Estudantes de Aveiro revoltados com obrigatoriedade de pagar 1,5 euros por “kit de praxe”

Bobo Boom / Flickr

-

Os estudantes do primeiro ano da Universidade de Aveiro (AAUAv) foram convocados para uma atividade de praxe, esta quarta-feira, na qual eram obrigados a adquirir um kit de 1,5 euros.

A notícia é divulgada pelo Público, que adianta que o dinheiro seria usado para financiar um encontro nacional de comissões de praxe, no fim-de-semana, em Aveiro.

O presidente da AAUAv, Xavier Vieira, disse ao Público que os praxantes já tinham pedido um financiamento à própria universidade, mas que foi recusado.

A denúncia foi feita através de emails e telefonemas de estudantes indignados e levou a Associação Académica da Universidade de Aveiro a reagir.

”Como é que podem obrigar os estudantes a dar 1,5 euros a uma comissão que nem sequer existe fiscalmente?”, questiona o presidente da AAUAv.

“Apesar de tudo isto, face aos acontecimentos que hoje se tornaram públicos e depois de confirmada a sua veracidade, a Direção da AAUAv não pode permanecer em silêncio e assume as suas responsabilidades na defesa dos estudantes da Universidade de Aveiro, afirmando de forma muito clara que é permanentemente contra a cobrança obrigatória de dinheiros em atos de praxe”, lê-se num comunicado divulgado esta quinta-feira.

Já o reitor da UA, Manuel Assunção, faz questão de lembrar que, na instituição que dirige, está garantido o princípio da tolerância e da liberdade de escolha.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois, como é que se permite actividades de praxe em instituições de ensino?
    A praxe devia ser totalmente proibida e a verificar-se devia ser penalizada, exemplarmente.
    Que as instituições queiram integrar, receber novos alunos, concordo, mas nada disto tem alguma coisa a ver com praxe. Praxe é uma aberração da humanidade, a um nível mais ou menos explícito, mas sempre uma aberração.
    Os praxistas são uns palermas, palermas porque gostam de se sujeitar àquilo a que nunca se deviam sujeitar, e uns palermas ainda maiores porque depois querem sujeitar outros ao mesmo, como se isso os fizesse “maiores” de alguma forma.
    No que me toca, prefiro tratar os outros como gosto que me tratem a mim. Para quem não entendeu: com respeito.

    • Exacto, porque além de juntar tudo e todos no mesmo saco, sem entender sequer a estória; o simbolismo e o objectivo das mesmas, ainda chama palermas! É de um respeito… ó ó… mete respeito nisso!!!

  2. eles dizem que as praxes servem para integrar os alunos no seu novo meio ensino (universidade).
    como podem ele dizer isso se o que fazem é tudo ao ar livre?
    no meu ver, para os integrar, era andar com o caloiros a mostrar os “cantos à casa” e nao faze-los rebolar no chao sujo, obriga-los a pagarem bebidas aos praxantes, fazer os caloiros faltarem às aulas porque os praxantes querem ve-los a robolar no chao, etc.
    ou ainda poderiam fazer melhor, pegar nos caloiros e leva-los a fazerem caridade (pintar casas de idoso, arranjar a luz, etc. isto sim seria bem visto aos olhos da população.

RESPONDER

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, hoje publicada, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar "rapidamente as medidas adequadas …