Estudo revela que há uma “elevada probabilidade de a Humanidade acabar” até 2050

A Humanidade vai enfrentar uma “ameaça existencial” nas próximas décadas, com as consequências das alterações climáticas a criarem uma “elevada probabilidade de a civilização humana acabar” até 2050.

De acordo com uma notícia do Observador, divulgada na terça-feira, os alertas constam de um de um estudo publicado por um ‘think tank’ australiano, cujo trabalho foi apadrinhado por um antigo chefe das Forças Armadas norte-americanas, o Almirante Chris Barrie.

Logo no prefácio, o almirante escreveu que a análise “coloca a nu a verdade crua sobre a situação desesperada em que se encontram os humanos, e o nosso planeta, traçando um quadro perturbador acerca da possibilidade real de a vida humana na Terra estar a caminho da extinção, da forma mais horrível”.

O estudo do Breakthrough National Centre for Climate Restoration, em Melbourne, alerta para o risco de “consequências extremamente graves” relacionadas com as alterações climáticas, consequências que estão longe de ser corretamente valorizadas pelas populações e pelas lideranças políticas.

Basta que o planeta aqueça pelo menos três graus Celsius – a trajetória atual – para que se criem reações em cadeia que irão acelerar o colapso de ecossistemas-chave como os corais, a floresta amazónica e o gelo no Ártico.

“Mesmo com dois graus Celsius de aquecimento global, mais de mil milhões de pessoas terão de ser relocalizadas e, nos piores cenários, o grau de destruição vai além da nossa capacidade de predição, existindo uma elevada probabilidade de a civilização humana acabar”, lê-se no prefácio.

Estes riscos originam uma “ameaça existencial para a civilização humana, no curto a médio prazo”, defenderam os autores do estudo, advertindo para problemas que são quase impossíveis de quantificar porque “escapam a toda e qualquer semelhança com a experiência humana nos últimos mil anos”.

Até meados do século em curso, “os sistemas planetários e humanos vão atingir um ponto sem retorno, um cenário em que a perspetiva de uma Terra basicamente inabitável leva a um colapso das nações e da ordem internacional”.

A única forma de tentar evitar estas consequências seria uma “mobilização com uma escala comparável à Segundo Grande Guerra”, neste caso com o objetivo urgente de fazer uma transição para um sistema industrial de emissões-zero.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Descobertas oito novas fontes de Explosões Rápidas de Rádio vindas do Espaço

As Explosões Rápidas de Rádio (Fast Radio Bursts, FRBs) são dos enigmas mais intrigantes da astronomia moderna. Estes sinais de rádio, por norma, duram milésimos até desaparecer, mas alguns repetem-se de forma irregular. Desde a descoberta …

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …