Ex-presidente do INEM detido no caso “máfia do sangue” está de férias há um ano

Health Cluster Portugal

Luís Cunha Ribeiro, ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Luís Cunha Ribeiro, ex-presidente do INEM e da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.

O ex-presidente do INEM, Luís Cunha Ribeiro, um dos detidos no caso da “máfia do sangue”, está a gozar férias há cerca de 11 meses, recebendo ordenado, o que suscita dúvidas legais.

Detido no âmbito da operação “O negativo”, que investiga suspeitas de corrupção na venda de plasma a instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Luís Cunha Ribeiro é remunerado pelo Centro Hospitalar de S. João, onde está actualmente colocado, mas está a gozar férias há quase 11 meses.

Este dado foi confirmado ao Jornal de Notícias por uma fonte da unidade hospitalar.

O diário nota que as férias em atraso respeitam ao período acumulado e não gozado nas funções anteriormente ocupadas por Cunha Ribeiro no INEM e na Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo.

Incitado a comentar a situação, o advogado do Sindicato dos Médicos da Zona Centro, Carlos Ferrer dos Santos, salienta no JN que a situação “não pode ter suporte legal”.

Luís Cunha Ribeiro demitiu-se da ARS de Lisboa no seguimento do caso do jovem que morreu com um aneurisma cerebral, no Hospital de S. José, em Lisboa, por não haver profissionais de serviço, ao fim-de-semana, para o operar.

Depois disso, a 22 de Janeiro de 2016, voltou às funções que tinha ocupado no Hospital de São João, assumindo o lugar de assistente graduado sénior de imunohemoterapia. Foi nessa altura, que meteu as férias em atraso.

Cunha Ribeiro foi também presidente do INEM entre 2003 e 2008.

No processo da “máfia do sangue”, é suspeito de ter recebido “luvas” para favorecer a farmacêutica Octapharma no concurso para a venda do plasma sanguíneo aos hospitais do SNS.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. « Este país é um colosso. Está tudo grosso, está tudo grosso…» é parte da letra de uma cantiga que foi interpretada por actores portugueses de seu nome Camilo de Oliveira e Ivone Silva. Lembram-se decerto alguns desta divertida canção que retratava há talvez mais de 20 e tal anos o nosso Portugal. Eu fiquei completamente admirado que a ser verdade o alto dirigente Cunha Ribeiro esteja de férias há bastantes meses e ainda assim a continuar a receber o seu ordenadão todos os santos meses. O homem é do além…

RESPONDER

Fim dos apoios às empresas acelera vaga de despedimentos

A pressão para pagar subsídios de férias e o fim da proibição de reduzir pessoal nos setores que tiveram ajudas vai potenciar uma vaga de despedimentos. O Jornal de Notícias ouviu advogados e associações sindicais que …

Camisola poveira

Vendas da camisola poveira disparam a nível mundial (e já há “uma Amazon” para a comprar)

A camisola poveira, peça de artesanato da Póvoa de Varzim, nunca se vendeu tanto como agora. As vendas dispararam à boleia da polémica apropriação do modelo pela estilista norte-americana Tory Burch que o comercializou como …

Xanana Gusmão dorme à frente de centro de isolamento em protesto (e é filmado a esbofetear pessoas)

Xanana Gusmão quer que o corpo de um homem vítima de covid-19 seja entregue à família para que faça as cerimónias fúnebres. O comportamento do líder histórico timorense, que se encontra em protesto, está a …

SEF oficialmente extinto. Serviço de Estrangeiros e Asilo entra em funções esta quinta-feira

O processo de reestruturação do SEF foi publicado em Diário da República, esta quarta-feira, entrando em vigor no dia seguinte, ou seja, esta quinta-feira. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi oficialmente extinto esta quarta-feira, …

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …

Entre um Porto "dominante" e "ineficaz", a bicicleta de Taremi foi um "inútil golo de bandeira"

A imprensa internacional realça a boa prestação do FC Porto e o golo de bandeira de Taremi, que acabou por revelar-se insuficiente para dar continuidade às aspirações portistas. O FC Porto está fora da Liga dos …

Eventual criação do indicador "incidência vizinha" pode influenciar planos do Governo

Esta terça-feira, na reunião no Infarmed, o matemático Óscar Felgueiras defendeu a criação de um novo indicador, "incidência vizinha", que teria como vantagens sinalizar risco associado à proximidade de zonas mais críticas e evitar a …

Relatório secreto de Costa Pinto defende que Banco de Portugal podia ter feito mais no BES

O "Relatório Costa Pinto" argumenta que o Banco de Portugal tinha conhecimento dos problemas do BES e tinha poderes para fazer mais, melhor e mais cedo. O "Relatório Costa Pinto" tem vindo a ser negado ao …

Lopetegui viu Corona em Sevilha e pode avançar com proposta

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha, está atento a Tecatito Corona. O extremo portista mostrou-se em bom plano frente ao Chelsea. O antigo treinador dos 'dragões' Julen Lopetegui, atualmente no comando técnico do Sevilha, esteve esta terça-feira …

Especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …