Estimulação cerebral profunda pode ser a nova forma de combater a obesidade

(dr) baycrest.org

Utilizar a estimulação profunda com elétrodos para mexer diretamente no cérebro pode ser a nova forma mais eficaz de combater a depressão e a obesidade.

A intervenção só aconteceu numa única paciente, mas o caso, publicado recentemente no Neurocase, tem revelado resultados inesperados.

Ainda assim, os médicos responsáveis por esta intervenção advertem para o facto de a estimulação cerebral profunda não ser indicada para todos os casos, devendo ser usada apenas como um tratamento de fim de linha.

De acordo com o Diário de Notícias, esta técnica tem sido usada com alguma regularidade em doentes com Parkinson. Aliás, os bons resultados obtidos com estes pacientes motivaram à sua exploração para outras doenças.

Desde 2002, há em Portugal cerca de 900 doentes que recorrem a esta técnica, através de dois pequenos elétrodos no cérebro que libertam carga elétrica na parte afetada pela doença, permitindo que os indivíduos consigam ter controlo dos seus próprios movimentos.

Dado os resultados animadores nos doentes de Parkinson, esta técnica foi agora experimentada para tratar a depressão de uma doente. Anna viveu quase toda a sua via com esta doença e sofria também de obesidade mórbida.

Thomas Munte, neurologista da Universidade de Lubeck, na Alemanha, decidiu recorrer à técnica de estimulação cerebral para tentar solucionar ou, pelo menos, reverter a situação de Anna. Os resultados animaram não só a paciente como também o médico. Anna perdeu cerca de 2,8kg por semana e ficou curada da depressão.

Foi o sucesso conseguido neste caso particular que abriu as portas ao debate, de forma a discutir se este método é ou não aceitável para tratar algumas adições, visto que neste caso o que a estimulação fez foi desligar o cérebro da adição à alimentação.

No entanto, interferir diretamente no cérebro é um tema sensível na investigação médica ao longo do século XX. E, apesar de menos radical, a estimulação cerebral profunda não deixa de ser menos controversa.

No que diz respeito ao tratamento da obesidade, os cientistas acreditam que este método terá sucesso por mexer com a área do cérebro relacionada com a adição, seja de comida, droga ou álcool – a nuleus accumbens.

Se esta área do nosso cérebro for inibida, a “atração motivacional deixa de existir e já não somos atraídos para o objeto da nossa adição”, explica Thomas Munte.

Porém, “às vezes começamos a fazer testes clínicos antes de saber exatamente como é que as coisas funcionam”, acrescentou o neurologista. Foi o que aconteceu no caso dos doentes com Parkinson e, os cientistas, esperam que possa acontecer agora para a depressão e para a obesidade, e esperam obter o mesmo grau sucesso.

Importa, contudo, salientar que este é um método de último recurso por ser demasiado evasivo, caro e não indicado para todos os doentes.

A neurocientista Sonia Yokum, do Instituto de Investigação do Oregon, nos Estados Unidos, está a tentar criar uma forma de fazer esse mesmo trabalho mas sem cirurgia, através do desenvolvimento de um treino no qual os indivíduos obesos devem reprogramar a resposta do cérebro perante a comida.

Estamos a tentar treinar o cérebro desta forma“, refere a neurocientista,  frisando que esta é menos invasiva, mais barata e ao alcance de muitos mais doentes.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …