Ex-ministro do Turismo do Brasil detido por suspeita de corrupção

pmdbnacional / Flickr

Henrique Eduardo Alves, ex-ministro do Turismo do Brasil

Henrique Eduardo Alves, ex-ministro do Turismo do Brasil

O ex-ministro do Turismo do Brasil foi detido, esta terça-feira, no âmbito de uma investigação ligada à operação Lava Lato, que investiga corrupção na construção do estádio Arena das Dunas, em Natal, no Rio Grande do Norte.

Henrique Eduardo Alves é suspeito de corrupção e branqueamento de capitais por ter supostamente participado em desvios nas obras do estádio, construído para receber jogos do último mundial de futebol, realizado no Brasil em 2014.

Além do ex-ministro, a operação também tem como alvo o ex-deputado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, que está preso na cidade de Curitiba.

Segundo informações divulgadas pela polícia brasileira, está em causa a investigação a cobrança de preços muito além dos estipulados na construção do estádio que chega a 77 milhões de reais (20,8 milhões de euros).

“A investigação começou após a análise das provas coletadas em várias das etapas da Operação Lava Jato, que apontavam solicitação e o efetivo recebimento de vantagens indevidas por dois ex-parlamentares cujas atuações políticas favoreceriam duas grandes construtoras envolvidas na construção do estádio”, explicou a polícia federal em nota.

As autoridades policiais destacaram ainda que com base no depoimento de delatores que colaboram com a Justiça e na quebra de sigilo fiscal, bancário e telefónico dos envolvidos foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial entre os anos de 2012 e 2014. Estas doações, porém, eram pagamentos de subornos.

Henrique Eduardo Alves foi ministro do Turismo no Governo da ex-Presidente Dilma Rousseff e também do atual Presidente, Michel Temer.

Saiu do Governo no ano passado depois da denúncias relacionadas à Lava Jato envolverem o seu nome. Na altura, o político foi citado como fazendo parte de um esquema de corrupção denunciado pelo delator Sérgio Machado, ex-presidente da Transpreto, uma das subsidiárias da Petrobras.

A operação policial de hoje foi batizada com o nome de Manus em referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é uma mão esfrega a outra, uma mão lava a outra.

A Lava Jato investiga o maior escândalo de corrupção da história do Brasil, que envolve grandes empresas, nomeadamente a petrolífera Petrobras.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Multinacional paga "subsídio" a funcionários que forem de bicicleta para o trabalho

Uma multinacional com presença em Portugal vai implementar uma iniciativa que passa por pagar uma espécie de subsídio aos trabalhadores que se desloquem para o trabalho de bicicleta. A medida da Liberty Seguros vai entrar em …

Trump está a "ter o seu próprio Brexit": tirar os EUA da União Postal Universal

Os EUA podem estar prestes a sair de um tratado misterioso que governa a entrega global de correspondências, deixando os remetentes comerciais, gerentes de correspondência militar e milhões de americanos estrangeiros preocupados. A Casa Branca diz …

Ativista Greta Thunberg arrasa congressista republicano nos EUA

Com tranquilidade e humor, a ambientalista sueca de 16 anos Greta Thunberg mostrou na quarta-feira que é um osso duro de roer em pleno Congresso dos Estados Unidos (EUA), ao devolver o argumento usado por …

Conselho de Disciplina nega recurso e confirma suspensão de Bruno Fernandes

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) rejeitou esta sexta-feira o recurso apresentado pelo Sporting relativo à expulsão de Bruno Fernandes, tendo mantido a partida de suspensão aplicada ao médio leonino. Em …

Mães acusam escola em Lisboa de racismo na divisão de turma

A Escola Básica S. Vicente, em Telheiras, Lisboa, foi acusada de fomentar a divisão racial e está a ser investigada pela Inspecção-Geral da Educação e Ciência (IGEC).  Foi Sandra Monteiro, de 36 anos, assistente técnica num …

TripAdvisor ganha processo contra restaurante que reclamou das críticas

O juiz de um tribunal espanhol considerou que os filtros utilizados pelo TripAdvisor funcionaram e que o dono dos restaurantes poderia ter denunciado o perfil dos utilizadores que escreveram os comentários alegadamente negativos. O proprietário de …

Twitter fecha milhares de contas por divulgarem notícias falsas. Mais de 200 associadas ao PP de Espanha

O Twitter anunciou esta sexta-feira que fechou milhares de contas em todo o mundo por divulgarem notícias falsas e propaganda pró governamental, em países como os Emirados Árabes Unidos, Egito e Espanha. As contas criadas na …

Remessas de emigrantes crescem 12,5% até julho

As remessas dos emigrantes portugueses voltaram a disparar. Crescem nos primeiros sete meses deste ano em 12,5% e já valem mais de 2,3 mil milhões de euros. A manter-se este ritmo, caminham para superar largamente …

Parecer da PGR sobre empresas de familiares de políticos dá razão a António Costa

O primeiro-ministro decidiu esta sexta-feira homologar o parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República (PGR) sobre incompatibilidades e impedimentos de políticos, no qual se recusam interpretações estritamente literais - e até inconstitucionais - …

Cuba considera "injustificada" a decisão dos Estados Unidos de expulsar diplomatas

O Governo de Cuba considerou "injustificada" a expulsão dos dois diplomatas, acusados pelos Estados Unidos de "atividades que comprometem a segurança nacional". O Governo de Cuba considerou esta quinta-feira "injustificada" a expulsão de dois dos seus …