Nos Estados Unidos, ligar para o 112 pode fazer com que seja despejado

Ligar para o 112 (ou 911, nos Estados Unidos) em algumas cidades norte-americanas pode fazer com que seja despejado, tudo por causa das chamadas “leis de incómodo”. 

Por exemplo, em Maplewood, Missouri, uma vítima de violência doméstica foi forçada a sair de casa após contactar a polícia. Depois de sofrer vários abusos do seu namorado, Rosetta Watson ligou para o 112. A mulher acabou por ligar para a polícia em quatro ocasiões ao longo de seis meses, escreve a Vox.

Como resultado, Maplewood considerou-a um “incómodo” e revogou a sua licença de ocupação, que é obrigatória para residir na cidade. Watson foi obrigada a mudar-se para outra cidade, onde viria novamente a sofrer abusos do namorado. Com medo de voltar a chamar a polícia, viu-se obrigada a ir diretamente ao hospital.

“Achei que ligar para o 112 ajudaria a impedir o abuso, mas, em vez disso, Maplewood puniu-me”, disse Watson. “Perdi a minha casa, a minha comunidade e a minha fé na polícia para oferecer proteção”.

Várias cidades têm leis semelhantes à de Maplewood. O objetivo é delegar os proprietários como agentes policiais. As cidades que procuram punir ou livrar-se das pessoas que consideram “incómodos”, sem ter que acusá-las de um crime específico, implementam estas políticas, com o efeito de criminalizar comportamentos muitas vezes legais.

Além disso, são frequentemente adotadas para impedir a entrada de minorias, pessoas de baixo rendimento e outros grupos marginalizados.

Algumas destas leis designam uma propriedade como um incómodo público, geralmente depois de a polícia ser chamada várias vezes para responder a incidentes no mesmo local. Nestes casos, os caseiros são forçados a agir como uma autoridade e enfrentam multas e outras medidas punitivas caso não sejam capazes de dissipar a situação.

Os proprietários são por vezes pressionados a despejar inquilinos que estejam de alguma forma envolvidos em atividades incómodas, independentemente de serem a vítima, o autor ou simplesmente estarem associados à vítima ou ao autor de um alegado crime.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Esta lei é simplesmente excepcional e deveria ter adopção imediata aqui. Acabava-se de forma simples e rápida com má vizinhança e todos problemas causados por quem não sabe viver em sociedade. A única coisa escandalosa na notícia é a dita senhora andar 6 meses a ligar para a polícia por causa de abusos do namorado em vez de se ver livre de tão excelente companhia. E depois ainda o leva consigo para uma nova cidade… Ter um amendiom no lugar do cérebro não é um problema que a polícia consiga resolver.

  2. É para aí que estamos a caminhar.
    Na direcção de nos tornarmos uns bandalhos sem qualquer respeito pelo próximo e desligados das nossas obrigações cívicas.
    Tudo só para não incomodar algumas ‘flores de estufa’ de inspiração francesa.
    Não tarda, não podemos fazer ‘xixi’ de pé a partir das 9 da noite,…não vá o vizinho ouvir-nos.

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …