Ex-snowboarder olímpico acusado de encenar queda de avião. FAA investiga

1

Trevor Jacob tem sido alvo de várias críticas depois de ter publicado um vídeo no qual surge a saltar de paraquedas a partir de um avião Taylorcraft BL64. O antigo snowboarder olímpico terá encenado a queda da aeronave e o salto de emergência para ter mais visualizações no YouTube.

YouTuber publicou um vídeo, no dia 24 de dezembro, no qual surge a saltar de paraquedas, abandonando o avião Taylorcraft BL64 enquanto sobrevoava a Floresta Nacional de Los Padres, na Califórnia.

Trevor Jacob descolou de Lompoc Airport na cidade de Santa Bárbara, na Califórnia, com destino a Mammoth Lakes. Contudo, durante o voo, o motor da aeronave terá perdido a potência e o antigo snowboarder não conseguiu reverter a situação. Foi então que decidiu saltar do avião: “É por isso que voo sempre de paraquedas”.

O avião continuou o seu trajeto até colidir com as montanhas. Jacob caminhou até aos destroços e até encontrou um agricultor na escuridão, que, segundo o próprio, lhe salvou a vida.

Os contornos do caso estão a fazer os mais céticos duvidar e há quem não tenha dúvidas de que tudo não passou de uma encenação. Segundo o The Drive, a Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos está a investigar a situação, mas é provável que demore um ano (ou até mais) a concluir um relatório.

Os mais desconfiados alegam que o comentário sobre usar sempre paraquedas é muito enganador. Aliás, alguns YouTubers reviram alguns vídeos de Jacob e notaram, inclusivamente, que não havia mais nenhum vídeo do antigo atleta olímpico a usar paraquedas quando voava. Além disso, os paraquedas de emergência, os mais usados, são muito diferentes do que aquele que Trevor Jacob usava.

Outro detalhe estranho relaciona-se com os procedimentos habituais neste tipo de situação. Quando o motor para de funcionar, há vários protocolos que devem ser seguidos antes do salto de emergência, mas o YouTuber não fez nenhum dos procedimentos previstos.

A Global Air salienta, porém, que Jacob só recebeu a sua licença de piloto em meados de 2020, pelo que podem ser erros de principiante.

Alguns utilizadores suspeitaram de que o conteúdo do vídeo era uma montagem. Por acaso ou não, os comentários do vídeo foram desativados.

Para dar força à tese de que toda a situação foi encenada, mais um pormenor: o Taylorcraft BL64 foi comprado cerca de um mês antes do acidente. Trevor Jacob terá dito ao proprietário que ia “fazer algo especial” com o avião.

  Liliana Malainho, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE