que dura 19 horas

Uma equipa de cientistas da Universidade do Chile acaba de descobrir um novo tipo de exoplaneta, com um período orbital de 19 horas. Em comunicado, a equipa precisa que o planeta, batizado de LTT 9779 …

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …