Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

(dr) Vitaly Bulgarov / Hankook Mirae

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra.

Cerca de um ano depois de se ter demitido da Google, Laura Nolan avisa agora que há uma nova geração de armas automáticas que podem, acidentalmente, desencadear uma guerra e “causar atrocidades de forma massiva”.

Nolan defende que estes robôs têm a capacidade para criar “calamidades para as quais não estavam programados” e que, por isso, devem ser banidos, à semelhança das armas químicas.

A engenheira em ciência computacional demitiu-se depois de lhe ter sido atribuída a tarefa de trabalhar num projeto para reforçar a tecnologia nos drones militares norte-americanos. Depois, juntou-se à Campanha para Parar os Robôs Assassinos que visa alertar para os perigos do uso destas armas.

“Há a possibilidade de acontecerem grandes acidentes, porque estas coisas vão começar a agir de forma inesperada. Daí a importância de submeter qualquer sistema avançado de armas ao controlo humano. Caso contrário, estas armas têm de ser banidas porque são demasiado imprevisíveis e perigosas”, alertou, citada pelo The Guardian.

Para Laura Nolan, as consequências fatais podem resultar de coisas simples como mudanças meteorológicas não previstas pelo software dos drones ou um comportamento humano complexo.

Uma das principais preocupações reveladas pela engenheira, prende-se com um dos pedidos efetuado pelo departamento de defesa dos Estados Unidos que, com o objetivo de acelerar o desenvolvimento desta tecnologia, pediu que fosse criado um sistema de inteligência artificial capaz de avaliar imagens e diferenciar automaticamente pessoas de objetos, a um ritmo muito superior ao atual, que por sua vez é feito por militares especializados e que, naturalmente, demora mais tempo.

Outro problema que se parece impor com uso desta tecnologia diz respeito aos testes que têm de ser feitos para confirmar o uso “controlado” destas máquinas. “Outra questão assustadora é que só se pode testar estes sistemas de guerra autónomos no campo de combate. Quem sabe se isso não está já a acontecer atualmente, com os russos na Síria?”, disse Nolan.

A Rússia recusou-se a assinar um tratado que limitava o uso deste tipo de tecnologia, e que “têm feito campanha para nem sequer se discutir este assunto”.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. …”coisas simples como mudanças meteorológicas não previstas “….
    Será que são estes malvados que estão a incendiar todas as florestas do Planeta???…
    Hummm…. isto cheira-me mais a “habilidade” de algum culpado querendo fugir com o rabo à seringa…
    Para quem não acredita na Manipulação Climática, vá segurando o queixo antes que ele caia…
    Enfim, meio mundo a enganar a outra metade… até ver….
    Assinado: Maria da Maia

  2. “Para Laura Nolan, as consequências fatais podem resultar de coisas simples como mudanças meteorológicas não previstas pelo software dos drones “…
    Depois desta denúncia, ainda sobra alguma dúvida de que o Clima da Terra está a ser Manipulado artificialmente e que aquilo que nós vamos sentindo e vendo acontecer, não é natural, mas sim, FABRICADO??!!!
    Por intuição, observação e comparação de mapas, eu já tinha concluído que a Manipulação Climática era um facto; agora que as Armas Climáticas estavam por conta e risco da inteligência artificial, isso eu desconhecia….
    – Depois desta notícia ainda sobram dúvidas de que nos encontramos de facto em plena Guerra Climática??!!!
    Na sequência da Guerra Fria, estamos a viver a Guerra Quente….
    – Quais são os verdadeiros planos que fundamentam e norteiam toda esta atividade insana?
    – O que nos escondem por trás do plano que está a ser efetuado com a prática dos incêndios florestais a nível mundial?
    – É a inteligência artificial que – sem qualquer pudor!! – cria as condições climáticas extremas que antecedem os incontroláveis incêndios florestais ??
    – É a inteligência artificial que está no comando das operações, no edifício que fica próximo das antenas HAARP e de outros sistemas semelhantes e malévolos?? Pois, é lógico que assim seja porque os “cérebros valentões” não estarão dispostos a exporem os seus estimados corpinhos à proximidade das radiações…
    – Estamos mesmo entregues e por conta da “bicharada”???
    Mentes doentes fazem toda a porcaria com o Clima do Terra, usam o Clima como arma de alcance internacional, e depois ainda dizem que é o nosso carro, usado para irmos trabalhar ou para irmos às compras, que contribui para que o Clima “esteja em pantanas”…. É demasiada hipocrisia junta!!!…
    “Vemos, ouvimos e lemos, NÃO podemos ignorar”…..
    “O nosso tempo é… pecado organizado!!!”….
    Como os poetas estavam certos ao escreverem e ao cantarem estas linhas…
    Está tudo mesmo à frente dos nossos olhos – os factos e as informações – mas, o inconsciente coletivo continua mais cego que toupeiras….
    Assinado: Maria da Maia

Responder a sousa Cancelar resposta

Deputados chumbam divulgação imediata e integral da auditoria ao Novo Banco

Os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças (COF) rejeitaram, esta quarta-feira, o requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para divulgação pública imediata e integral do relatório de auditoria especial ao Novo Banco enviado pelo …

Bélgica recoloca Lisboa e região Centro no "vermelho"

As autoridades belgas aliviaram ligeiramente as medidas restritivas no quadro da pandemia da covid-19, apesar do aumento do número de casos, esta quarta-feira, e recolocaram a área metropolitana de Lisboa e a região centro de …

"É bastante provável que já se esteja a formar a covid-21"

Tudo "o que não sabemos" sobre o coronavírus - e é muita coisa! - é o que mais preocupa o especialista de Saúde Global do Conselho de Relações Externas dos EUA, Yanzhong Huang, que alerta …

Bruxelas propõe novo pacto para as migrações e pede compromisso a todos os Estados-membros

A Comissão Europeia propôs, esta quarta-feira, um novo Pacto para as Migrações e Asilo, à luz do qual "todos os Estados-membros, sem exceção", devem assumir as suas responsabilidades. Assumindo que "o sistema atual não funciona" e …

Após ameaças da Al-Qaeda, jornalistas franceses escrevem carta em defesa da Charlie Hebdo

Cerca de 100 órgãos de comunicação social em França publicaram hoje uma carta aberta apelando à defesa da liberdade de expressão, em apoio à revista Charlie Hebdo, quando decorre o julgamento dos atentados de 2015. A …

Lukashenko toma posse em cerimónia "secreta". Oposição apela a mais protestos

O Presidente da Bielorrússia foi empossado, esta quarta-feira, para um sexto mandato numa cerimónia não anunciada. A oposição já apelou a mais protestos. "Alexander Lukashenko prestou juramento na língua bielorrussa, após o qual assinou o ato …

"Não somos uma moeda de troca", diz Presidente do Irão. EUA terão de levantar sanções

O Presidente irianiano, Hassan Rohani, fez na terça-feira um discurso em tom desafiador e inflamado na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), afirmando que os Estados Unidos (EUA) não terão outra alternativa que …

Depois das acusações de fraude, o fundador da Nikola renuncia ao cargo de presidente

Depois de um polémico relatório afirmar que Trevor Milton estava a mentir quando apresentou o prototipo do Nikola One, o fundador da empresa de camiões elétricos resolveu abandonar o cargo de presidente. Trevor Milton renunciou ao …

México investiga alegadas esterilizações em centros migratórios dos EUA

O Governo mexicano anunciou na terça-feira que abriu uma investigação para determinar se mulheres mexicanas foram esterilizadas sem o seu consentimento num centro de detenção para migrantes nos Estados Unidos (EUA). "Já estamos em contacto com …

Grupo de 156 países em iniciativa para acesso justo à vacina para covid-19. EUA ficam de fora

Um total de 156 países - representando cerca de 64 por cento da população mundial - comprometeram-se a reunir recursos para ajudar a desenvolver, comprar e distribuir equitativamente dois mil milhões de doses de uma …