ADN revelou quem teve casos extraconjugais nos últimos 500 anos

Os cientistas revelaram que membros da sociedade tinham mais probabilidade de ter filhos fora do casamento ao estudar o ADN de pessoas da Europa ocidental nos últimos 500 anos.

A densidade populacional do local onde uma pessoas morava e o seu estatuto socioeconómico contribuíram para taxas do que é chamado de “paternidade extraconjugal” nos Países Baixos da Bélgica e da Holanda.

A paternidade extraconjugal acontece quando um homem não é o pai biológico do seu filho legal. O co-autor do estudo Maarten Larmuseau, da KU Leuven and Histories, explicou, em declarações à Newsweek, que casos extraconjugais podem explicar a paternidade extraconjugal, mas também uma mulher que tenha sido violada.

A equipa trabalhou com 513 pares de homens que moravam na Bélgica e na Holanda que partilhavam um ancestral paterno comum. Se não houvesse uma paternidade extraconjugal na sua linhagem, teriam o mesmo cromossoma Y.

De acordo com o estudo publicado este mês na revista especializada Current Biology, os investigadores descobriram taxas de paternidade extraconjugal entre famílias urbanas de baixo estatuto económico, que viviam em cidades densamente povoadas no século XIX, de 6%. Por outro lado, só afetava 0,5% dos agricultores em áreas rurais e as classes média e alta.

A probabilidade de uma pessoa nascer fora do casamento era de 0,6% em pequenas vilas rurais com poucos habitantes e de 2,3% em cidades com pelo menos 10 mil habitantes por quilómetro quadrado. Por outro lado, de acordo com o IFLScience, os investigadores não encontraram diferenças significativas entre as divisões religiosas e culturais dos países.

“Esperávamos que as taxas médias fossem baixas (estudos anteriores já demonstraram isso), mas o facto de as taxas variarem mais de 10 vezes, dependendo do contexto social, foi certamente uma surpresa“, disse Larmuseau.

“É claro que a paternidade extraconjugal, especialmente devido ao adultério, é um tópico popular em piadas, séries de televisão e literatura”, disse Larmuseau em comunicado, divulgado pelo EurekAlert. “Mas o conhecimento científico sobre esse fenómeno ainda é altamente limitado, especialmente em relação ao passado”.

À Newsweek, Peter B. Gray, do Departamento de Antropologia da Universidade de Nevada, Las Vegas, que não participou neste estudo, referiu que os seus estudos anteriores sugeriram que os ancestrais humanos tinham baixas taxas de paternidade extraconjugal.

Comparando com outros primatas, os machos humanos têm testículos relativamente pequenos e baixa qualidade espermática, entre outras características, consistentes com baixas taxas de acasalamento feminino com vários machos.

//

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ainda não percebi porque não se faz um teste de paternidade junto com o teste do pezinho ou outros!.. não deve haver nada pior para um homem saber ao fim de uma vida que o filho que manteve e criou afinal era do vizinho!.. mas como é contra o homem, não faz mal!.. no país misandrico!

  2. Um dia que ainda está longe a ciência ficará a saber aquilo que já se sabe há milhões de anos, descendemos todos do mesmo pai e mãe. Talvez não demore mais 1 milhão de anos.

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …