As estrelas recém-nascidas impedem o nascimento de outros astros vizinhos

O vento estelar das estrelas recém-nascidas na Nebulosa de Órion está a impedir a formação de novas estrelas nas proximidades, de acordo com a NASA.

Segundo um novo estudo, com recurso ao Observatório Estratosférico da NASA para a Astronomia Infravermelha (SOFIA), cujas operações científicas são geridas pela Associação Universitária de Pesquisa Espacial, as estrelas recém-nascidas geram ventos estelares que podem soprar o material necessário para formar novas estrelas.

Isso é surpreendente porque, até agora, os cientistas pensavam que outros processos, como a explosão de estrelas chamadas supernovas, eram responsáveis ​​pela regulação da formação de estrelas.

A Nebulosa de Órion está entre os melhores objetos observados e mais fotografados no céu noturno. É o berçário estelar mais próximo da Terra e ajuda os cientistas a explorar a forma como as estrelas se formam.

Um véu de gás e poeira envolve todo o processo de nascimento da estrela. A luz infravermelha pode atravessar o véu nebuloso, permitindo que observatórios especializados, como o SOFIA, revelem muitos dos segredos da formação de estrelas que, de outra forma, permaneceriam ocultos.

No coração da nebulosa encontra-se um pequeno agrupamento de estrelas jovens, massivas e luminosas. Observações do instrumento da SOFIA revelaram, pela primeira vez, que o forte vento estelar da mais brilhante dessas estrelas bebés, chamado Theta1 Orionis C, varreu uma grande quantidade de material da nuvem onde esta estrela se formou.

“O vento é responsável por soprar uma bolha enorme em redor das estrelas centrais”, explicou Cornelia Pabst, da Universidade de Leiden, na Holanda, e principal autora do artigo. “Isto perturba a nuvem natal e impede o nascimento de novas estrelas.”

Os investigadores usaram o instrumento GREAT para medir a linha espetral – que é como uma impressão digital química – do carbono ionizado. Devido à localização aérea da SOFIA, acima de 99% do vapor de água na atmosfera da Terra que bloqueia a luz infravermelha, os cientistas puderam estudar as propriedades físicas do vento estelar.

Os astrónomos usam a marca espetral para determinar a velocidade do gás em todas as posições através da nebulosa e estudar as interações entre as estrelas massivas e as nuvens onde nasceram. O sinal é tão forte que revela detalhes críticos dos berçários estelares escondidos. Mas esse sinal só pode ser detetado com instrumentos especializados que conseguem estudar luz infravermelha.

No centro da Nebulosa de Órion, o vento estelar forma uma bolha e interrompe o nascimento de estrelas na sua vizinhança. Ao mesmo tempo, empurra gás molecular para as bordas da bolha, criando novas regiões de material denso onde futuras estrelas podem vir a formarse.

Estes efeitos de feedback regulam as condições físicas da nebulosa, influenciam a atividade de formação de estrelas e, em última instância, impulsionam a evolução do meio interestelar, o espaço entre estrelas cheias de gás e poeira.

Entender como a formação de estrelas interage com o meio interestelar é a chave para entender as origens das estrelas que vemos hoje e aquelas que podem vir a formar-se no futuro.

MC, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jesus orientou primeiro treino no Flamengo, pediu compromisso e deu lição

O treinador português Jorge Jesus iniciou hoje a ‘aventura’ na equipa de futebol do Flamengo, pedindo aos jogadores “compromisso” em prol do conjunto do Rio de Janeiro, antes de orientar o primeiro treino dos ‘rubro-negros’. “O …

Maher e Safa deixaram sonhos para trás. Mas reencontraram a paz em Portugal

Os sonhos de Maher e de Safa ficaram adiados com a guerra na Síria, mas reencontraram a paz em Portugal, onde residem há dois anos ao abrigo de um programa de acolhimento de refugiados. É no …

São Francisco poderá ser a primeira cidade a proibir venda de cigarros eletrónicos

Se esta decisão for aprovada pela FDA, São Francisco vai tornar-se a primeira cidade a banir a venda de cigarros eletrónicos. De acordo com o Observador, a Câmara de Supervisores de São Francisco, nos EUA, aprovou uma …

Nunca houve tantos deslocados no mundo. São mais de 70 milhões

Um novo recorde foi quebrado no mundo em 2018, com 70,8 milhões de pessoas deslocadas das suas casas ou dos seus países, devido às guerras ou perseguições, anunciou esta quarta-feira as Nações Unidas. O relatório anual …

A monogamia foi inventada pelas mulheres (e o casamento, pelos homens)

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre …

Morreu o DJ Zdar do duo electrónico Cassius. Caiu da janela de um prédio em Paris

O músico, produtor e DJ francês Philippe Cerboneschi, mais conhecido por Zdar, morreu aos 50 anos após ter caído da janela de um apartamento em Paris. O seu agente confirmou a "queda acidental" sem revelar …

PS quer o Estado a pagar licença sabática aos portugueses para voltarem a estudar

A criação de uma licença sabática para qualificar trabalhadores e um sistema de prémios e penalizações para combater a desigualdade salarial são medidas que o PS inclui no seu projecto de programa eleitoral. O director do …

Putin reconhece: as condições de vida dos russos pioraram nos últimos anos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu esta quinta-feira que as condições de vida no país pioraram nos últimos anos, mas assegurou que as autoridades russas trabalham para reverter essa tendência, e enumerou os primeiros …

Marcelo, o "verdadeiro professor", é estrela em promo de La Casa de Papel

O novo vídeo promocional de La Casa de Papel tem um protagonista improvável. Marcelo Rebelo de Sousa, ou, na verdade, uma imitação do Presidente da República, faz uma chamada para a inspetora Raquel. Na chamada telefónica, …

Num só dia, derreteu 40% da área superficial da Gronelândia (e há fotografias)

Uma fotografia divulgada no Twitter do climatologista dinamarquês Rasmus Tonboe ilustra o degelo que ocorre na Gronelândia, evidenciando algumas das consequências que podem ser desencadeadas pelo fenómeno.   A imagem, que mostra um trenó a ser …