Cientistas traduziram a estrutura de uma teia de aranha em música

Isabelle Su e Markus Buehler

Imagens transversais de uma teia de aranha foram combinadas nesta imagem 3D e traduzidas em música.

Uma equipa de investigadores garante ter criado música a partir de uma teia de aranha. Os cientistas traduziram a estrutura de uma teia numa melodia — algo que pode ter aplicações que vão desde melhores impressoras 3D até à comunicação entre espécies e composições musicais sobrenaturais.

Além de fazer música, o objetivo desta experiência foi conseguir novos insights sobre a arquitetura 3D e a construção de teias, escreve o Tech Explorist.

Mas como é que os cientistas conseguiram transformar uma simples teia de aranha em música? Primeiro, começaram por digitalizar uma teia de aranha através de lasers, de forma a capturar secções transversais em 2D. Depois, através de algoritmos computacionais, reconstruiram a rede 3D da teia.



Com isto, atribuíram diferentes frequências de som a fios da teia, criando “notas” que combinaram em padrões baseados na sua estrutura para gerar melodias.

Desta forma, os investigadores criaram um instrumento semelhante a uma harpa, que usaram para tocar música em várias apresentações ao vivo.

“Fizemos uma configuração de realidade virtual que permitiu às pessoas ‘entrar’ na teia de forma visual e audível. O ambiente de realidade virtual é realmente intrigante porque os ouvidos captam características estruturais que se podem ver, mas não reconhecer imediatamente. Ao ouvir e ver ao mesmo tempo, pode-se realmente começar a entender o ambiente em que vive a aranha”, explicou o coautor do estudo, Markus Buehler.

“A forma como a aranha ‘imprime’ a teia é notável porque não é usado nenhum material de suporte, como muitas vezes é necessário nos métodos atuais de impressão 3D”, acrescentou num comunicado de imprensa divulgado pela ACS.

Como os sons mudam conforme a aranha constrói a teia, é possível explorar a sequência temporal de como esta está a ser construída de forma audível.

A equipa de investigadores também está interessada em aprender a comunicar com aranhas no seu idioma. Para tal, gravaram as vibrações da teia produzidas enquanto executam diferentes atividades. Embora ao ouvido humano as diferenças parecessem impercetíveis, um algoritmo classificou corretamente os sons em diferentes atividades.

“Agora estamos a tentar gerar sinais sintéticos para falar a língua das aranhas. Se as expusermos a ritmos ou vibrações específicos, poderemos afetar o que elas fazem e poderemos começar a comunicar com elas? Estas são ideias fascinantes”, atirou Buehler.

Os resultados do estudo foram apresentados esta segunda-feira.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Chega quer que agentes da PSP e GNR usem câmaras de vídeo nas lapelas e nas viaturas

O deputado único do Chega entregou esta quinta-feira um projeto de resolução no Parlamento que recomenda a colocação de câmaras de vídeo nas lapelas das fardas e nas viaturas das forças de segurança, a fim …

Em dia sem registo de mortes, Portugal contabiliza 450 novos casos

Esta sexta-feira, Portugal não regista qualquer óbito. Nas últimas 24 horas, houve 450 novos casos positivos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Não morreu ninguém infetado com o novo …

Câmara de Torres Vedras deteta migrantes a viverem em armazéns e antigas pecuárias

Além de espaços sem condições de habitabilidade, como armazéns e pecuárias desativadas, a autarquia tem conhecimento de "casas alugadas a pessoas migrantes onde existe sobrelotação". A Câmara de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, levantou coimas …

Parlamento aprova "direito ao esquecimento" para quem superou doenças graves

O Parlamento aprovou esta sexta-feira, na generalidade, o projeto-lei do PS que pretende consagrar o “direito ao esquecimento” para acabar com a discriminação de pessoas que tiveram cancro. O Parlamento aprovou, na generalidade, o projeto-lei do …

No seu último discurso, presidente do Supremo atira críticas aos megaprocessos

António Piçarra, presidente do Supremo Tribunal de Justiça, centrou o seu último discurso na falta de eficácia do sistema judicial em tratar os processos especialmente complexos de corrupção. Para o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, …

Viagens não essenciais de e para o Reino Unido permitidas a partir de segunda-feira

Cristóvão Norte, deputado do PSD, criticou a indefinição em torno das viagens do Reino Unido para Portugal, em entrevista à BBC. Entretanto, esta manhã, fonte governamental revelou que as viagens não essenciais de e para …

PPP na saúde levou Estado a "poupar" mais de 200 milhões

As Parceiras Público-Privadas (PPP) dos hospitais de Braga, Vila Franca de Xira, Loures e Cascais trouxeram ao Estado uma "poupança" de 203 milhões de euros, menos de um terço do que se esperava no arranque …

Praias podem receber mais banhistas este verão

Apesar de o semáforo de lotação das praias se manter nesta época balnear, a percentagem de ocupação sobe para os 90%. Quem não respeitar as regras estará sujeito a coimas. As limitações à lotação, introduzidas no …

Ritmo de vacinação da UE ultrapassa o dos EUA e China. Grécia reabre turismo

Atualmente, o ritmo de vacinação da União Europeia ultrapassa o registado nos Estados Unidos da América e na China, de acordo com os dados da plataforma Our World in Data. Os dados recolhidos pelo Público …

"Síndrome de Havana" tem sido cada vez mais reportada por militares dos EUA

Diplomatas norte-americanos, espiões e funcionários da Defesa nacional dos EUA sofreram mais de 130 casos de lesões cerebrais, conhecidos como síndrome de Havana. Segundo o jornal The New York Times, três agentes da CIA revelaram ter …