Euro 2020: ingleses tinham bilhetes (mas já não têm)

Jogo dos quartos-de-final entre Inglaterra e Ucrânia vai ser realizado em Roma. Adeptos ingleses querem entrar no Olímpico mas não vão ter autorização.

Inglaterra 1-0 Croácia, Londres. Inglaterra 0-0 Escócia, Londres. República Checa 0-1 Inglaterra, Londres. Inglaterra 2-0 Alemanha, Londres. Ucrânia – Inglaterra…Roma.

Pela primeira vez no Euro 2020, a Inglaterra não vai jogar em casa. E os problemas começam, por causa do coronavírus. Milhares de adeptos ingleses deveriam viajar até à capital italiana (e provavelmente vão viajar na mesma) mas não terão autorização para entrar no Estádio Olímpico de Roma.

A embaixada italiana em Londres emitiu um comunicado, nesta quinta-feira, e avisou que qualquer pessoa que tenha estado no Reino Unido nos últimos 14 dias não vai ser admitida no estádio, mesmo que tenham bilhete para o duelo com a Ucrânia.

A exceção só se aplicará a quem já estiver em Itália desde o domingo passado, ou seja, seis dias antes do jogo, porque qualquer pessoa que chegue do Reino Unido tem de cumprir cinco dias de quarentena em solo italiano. Os interessados terão ainda de realizar um teste depois desse período de quarentena e só poderão assistir ao jogo ao vivo se esse teste for negativo.

Vai ser “punido” quem aparecer no estádio sem ter cumprido estas regras e, por isso, os adeptos que estão no Reino Unido “não devem” viajar para Itália para ver o jogo, avisou a embaixada.

O governo italiano, que prevê a chegada de milhares de ingleses e que temia que a maioria não cumprisse o período de quarentena obrigatório, pediu à UEFA para devolver os bilhetes aos adeptos ingleses que já tinham comprado ingresso para este encontro dos quartos-de-final. A UEFA concordou e avisou todos os detentores de bilhete que tinham de transferir os bilhetes para amigos ou família que vivem em Itália. O prazo terminou na noite passada.

Este será o único jogo da Inglaterra longe de Wembley, neste Euro 2020. Se ultrapassar os quartos-de-final, saberá que voltará a jogar em Londres porque os dois jogos das meias-finais e da final serão realizados em Wembley.

Há planos locais para aumentar a capacidade do Wembley para esses últimos jogos (até agora foram permitidas 40 mil pessoas). O Ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, já disse que isso será “extremamente irresponsável”.

Entre as reações dos adeptos ingleses, já se foi “espalhando” uma: um adepto que iria viajar para Roma já no domingo, para poder estar em quarentena no resto da semana, mas preferiu não viajar – porque iria faltar ao trabalho durante uma semana…

Ucrânia e Inglaterra encontram-se neste sábado, às 20h. Será o último jogo dos quartos-de-final do Euro 2020.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.