Sara Danius, ex-líder da Academia Sueca, morre aos 57 anos

A sueca Sara Danius, a primeira mulher a ocupar o cargo de secretária permanente da Academia Sueca, morreu aos 57 anos, informou este sábado a família da escritora à agência TT. Segundo a imprensa sueca, Sara Danius morreu de cancro de mama.

A escritora, catedrática em Literatura e ainda crítica literária foi eleita membro da Academia Sueca em 2013. Sob a sua direção, a Academia Sueca realizou votações polémicas para o Nobel da Literatura, nomeadamente a bielorussa Svetlana Alexievich, o norte-americano Bob Dylan e o britânico Kazuo Ishiguro.

A instituição também viveu uma grave crise depois de várias acusações, inclusivamente de abusos sexuais, feitas em novembro de 2017 ao diário sueco Dagens Nyheter, contra uma pessoa ligada à Academia.

Esta pessoa é o francês Jean-Claude Arnault, marido da académica Katarina Frostenson, com quem dirigia um clube literário apoiado pela Academia Sueca e que era amigo de vários membros da instituição.

A Academia Sueca havia encomendado uma auditoria, a qual detetou irregularidades no financiamento do clube, alertou sobre o papel problemático de Katarina Frostenson e concluiu que Arnault tinha divulgado o nome do vencedor do Nobel em sete ocasiões.

Sara Danius deixou o cargo na Academia Sueca em 2018, ano em que o Nobel de Literatura não foi atribuído devido à crise na instituição. Interinamente, assumiu Anders Olsson, tendo Mats Malm ocupado o secretariado permanente em 2019. Katarina Frostenson acabou também por sair da instituição.

A morte de Sara Danius ocorre dois dias depois da Academia atribuir os prémios Nobel de Literatura para a polaca Olga Tokarczuk, referente a 2018, e para o austríaco Peter Handke (2019), que também está a ser alvo de polémica.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …