Estudo prova que Alzheimer não destrói as memórias – apenas as torna inacessíveis

Os doentes de Alzheimer podem afinal não ter perdido as suas memórias, mas apenas ter dificuldade em aceder-lhes, o que abre a porta a possíveis tratamentos para recuperá-las, revela um estudo publicado na revista científica Nature.

O estudo, realizado em ratos pelo cientista japonês Susumu Tonegawa, Nobel da Medicina em 1987, mostrou que ao estimular áreas específicas do cérebro com luz azul os cientistas conseguiam que os ratos recuperassem memórias que antes lhes eram inacessíveis.

Os resultados, publicados esta quarta-feira na revista Nature, são a primeira prova de que a doença de Alzheimer não destrói as memórias, apenas as torna inacessíveis.

“Como os humanos e os ratos tendem a ter um princípio comum em termos de memória, as nossas conclusões sugerem que os pacientes com doença de Alzheimer, pelo menos nos primeiros tempos, podem também manter as memórias nos seus cérebros, o que significa que existe uma possibilidade de cura”, disse Tonegawa à AFP.

Os cientistas questionam-se há anos se a amnésia provocada por um traumatismo craniano, o stress ou doenças como o Alzheimer resulta de danos em células cerebrais específicas, o que tornaria impossível recuperar as memórias, ou se em causa está o acesso a essas memórias.

Para tentar comprovar a segunda hipótese, Tonegawa e colegas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA, usaram ratos geneticamente modificados para exibir sintomas semelhantes aos dos doentes de Alzheimer, doença degenerativa do cérebro que afeta milhões de adultos em todo o mundo.

Os animais foram colocados numa caixa que tinha uma corrente elétrica de baixa voltagem a passar no chão, provocando uma sensação desagradável, mas não perigosa, de choque elétrico nos pés.

Um rato não afetado que seja colocado novamente na mesma caixa 24 horas depois fica paralisado de medo, antecipando a mesma sensação desagradável, mas os ratos com Alzheimer não mostraram qualquer reação, sugerindo que não têm memória da experiência.

(dr) Tonegawa laboratory

O professor Susumu Tonegawa, Nobel da Medicina em 1987

O professor Susumu Tonegawa, Nobel da Medicina em 1987

Quando os cientistas estimularam zonas específicas do cérebro dos animais – as células associadas à memória – usando uma luz azul, os ratos aparentemente lembraram-se do choque.

Além disso, ao examinar a estrutura física dos cérebros dos ratos mutados, os investigadores constataram que os doentes tinham menos sinapses, asligações entre neurónios).

Mas através da estimulação luminosa repetida, os cientistas conseguiram aumentar o número de sinapses até níveis comparáveis aos dos ratos saudáveis.

A certo ponto, deixou de ser necessário estimulá-los artificialmente para suscitar a reação de terror perante a caixa.

As memórias dos ratos foram recuperadas através de um meio natural“, disse Tonegawa.

Isto significa “que os sintomas da doença de Alzheimer desapareceram”, acrescentou o neurocientista.

“É uma boa notícia para os pacientes”, congratulou-se o Nobel da Medicina, que no entanto se mostrou prudente.

Num estádio precoce, a doença poderá ser tratada no futuro, desde que se desenvolva uma nova tecnologia que cumpra os requisitos éticos e de segurança”, diz Tonegawa, citado pelo The Guardian.

Os investigadores estimam que a técnica só funcione durante alguns meses nos ratos, ou durante dois ou três anos nos humanos, até a doença avançar de tal maneira que eliminasse todos os ganhos.

A Organização Mundial de Saúde estima em 47,5 milhões o número de pessoas no mundo afetadas por demências, 60 a 70% das quais de doença de Alzheimer, que por enquanto é incurável.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cristiano Ronaldo é o único português nomeado para os prémios "The Best"

O avançado da Juventus é o único português nomeado para os prémios "The Best", inserido na lista de 11 candidatos na categoria de melhor futebolista de 2020, divulgada hoje pela FIFA. Cristiano Ronaldo reparte a nomeação …

Máscaras descartáveis são de plástico e ameaçam flagelo ambiental. Governo lança campanha de sensibilização

Em plena Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática lançou a campanha “Não Deixes Cair a Máscara”. Por mês, são usadas no país 150 milhões de máscaras. De acordo …

Football Leaks. Julgamento suspenso por 14 dias devido a caso de covid-19

O julgamento do processo Football Leaks foi suspenso por 14 dias, esta quarta-feira, devido à confirmação de um teste com resultado positivo ao novo coronavírus de um familiar de um dos juízes do coletivo. Cerca de …

Morreu El Pibe, Diego Armando Maradona

O antigo internacional argentino Diego Armando Maradona morreu esta quarta-feira aos 60 anos de idade. Foi vítima de uma paragem cardiorrespiratória, avança a imprensa argentina. O estado de saúde do ex-futebolista estava debilitado e, segundo relatos do …

Empresas deixam de estar obrigadas a pôr o código QR nas faturas

A obrigatoriedade de as empresas incorporarem nas faturas o código QR e o código único de documento “traria custos adicionais para as micro pequenas e médias empresas, particularmente na adaptação de sistemas informáticos”. A obrigatoriedade de as …

Bolieiro cita Sá Carneiro e reconhece "exigente missão"

O novo presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, tomou esta terça-feira posse na Assembleia Legislativa Regional e, citando Sá Carneiro, reconheceu a "exigente missão" que tem pela frente. "Medimos os desafios a enfrentar e …

Escócia é o primeiro país a tornar os produtos menstruais gratuitos

Os produtos de higiene íntima feminina vão passar a ser gratuitos na Escócia. A primeira medida do género em todo o mundo entrará em vigor em janeiro e tem o objetivo de combater a “pobreza …

Fenprof diz que a falta de docentes em algumas escolas se resolvia com oferta de horários completos

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) estima que milhares de alunos continuem sem ter todas as aulas por falta de docentes, um problema que acredita que se resolvia com medidas como completar os horários vagos …

Retirado cartaz em Oeiras por "ofender" Isaltino Morais. Iniciativa Liberal já apresentou queixa

A Câmara Municipal de Oeiras retirou um cartaz da Iniciativa Liberal (IL) que questionava a gestão de Isaltino Morais. O partido liderado João Cotrim Figueiredo já apresentou queixa. De acordo com o semanário Expresso, a …

Cinco inspetores do SEF implicados na morte de Ihor Homenyuk afastados do centro de imigrantes

Cinco inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) implicados na morte de Ihor Homenyuk pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) foram afastados do centro de instalação temporária do aeroporto onde ocorreu a homicídio a …